Segurança Social baixa apoios a Recibos Verdes. Maioria só vai receber 219 euros

António Cotrim / Lusa

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho

A fórmula de cálculo definida pelo Governo para o “apoio extraordinário à redução da actividade económica”, que é concedido a trabalhadores independentes, os chamados Recibos Verdes, devido ao novo confinamento geral, leva a que muitos recebam o valor mínimo estipulado.

O cálculo para a obtenção deste apoio é feito com base nas contribuições para a Segurança Social dos últimos 12 meses, mas a grande maioria dos trabalhadores a recibos verdes não facturou ou facturou menos do que o habitual em 2020, devido às restrições motivadas pela pandemia de covid-19.

Assim, grande parte dos trabalhadores que recorrerem ao apoio extraordinário devem receber o valor mínimo previsto, ou seja, 219,41 euros, segundo o Jornal de Notícias (JN).

Em declarações divulgadas pelo diário, a ministra do Trabalho e da Segurança Social, Ana Mendes Godinho, sustenta que esta foi a forma de assegurar pagamentos “de forma célere”.

Precários denunciam que estão “sem protecção imediata”

Entretanto, a Associação Precários Inflexíveis (API) denuncia que os trabalhadores a recibos verdes estão, neste momento, “sem protecção imediata”, uma vez que só podem pedir os apoios “entre os dias 1 e 10 de Fevereiro”.

“O Governo deve garantir que o apoio chega rapidamente a quem precisa, antecipando para Janeiro o período para submeter os pedidos e assegurando que os pagamentos são feitos nos dias seguintes ao pedido”, apela a API num comunicado.

É inaceitável que, num momento tão crítico e em que é pedido um esforço colectivo para conter a pandemia, os trabalhadores e as trabalhadoras a recibos verdes fiquem sem protecção imediata”, afiança ainda a associação.

A API cita também o “histórico de demoras e indeferimentos injustificados” para salientar que não há sequer “a certeza de que o apoio chegará efectivamente em Fevereiro” nos moldes em que está definido este processo.

Mas “na prática, nenhum apoio está neste momento em efectiva aplicação”, denunciam os Precários, apontando que, neste “momento de urgência”, “o Governo está a deixar para trás milhares de pessoas, que ficam sem uma resposta imediata quando mais precisam”.

A API destaca ainda que a medida se destina apenas “a quem teve quebras em actividades que foram encerradas para combater a pandemia”, o que pode “excluir muitas pessoas que, apesar de não trabalharem numa dessas actividades, se vêm sem rendimentos pelo efeito geral provocado pelo confinamento“.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ora aí está mais uma “boa” medida deste desgoverno!
    Não se esqueçam de voltar a votar nestes profundos incompetentes. Este governo ficará para a história como a maior quadrilha de incompetentes que alguma vez se reuniu numa só organização. Ao pé destes, até o Sócrates era um excelente profissional. Roubava mas fazia obra! Essa é que é essa.

RESPONDER

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …

Navalny chega a colónia penal a leste de Moscovo

O principal opositor do Kremlin chegou, este domingo, a uma zona a cerca de 200 quilómetros a leste de Moscovo para ser transferido para uma colónia penal onde vai cumprir a sua pena, informou um …

Já chegou o voo de repatriamento com 300 passageiros vindos do Brasil

O voo de repatriamento vindo do Brasil chegou, este domingo de manhã, ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, com cerca de 300 passageiros. De acordo com a RTP, o voo de repatriamento vindo de São Paulo, …

Costa imune ao descontrolo da pandemia. Popularidade de Marcelo dispara

A sondagem TSF/JN/DN regista uma avaliação positiva do primeiro-ministro e do Presidente da República, com este a atingir um novo pico de popularidade. Os líderes do PSD e do Chega surgem empatados como principais figuras da …

Mais seis mortos nos protestos em Myanmar. Embaixador na ONU afastado

Seis manifestantes foram mortos em Myanmar, este domingo, por forças de segurança que dispersavam com violência as manifestações pró-democracia. Três manifestantes foram mortos em Dawei (no sul do país), enquanto dois adolescentes, de 18 anos, morreram …

Siza Vieira anuncia que Programa Apoiar vai ser reforçado e alargado

O programa Apoiar, destinado a empresas afetadas pela pandemia da covid-19, vai ser reforçado e alargado a novas situações, anunciou o ministro da Economia, indicando que as medidas vão ser anunciadas na próxima semana. "Queremos reforçar …

Embaixadora deixa Venezuela na terça-feira. UE chama embaixador em Cuba

A embaixadora da União Europeia na Venezuela vai sair do país na terça-feira, informou à agência Lusa fonte diplomática europeia, sem adiantar mais detalhes. Na última quarta-feira, a Venezuela decidiu expulsar Isabel Brilhante Pedrosa, em retaliação …

EUA aprovam vacina unidose da Johnson & Johnson. Nova Zelândia volta ao confinamento

O regulador do medicamento norte-americano aprovou, este sábado, a vacina contra a covid-19 da Johnson & Johnson, a terceira autorizada nos Estados Unidos. A vacina em causa da Johnson & Johnson é de dose única e junta-se …

Estes traços psicológicos podem ajudar a identificar pessoas vulneráveis ao extremismo

As características dos cérebros das pessoas podem oferecer pistas sobre as suas crenças políticas, sugere um novo estudo científico. Num estudo com cerca de 350 cidadãos norte-americanos, uma equipa de investigadores examinou a relação entre as …