EUA. Senadores republicanos do Oregon fogem para não aprovar lei ambiental

Michael Reynolds / EPA

Senadores estaduais do Oregon, nos Estados Unidos (EUA), encontram-se a monte desde quinta-feira para não votarem uma lei ambiental. Procurados pela polícia, voltaram este domingo a faltar a uma sessão legislativa, impedindo que haja quórum para a votação e bloqueando os trabalhos do congresso estadual.

A polícia estadual tem ordens para os localizar e deter, uma medida urgente tendo em conta que a presente legislatura termina a 30 de junho e os orçamentos têm de ser aprovados até lá. De acordo com o Público, um dos senadores ameaçou mesmo a polícia de que os agentes serão recebidos a tiro se o tentarem prender.

O Partido Democrata detém a maioria (18) no Senado de 30 eleitos, mas as sessões precisam de um quórum de 20 senadores. Sabendo de antemão que iam ser derrotados, os republicanos decidiram passar à clandestinidade porque, dizem, esta é a única forma de fazer pressão política.

Em causa está um projeto-lei que impõe limites às emissões de carbono, incentivando as empresas a adotarem tecnologias energéticas verdes. Até 2050, as emissões terão de ser reduzidas na ordem dos 80%, com base nos valores das emissões de 1990. Segundo a BBC, os preços dos combustíveis deveriam subir em consequência da aprovação da lei, o que afetaria sobretudo os agricultores do Oregon.

Os republicanos exigem que a lei seja submetida a uma votação alargada a todos os cidadãos do Estado, porventura um referendo, e que não seja votada no órgão legislativo.

Os EUA emitem 5,1 milhões de quilotoneladas de dióxido de carbono por ano, apontam valores de 2015 referidos pela CNN. A França (0,3 milhões), por exemplo, demoraria 15 anos a atingir o que o gigante norte-americano emite em apenas um ano. O país é um dos principais produtores de emissões de carbono do mundo.

“Os cidadãos do Oregon merecem melhor. É tempo da maioria partidária considerar todos os cidadãos do Estado e não apenas os de Portland”, afirmou o líder dos republicanos no Senado, Herman Baerschiger Jr, em comunicado.

Em comunicado, pouco depois de ter ordenado à polícia estadual que os localizasse, a democrata indicou que os mesmos “têm de voltar e cumprir com o trabalho para o qual foram eleitos”.

É a segunda vez que os senadores abandonam uma votação para pressionar politicamente os seus rivais democratas. Na outra vez, há um mês, conseguiram concessões em relação a leis de armas e vacinas.

Há rumores de que os senadores estejam no estado vizinho do Idaho, avançou a BBC, onde a polícia do Oregon não tem jurisdição para os procurar ou deter.

Um dos senadores, Brian Boquist, reagiu em tom de ameaça à ordem da governadora ao dizer a um canal de notícias local que o superintendente da polícia estadual deve “enviar [agentes] solteiros e bem armados”, acrescentando que não seria “um prisioneiro político no Estado do Oregon”.

A polícia estadual enfrenta ainda uma outra ameaça: as milícias nacionalistas prometeram proteger os senadores fugitivos se estes lhes pedirem, escoltando-os e dando-lhes refúgio.

O líder de um destes grupos, Paul Luhrs, do Oregon III%, garantiu no Facebook que a sua organização tinha “prometido providenciar a segurança, o transporte e o refúgio que os senadores precisarem”. “Chegou ao nosso conhecimento que quase todos os senadores estão em segurança no Idaho, sem qualquer hipótese de extradição”, declarou.

Desde a chegada de Donald Trump à Casa Branca que as milícias nacionalistas cresceram e se multiplicaram significativamente. Estão ativas na fronteira entre os EUA e o México, perseguindo e detendo imigrantes que tentem passar a fronteira sem autorização.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

MP quer passar a ouvir todas as crianças expostas a violência doméstica

A procuradora-geral da República quer que os magistrados do Ministério Público peçam sempre ao juiz de instrução criminal que as crianças expostas a violência doméstica sejam ouvidas em tribunal para memória futura. A procuradora-geral da República, …

Greta Thunberg no Parlamento entre final do mês e início de dezembro

A ativista sueca aceitou participar numa sessão na Assembleia da República, em Lisboa, promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de …

Phineas Fisher. O "hacker fantoche" que está a pagar para piratearem bancos e petrolíferas

Phineas Fisher é um hackers mais infames do mundo e procura agora renovar esse estatuto ao oferecer 100 mil dólares a quem piratear instituições capitalistas, como bancos e empresas petrolíferas. O hacker ficou conhecido após ter …

Conselho Superior da Magistratura arquiva processo disciplinar a Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura decidiu arquivar o processo disciplinar relativo ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal por declarações sobre o sorteio da fase de instrução do processo Operação Marquês. "O plenário de hoje do …

Jardins e complexo de estufas descobertos num dos bunker de Hitler

Um grupo de especialistas descobriu jardins e um complexo de estufas, que serviu para cultivar legumes e frutas, num dos maiores quartéis generais de Adolf Hitler durante a II Guerra Mundial, o bunker conhecido como …

Ataque a Alcochete. Advogados pedem impugnação do auto de notícia da GNR

Uma discrepância nas datas de elaboração e de assinatura do auto de notícia que relata a invasão à academia do Sporting motivou, esta terça-feira, a apresentação de um requerimento de impugnação subscrito por vários advogados. No …

Japão diz que é seguro libertar água radioativa de Fukushima no Pacífico

O Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão afirmou esta segunda-feira que é seguro libertar água contaminada de Fukushima no Oceano Pacífico, de acordo com o jornal local Japan Today. A central nuclear, recorde-se, sofreu …

Dez autarcas e quatro clubes entre os 68 acusados na operação Ajuste Secreto

O Ministério Público da Feira deduziu acusação contra 68 arguidos, incluindo dez autarcas e ex-autarcas, quatro clubes desportivos e os seus respetivos presidentes, no âmbito da operação "Ajuste Secreto". Numa nota publicada no seu site oficial, …

Poluição do ar em Sydney entre as 20 piores do mundo devido aos incêndios

A poluição do ar em Sydney, a maior cidade da Austrália com mais de cinco milhões de habitantes, está hoje entre as 20 piores do mundo devido ao fumo dos incêndios no leste do país. "Sydney, …

Audições da RTP sobre "Sexta às 9" aprovadas pelos deputados

Os deputados da comissão parlamentar de Cultura e Comunicação aprovaram "por unanimidade", esta terça-feira, as audições da diretora de informação e do presidente da RTP sobre o programa "Sexta às 9". O grupo parlamentar do PSD …