Serviço do SNS 24 específico para doentes oncológicos em tratamento abre este mês

António Cotrim / Lusa

Um novo serviço do Centro de Contacto do Serviço Nacional de Saúde (SNS24) específico para doentes oncológicos em tratamento vai abrir este mês e estará disponível 24 horas por dia, avançou na quinta-feira à Lusa a coordenadora Micaela Monteiro.

Este novo serviço foi desenhado em conjunto com a Sociedade Portuguesa de Oncologia, com contributos da Direção-Geral da Saúde (DGS), para dar resposta a complicações que estes doentes muitas vezes têm quando fazem os tratamentos, como náuseas, vómitos, diarreia, referiu Micaela Monteiro.

“Muitas vezes é difícil conseguir falar com a equipa que normalmente cuida destes doentes quando essas situações surgem à noite ou ao fim de semana”, disse. Para estas situações, foi criado “um serviço disponível 24 horas por dia, sete dias por semana, em que há algoritmos específicos para estes sintomas”, adiantou.

E explicou: “A resposta é adaptada nas recomendações que vamos dando e também damos conhecimento aos serviços que habitualmente seguem estes doentes de que houve uma intercorrência”. Sublinhou ainda que existem situações em que os serviços depois entram em contacto com os doentes no sentido de os acompanhar.

Pretende-se, assim, evitar que as pessoas tenham que dirigir-se a serviços de urgência ou a outros serviços clínicos que não conhecem. Contudo, ressalvou, pode haver situações que necessitam da intervenção dos profissionais que acompanham o doente e outras em que “será inevitável a deslocação para um serviço de urgência ou mesmo contactar o INEM”.

“É um serviço ajustado e personalizado para uma necessidade específica e uma necessidade crescente”, uma vez que há cada vez mais pessoas que sofrem de uma doença oncológica, mas também há mais tratamentos para estas doenças.

Micaela Monteiro contou que durante muitos anos dirigiu um serviço de urgência que recebia muitas vezes doentes nestas condições, porque era “a única resposta que estava naquele momento aberta”.

“Muitas vezes essas pessoas do que precisavam era de uma recomendação ou de um contacto com as suas equipas e poderia ter-se evitado uma ida à urgência”, que “além de desconfortável, é também um sítio onde existe o risco de contrair uma infeção”, acrescentou a coordenadora.

“Por todas estas razões, se nós conseguirmos arranjar alternativas que resolvem o problema às pessoas é por aí que temos que ir”, defendeu ainda.

Lusa //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas já sabem como é que raro tipo sanguíneo ajuda a prevenir a malária

Um raro tipo sanguíneo, encontrado apenas em algumas partes da África Oriental, parece proporcionar uma resistência natural à malária. Cientistas pensam ter descoberto como é isto possível. Em 2017, depois de terem analisado milhares de genomas no …

"Nem mais um tostão". Rio defende nova auditoria ao Novo Banco (e vai votar a favor do projeto do BE)

O presidente do PSD sugeriu que seja realizada uma auditoria ao Novo Banco por uma instituição pública como o Tribunal de Contas (TdC) e disse estar disponível para aprovar a proposta de comissão de inquérito …

O propósito do sono muda repentinamente quando somos crianças

Uma equipa de investigadores identificou uma mudança repentina no propósito pelo qual precisamos de dormir. A alteração foi verificada, na mesma altura, em animais. A razão pela qual precisamos de dormir pode variar de acordo com …

“Desrespeito e mentira”. Rui Moreira ameaça levar UEFA a tribunal após cancelamento da Supertaça europeia

O presidente da Câmara do Porto ameaçou recorrer à justiça para reclamar os prejuízos causados pela decisão da UEFA de não realizar a final da Supertaça europeia de futebol na cidade, acusando aquela instituição de …

Eis os quatro mundos mais promissores de albergar vida alienígena

Marte, Europa, Encélado e Titã são, de acordo com as descobertas científicas, os mundos mais promissores de albergar vida alienígena. A biosfera da Terra contém todos os ingredientes conhecidos necessários para a vida como a conhecemos. …

O Ciclo Solar 25 vai afetar a vida na Terra (e a NASA explica como)

A cada 11 anos, o Sol inicia um novo ciclo solar, marcado por períodos de violentas erupções e explosões magnéticas. Em dezembro de 2019, teve início um novo ciclo solar. Na semana passada, a NASA e …

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …