Seca leva alguns afegãos a venderem as filhas para comprarem comida

A ONU alertou esta terça-feira que a pior seca há décadas no Afeganistão e a ameaça da fome têm levado alguns afegãos a venderem as filhas para pagarem dívidas ou comprarem comida.

Pelo menos 161 crianças, entre as quais seis rapazes, foram vendidas num período de quatro meses apenas nas províncias afegãs de Herat e de Badghis, atingidas pela seca, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

As crianças têm entre um mês e 16 anos, precisou uma porta-voz da UNICEF, Alison Parker, num encontro com a imprensa em Genebra. Algumas são apenas bebés, mas já estão noivas, disse.

Falando à margem de uma conferência internacional sobre os esforços de reforma do governo afegão, que decorre até quarta-feira no Palácio das Nações, sede da ONU em Genebra, Parker declarou que as crianças que tinham sido interrogadas entre julho e outubro foram “prometidas, casadas ou vendidas porque os pais estavam endividados”.

“Antes da seca, mais de 80% das famílias já estavam endividadas”, disse, adiantando que muitas pessoas que esperavam poder pagar as dívidas após as colheitas não o puderam fazer.

Parker explicou que “a prática do casamento infantil é uma espécie de norma social enraizada no Afeganistão”, que é seguida por 35% da população em todo o país, atingindo nalgumas zonas até 80%.

Presentes em Genebra para a conferência sobre o Afeganistão, membros da sociedade civil afegã expressaram consternação face ao fenómeno das raparigas vendidas. “É muito chocante”, declarou Suraya Pakzad, da organização Voz das Mulheres no Afeganistão. “As pessoas precisam desesperadamente de ajuda. Sobretudo de comida”, adiantou.

De acordo com a ONU, pelo menos três milhões de afegãos estão em risco de fome, devido à seca resultante da falta de chuva e neve no inverno anterior.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) anunciou ter realizado no sábado a primeira “ponte aérea” no oeste do Afeganistão para encaminhar milhares de tendas para os deslocados pelo conflito e a seca. O ACNUR pretende efetuar 12 voos no total, a partir do Paquistão.

A seca e a guerra causaram mais de 250 mil deslocados naquela região do país desde abril, segundo o ACNUR. Atualmente, cerca de 220.000 famílias vivem em alojamentos precários nas províncias de Herat, Basghis e Ghor e, com a aproximação do inverno, o ACNUR diz ter constatado um aumento do número de crianças que morrem.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

GNR detém suspeitos que se fariam passar por enfermeiros para roubar idosos

Numa megaoperação levada a cabo pela GNR, foram detidos 13 suspeitos que se fariam passar por enfermeiros para roubar idosos. As rusgas estão a ser feitas em Lisboa e na Margem Sul. A Guarda Nacional Republicana …

Atrasos no Cartão de Cidadão. Governo culpa quem vai para a porta antes de abrir

A secretária de Estado da Justiça fala no "fenómeno" dos cidadãos que vão aos "mesmos serviços, à mesma hora" para pedir ou renovar o Cartão de Cidadão. Os problemas de atendimento nos registos para tratar do …

EUA impõem duras sanções ao Irão. Zarif diz que estão "sedentos por uma guerra"

O Presidente dos EUA assinou esta segunda-feira um decreto que, referiu, impõe sanções "duras" dirigidas ao Guia Supremo do Irão, ayatollah Ali Khamenei, e círculo próximo, além de um reforço generalizado das medidas punitivas à …

Maternidade Alfredo da Costa só tem anestesistas para cinco dias de urgências em agosto

A Maternidade Alfredo da Costa (MAC) só tem anestesistas para cinco dias de urgências no mês de agosto, escreve o Público esta terça-feira.   De acordo com o matutino, que ouviu várias fontes, a Administração Regional …

Funcionários judiciais querem paralisar tribunais. Inspetores da PJ fazem ultimato

A paralisação de cinco dias alternados começa esta terça-feira e vai até 12 de julho. Os inspetoras da PJ dizem que também fazem greve se não obterem resposta da ministra até ao fim de semana. Esta …

Eduardo regressa ao Sporting de Braga

O guarda-redes é o novo reforço do Sporting de Braga, tendo assinado por duas temporadas, informou esta segunda-feira o clube minhoto da I Liga de futebol. Eduardo, que completa 37 anos em setembro, regressa assim ao …

Austronautas aterram no Cazaquistão após missão na Estação Orbital Internacional

Três astronautas regressaram à Terra, esta terça-feira, depois de uma missão de seis meses a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS). A astronauta norte-americana Anne McClain, o russo Oleg Kononenko e o canadiano David Saint-Jacques pousaram …

IEFP paga até 6500 euros a emigrantes que regressem a Portugal

O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) tem reservados 10 milhões de euros para os emigrantes ou luso-descendentes que queiram regressar a Portugal, podendo o apoio chegar a 6536,4 euros por família. Estão em …

Dois caças chocaram na Alemanha. Um dos pilotos morreu

Dois caças Eurofighters da Força Aérea Alemã chocaram na região do Meclenburgo-Pomerânia, no norte da Alemanha, esta segunda-feira. Um dos pilotos morreu. Os dois aparelhos, pertencentes às Forças Armadas alemãs, embateram junto ao lago Mueritz, perto …

Há 9 mil anos, Çatalhöyük já lidava com problemas urbanos do quotidiano

Há 9 mil anos atrás, Çatalhöyük era uma das maiores comunidades agrícolas do mundo e, segundo um estudo recente, já lidava com violência, problemas ambientais, doença infeciosas, entre outros. Uma equipa de arqueólogos a estudar as …