Dezasseis anos depois, Sergio Ramos vai deixar o Real Madrid

Koen Van Weel / EPA

O Real Madrid confirmou, esta quarta-feira, que Sergio Ramos vai abandonar o clube, depois de 16 temporadas com a camisola merengue.

“O Real Madrid comunica que amanhã, quinta-feira, 17 de Junho, às 11h30 portuguesas, terá lugar uma cerimónia institucional de homenagem e despedida ao nosso capitão Sergio Ramos, com a presença do nosso presidente Florentino Pérez”, lê-se no comunicado do clube espanhol.

“De seguida, Sergio Ramos irá comparecer perante os meios de comunicação social numa conferência de imprensa telemática”, acrescenta a mesma nota.

Formado no Sevilha, Ramos chegou ao Real em 2005/06 e conquistou vários títulos com a formação de Madrid, incluindo quatro Ligas dos Campeões e cinco campeonatos espanhóis.

De acordo com a imprensa espanhola, o central, de 35 anos, que termina contrato no final do mês de junho, estava em negociações para renovar o vínculo com os merengues, mas o Real Madrid acabou por confirmar a sua saída.

Ramos é o jogador europeu com mais internacionalizações pela sua seleção (180 jogos) e tem no currículo um Campeonato do Mundo e dois Campeonatos da Europa.

Na última temporada, o defesa central fez apenas 21 jogos pelo Real, devido a problemas físicos, situação que o deixou fora das escolhas do selecionador Luís Enrique para a fase final do Euro 2020.

Segundo o jornal A Bola, Sergio Ramos tem vindo a ser associado diversos clubes europeus, nomeadamente o Manchester United, Manchester City, Paris Saint-Germain e Sevilha, este último sendo o clube onde se encontrava quando foi contratado pelo Real, há 16 anos.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.