Cientistas sugerem que o sexo pode ter evoluído para combater certos tipos de cancro

Os cientistas consideram que a reprodução sexual pode ter evoluído de forma a combater certo tipo de células malignas.

É certo e sabido que o sexo tem inúmeras vantagens mas agora, de acordo com uma nova investigação, surge também a hipótese de que a diversidade genética proporcionada pela reprodução sexual torna os organismos mais propensos a captar variantes genéticas vantajosas, incluindo aquelas que contribuem para um melhor escudo contra patógenos e parasitas, escreve o Science Alert.

No novo estudo, os investigadores defendem que a reprodução sexual pode ter evoluído tal como ocorre nos organismos multicelulares, porque reduz as células cancerígenas transmissíveis chamadas de “traidoras”.

“Defendemos que o sexo foi, e ainda é, favorecido pela seleção porque, em contraste com a reprodução assexuada, permite reduzir os custos de condicionamento impostos por um inimigo ancestral ainda presente: linhas celulares malignas transmissíveis“, explicam os autores do estudo publicado, esta quinta-feira, na revista científica PLOS Biology.

Isto significa que, nos organismos multicelulares, que são compostos por multidões de células diferentes que aprenderam a conviver umas com as outras para o bem comum do organismo em geral, essas “células traidoras” resistem a essa tendência – proliferando e explorando para seu benefício individual.

O autor principal do estudo, Frederic Thomas, biólogo evolucionista da Universidade de Montpellier, em França, considera assim que a reprodução assexuada pode ter beneficiado estas células, dando-lhes tempo para se adaptarem a organismos geneticamente idênticos e para aprenderem a esconder-se dos sistemas imunitários. Por isso, a diversidade genética pode ter proporcionado um caminho evolutivo mais seguro.

“Uma forma eficiente de prevenir estas células foi ser diferente dos outros indivíduos, assim como produzir descendências únicas”, escreveram os investigadores.

“Organismos que adotam a reprodução sexual formam gametas, misturam-nos e criam descendentes com um genoma inteiramente novo. Isso limita a chance de as linhagens clonais de células malignas já estarem adaptadas a um novo hospedeiro e aumenta a probabilidade de que organismos poderem detetar imediatamente a colonização de uma célula maligna transmissível”.

De acordo com os cientistas, a prevalência da reprodução sexual em eucariotas poderia, portanto, estar ligada com o surgimento de cancros transmissíveis nos primeiros organismos multicelulares assexuados, representando o “fantasma de um apogeu passado” dessas células “traidoras”.

Vai ser, no entanto, uma hipótese difícil de confirmar, embora os investigadores tenham sugerido no artigo científico algumas formas experimentais de o testar.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …

Portugal com 849 novas infecções por covid-19. Há 20.722 casos activos

Portugal registou 849 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mantendo-se a tendência de subida verificada nos dias anteriores. Mas o número de pacientes recuperados também não era tão alto desde Julho. O boletim da …

A Grândola Vila Morena abafou "a maior marcha alguma vez vista" do Chega

Com a Praça do Giraldo, em Évora, dividida por barreiras anti-motim, os participantes da concentração "Pela Liberdade" receberam os apoiantes do Chega de André Ventura ao som de "Grândola Vila Morena" e empunhando cravos vermelhos …

Pandemia assola Irão. EUA com mais 888 mortos. 19 países europeus bateram recorde de casos

Naquele que é o número mais elevado de casos diários desde abril, a Alemanha registou 2.297 novos contágios, 19 países europeus já ultrapassaram o recorde de casos do pico da pandemia. O Irão ultrapassou as …

Rangel "é um turista do carago". SMS atestam que Vieira usou Benfica em "benefício pessoal"

Luís Filipe Vieira é um dos acusados da Operação Lex, com o Ministério Público (MP) a alegar que o presidente do Benfica utilizou o clube em "benefício pessoal" para obter uma cunha do juiz Rui Rangel. O …

Farmácias em risco de não ter vacinas da gripe para tantos pedidos

As farmácias privadas receiam não ter doses suficientes de vacina contra a gripe para dar resposta a todos os pedidos. As encomendas da vacina já sãocinco vezes mais do que as registadas em 2019. A preocupação …

É responsabilidade a mais. Médicos não querem integrar Brigadas Rápidas dos lares

Está a ser difícil contratar médicos para as Brigadas de Intervenção Rápida dos lares que foram anunciadas pelo Governo. Mesmo a receberem acima da tabela de pagamentos, os médicos receiam a falta de condições e …

Restrições a turistas suavizadas. Finlândia tenta salvar a Lapónia (e a época de inverno)

A Finlândia, que vê o turismo estrangeiro em perigo na Lapónia, permite a partir de hoje a entrada de turistas de cerca de vinte países sem terem de fazer quarentena. As medidas surgem numa altura em …

"Foi uma vergonha". PS em choque com saída de Jamila e com o poder de Temido

A saída de Jamila Madeira do cargo de secretária de Estado Adjunta e da Saúde, a pedido da ministra Marta Temido, deixou alguns socialistas "arrepiados" e há um desconforto interno com a situação. É mais …

Mãe de bebé deixado no Cacém entregou-se no hospital e foi constituída arguida

A mãe do bebé deixado na terça-feira junto ao Centro Social Baptista, no Cacém, Sintra, entregou-se hoje no Hospital Amadora-Sintra e, depois de ter sido transportada para a esquadra, foi constituída arguida, disse à Lusa …