Sentença de morte perdoada 3 minutos depois da execução

Cihan Unalan / Flickr

-

As autoridades judiciais iranianas suspenderam este sábado a execução de um preso no norte do Irão, que já se encontrava há três minutos pendurado na forca, depois de este ter recebido o perdão dos seus familiares. O condenado sobreviveu.

De acordo com o director da prisão, citado pela imprensa local, a suspensão teve lugar esta manhã em Tabriz, no noroeste do país, quando decorria a execução de um condenado por assassinato.

Durante a execução da sentença, e com o prisioneiro já pendurado na forca, mas antes de morrer, a família da vítima (que geralmente é convidada a dar um pontapé na cadeira do réu para este morrer) decidiu perdoá-lo.

No Irão é válida a a lei islâmica de “retribuição”, que exige pagamento de sangue com sangue e contempla a pena de morte por vários crimes, incluindo o de assassinato, mas que também dá à família da vítima o direito de perdoar os condenados.

Todos os anos, centenas de pessoas são executadas por enforcamento no Irão, a maioria dos quais por posse ou tráfico de drogas, mas também por crimes de violação ou assassinato.

De acordo com o centro de documentação de direitos humanos do Irão – sediado nos Estados Unidos – em 2013 foram executadas no país 624 pessoas e em 2014, até agora, já mais de 100.

Na manhã deste, as autoridades executaram na forca, em praça pública, três homens condenados pelo assassinato de um promotor na província de Sistan-Baluchistan, na fronteira com o Paquistão e o Afeganistão em novembro passado.

O condenado de Tabriz, em contrapartida, escapou à morte, 3 minutos depois da hora combinada para a sua chegada.

AJB, ZAP/Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Parecem chacais ou ienas sedentos de carnificina.Sou totalmente contra a pena de morte..não obstante concordar com Leis castigadoras mac com oportunidade de se corrigirem erros judiciais ou injustiças.
    Portugal no meio de sentimentos de orgulho e de desespero quanto a muita acções negativas que nos podem desacreditar deverá orgulhar-se de ter ser um paladino contra a pena de morte,como todos sabemos.

  2. E mesmo assim muitos deles são ladrões, selvagens e comportam-se como animais. Imaginem se não houvesse a pena de morte, então era o fim do mundo. Assim sempre pensam duas vezes antes de fazerem asneiras.

  3. Excelente exemplo que quanto a pena de morte seja estúpida.
    Prisão perpétua, cárcere duro, até trabalhos forçados… penas duras para quem merece.
    Mas estas são corrigíveis; em caso de erro podem ser interrompidas e o ‘desafortunado’ indemnizado – porquanto nenhuma indemnização possa devolver o tempo perdido na cadeia.
    Mas a pena de morte è irreversível… não há forma de a corrigir, nem mesmo minimamente.

RESPONDER

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …

A Alemanha quer tornar o teletrabalho um direito legal

O Governo alemão prepara-se para publicar um projeto de lei que dará aos trabalhadores do país o direito legar de trabalhar a partir de casa. A medida aplicar-se-á a todos as atividades laborais que possam …

Novo surto em lar de Beja e 90 alunos em isolamento em Famalicão

Um surto de covid-19 identificado no Lar de Idosos do Centro Paroquial e Social do Salvador, em Beja, já infetou 31 pessoas, sendo 24 utentes e sete funcionários, divulgou a Unidade Local de Saúde do …

Mais de 600 anos depois, encontram-se (várias) semelhanças entre a covid-19 e a peste negra

Numa altura em que o vírus da covid-19 se tem espalhado por todo o mundo, as comparações com outras doenças pandémicas são inevitáveis. Um exemplo disso foi a peste negra que em 1348 fez com …

Nacionalista apoiado pela Turquia eleito Presidente de Chipre do Norte

O nacionalista Ersin Tatar, apoiado pela Turquia, foi no domingo eleito "Presidente" da autoproclamada República Turca de Chipre do Norte (RTCN), numa vitória surpreendente face ao dirigente cessante, Mustafa Akinci, anunciou o conselho eleitoral. Com 51,74% …