Selfie de amigas publicada no Facebook ajudou a desvendar homicídio

Facebook

Cheyenne Antoine (à esquerda) horas antes de ter assassinado a amiga Brittney Gargol (à direita).

Uma foto publicada no Facebook foi a chave para solucionar um crime de homicídio no Canadá. Tudo porque, na selfie, a autora do crime usava o cinto que foi encontrado ao lado da vítima.

Cheyenne Rose Antoine, de 21 anos, foi condenada, nesta segunda-feira, a sete anos de prisão por homicídio negligente, sem intenção de matar, pelo assassinato da amiga Brittney Gargol, de 18 anos, que ocorreu em Março de 2015.

A jovem foi identificada como suspeita após publicar, horas antes do crime, uma selfie com a amiga no Facebook. Na imagem, usava o cinto que foi encontrado ao lado do corpo da vítima, na cena do crime, avança a BBC.

Estrangulada até à morte, Brittney Gargol foi encontrada perto de um aterro em Saskatoon, na província de Saskatchewan, no Canadá, com o cinto de Cheyenne Rose Antoine ao lado.

A polícia não acreditou na primeira versão que a amiga da vítima deu, alegando que as duas tinham ido a vários bares e que Brittney tinha saído com um homem não identificado, enquanto ela tinha ido ver o tio.

Os agentes usaram as publicações do Facebook para ajudar a reconstituir a movimentação das amigas na noite do crime. Foi assim que perceberam que uma publicação feita por Cheyenne na linha do tempo do perfil de Brittney na rede social, pretendia apenas despistá-los.

“Onde andas? Não deste mais notícias. Espero que tenhas chegado bem a casa”, escreveu.

“Nunca me perdoarei”

Inicialmente acusada de homicídio em segundo grau, Cheyenne declarou-se culpada do crime, mas disse que não se lembrava de matar a amiga. Afirmou em tribunal que estavam as duas alcoolizadas e que tinham fumado marijuana, quando começaram uma discussão acalorada.

Num comunicado, manifestou-se arrependida. “Nunca me perdoarei. Nada que eu diga ou faça a trará de volta. Lamento muito”, afirmou numa nota emitida através do seu advogado.

O advogado de Cheyenne revelou que a sua cliente foi à polícia, um mês antes do homicídio da amiga, para denunciar maus-tratos cometidos pelos pais adoptivos, e que teria sofrido abusos semelhantes no abrigo para crianças onde viveu em Saskatchewan.

ZAP // BBC

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • Mais “engraçado” é constatar que no Canadá, pegar num cinto e estrangular uma amiga até à morte, é “homicídio negligente, sem intenção de matar”!!!
      Bonito… estrangular com um cinto alguém até é morte, é “sem intenção de matar”!…

  1. O mundo esta perdido! Será que a vida humana já não tem nenhum valor? Não faltará muito para que um crime fique resolvido com o pagamento de uma coima. Mas 7 anos de prisão??? O advogado deve ser muito bom mesmo. O crime compensa cada vez mais…Dá que pensar.

  2. O problema foi a marijuana de certeza. Quem fuma fica tresloucado e agressivo. ….ou não.
    Ohhhh gentinha estupida q vive para as redes sociais

RESPONDER

Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Um campeão categórico, Ronaldo fora do pódio e uma equipa a pé até ao estádio

O FC Porto goleou o vizinho Boavista, o Benfica ficou a lamentar tanto desperdício e o Sporting entrou a ganhar no campeonato. Destaque ainda para o Santa Clara, Rúben Dias, João Félix, Ronaldo e Messi... e …

A mais longa quarentena do mundo vai ser prolongada mais um mês

A quarentena em Manila devido à covid-19, a mais longa do mundo atualmente, será prolongada por mais um mês até 31 de outubro, anunciaram esta terça-feira as autoridades. Mais um mês significa que número total de …

Media Capital. Mário Ferreira apresenta queixa na ERC contra a Cofina

O empresário, acionista da Media Capital, entregou, esta segunda-feira, uma queixa na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) contra o grupo Cofina pelo ataque de que considera ser vítima. De acordo com Mário Ferreira, nos …

Uber vence batalha judicial e prolonga licença para operar em Londres

A Uber ganhou, esta segunda-feira, um recurso legal sobre a revogação da sua licença para operar em Londres, garantindo por enquanto a continuação da empresa num dos seus maiores mercados. De acordo com o Wall Street …

Ordenados "não podem ser cortados", diz comissário. Proposta sobre salário mínimo apresentada em outubro

O comissário europeu do Emprego e Direitos Sociais, Nicolas Schmit, reconheceu as limitações da Comissão Europeia quanto a salários, defendendo que o sistema que no qual está a trabalhar permitirá que os rendimentos aumentem na Europa. Em …

Chega quer expulsar autor de moção pela remoção de ovários a mulheres

A direção do Chega vai propor a “suspensão imediata” do militante Rui Roque que defendia a extração dos ovários numa moção de estratégia que foi rejeitada em congresso, informou esta segunda-feira o partido. Mais de uma …

Precários à espera de apoio extraordinário estão a receber multas do fisco

A Associação de Combate à Precariedade denunciou que a Autoridade Tributária (AT) está a aplicar multas de 75 euros a trabalhadores precários que ficaram sem rendimento e estão a recorrer ao novo apoio extraordinário a …

Portugal regista mais seis óbitos e 688 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 688 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

Novo lay-off é para "aguentar o emprego e as empresas" (mas agrava cortes dos trabalhadores)

O novo regime de lay-off anunciado pelo Governo, para apoiar as empresas com "perdas mais significativas", nomeadamente na área do turismo, visa "aguentar o emprego e as empresas", segundo o ministro da Economia, Siza Vieira, …

Jornal "The Guardian" sugere que Portugal é um país racista e compara Ventura a Bolsonaro

O jornal britânico "The Guardian" noticiou, esta segunda-feira, alguns dos mais recentes acontecimentos racistas que têm ocorrido no país, afirmando no seu título que "Portugal regista um aumento da violência racista com ascensão da extrema …