Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

d.r. Fernando Guerra

Álvaro Siza Vieira

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros.

“É uma grande honra, porque é um prémio importante. É a primeira vez que a Academia de Belas-Artes dá este prémio carreira”, explica o arquitecto Álvaro Siza ao Público.

O arquitecto, que esteve em Paris para receber o Prix Charles Abella, proferiu uma conferência no Instituto de França, que junta as cinco academias de letras, artes e ciências, onde começou por agradecer “com emoção e humildade” o facto de ser o primeiro laureado. Este prémio, que tem um carácter internacional, deverá agora alternar, num modelo bienal, com outro galardão que já era atribuído e dedicado a jovens arquitetos.

Álvaro Siza lembrou a sua primeira viagem a Paris em 1967, “há muito desejada e necessária”, que durou 15 dias, onde viu obras de Le Corbusier e de Picasso, mas também de Sauvage, Charreau ou Perret.

Paris não era para mim o centro do mundo, como ouvia dizer. Era a cidade aberta a todo o mundo, como deveriam ser todas as cidades, como exige o próprio conceito de cidade. A expressão centro do mundo sugere de algum modo uma ideia de marginalização de periferias. Mas as periferias foram ou vão-se sucessivamente revelando como outros centros de cultura.”

Durante a cerimónia, o arquiteto português conversou também com François Chaslin, correspondente da secção de arquitectura da Académie des Beaux-Arts e crítico de arquitectura, que sublinhou a capacidade de Siza “em ligar o passado ao presente, permitindo ao futuro que se instale”, lê-se no Twitter da instituição francesa.

Ao entregar este novo prémio ao arquitecto português, “a academia francesa quis mostrar o respeito que lhe inspira este grande mestre”. A academia lembra no seu comunicado de imprensa que Siza tem apenas um edifício construído em França, a igreja de Saint-Jacques-de-la-Lande, próximo de Rennes (Bretanha), inaugurada em 2018, além de um projeto de urbanismo para o centro de Montreuil (1990-2000).

O júri, que escolheu Siza “pela exemplaridade de uma trajectória”, era constituído por Marc Barani, Bernard Desmoulin, Dominique Perrault, Alain-Charles Perrot, Jacques Rougerie, Roger Taillibert, Aymeric Zublena e Jean-Michel Wilmott.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Humanos podem ter "reciclado" região do cérebro quando aprenderam a ler

Um novo estudo mostra que os seres humanos podem ter "reciclado" uma região-chave do cérebro para os ajudar a dar sentido à palavra escrita. De acordo com o site Science Alert, em testes com macacos-rhesus, os …

Cientistas usam a Lua como espelho gigante para procurar extraterrestres

Os astrónomos ainda não desistiram de procurar vida para lá da Terra e acabam de criar um novo método para encontrar exoplanetas habitáveis, que envolve o uso da Lua como uma espécie de espelho gigante. Especialistas …

Astrónomos descobriram um buraco negro "incapaz" de fazer o seu trabalho

Astrónomos descobriram o que pode acontecer quando um buraco negro gigante não interfere na vida de um enxame de galáxias. Usando o Observatório de raios-X Chandra da NASA e outros telescópios, mostraram que o comportamento passivo …

Homem na casa dos 20 anos morre de peste no Novo México

Um homem na casa dos 20 anos morreu de peste septicémica no estado norte-americano do Novo México, anunciaram as autoridades de saúde deste estado. A vítima, cuja identidade não foi revelada publicamente, viva em Rio …

Cara do pintor italiano Rafael reconstruida para resolver mistério do seu túmulo

Uma equipa de especialistas fez uma reconstrução em 3D da cara do pintor italiano renascentista Rafael. Assim, confirmaram o seu aspeto físico e resolveram o mistério relativamente ao seu túmulo. O rosto do pintor italiano Rafael …

Novo método não-invasivo permite diagnosticar cancro cerebral sem fazer incisões

Diagnosticar tumores cerebrais pode ser difícil e muito invasivo. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu um método para detetar cancro no cérebro sem ser necessária qualquer incisão. Os tumores cerebrais são normalmente diagnosticados através de imagens …

A última plataforma de gelo intacta do Canadá colapsou. Criou um icebergue maior do que o Porto

A plataforma de gelo Milne, no Canadá, fragmentou-se no final do mês de julho, formando vários icebergues, dois dos quais de grandes dimensões. Cientistas ouvidos pela agência noticiosa AP referem que esta era uma plataforma especial, …

Ícones da moda de luto: a indústria fashion nunca mais será a mesma

Muitas são as áreas da economia a ser gravemente afetadas pela pandemia de covid-19. A indústria da moda não foge à tendência e já são muitos os líderes de grandes marcas a "declarar morte" à …

Covid-19: Cigarros eletrónicos aumentam riscos de infeção em cinco a sete vezes para jovens

O risco de contrair covid-19 entre adolescentes e jovens adultos que fumam cigarros eletrónicos é cinco a sete vezes superior, segundo um estudo liderado pela faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O …

Apenas 10% da população escreve com a mão esquerda. Cientistas lutam para explicar porquê

Em praticamente qualquer lugar do globo, apenas 10% das pessoas são canhotas, isto é, têm maior habilidade com o lado esquerdo do corpo, especialmente com a mão, comparativamente com o lado direito. Os cientistas tentam há …