Seattle vai multar quem desperdiçar comida em casa

jbloom / Flickr

-

Em breve, vai estrear-se nos Estados Unidos uma nova versão do Big Brother: a que vigia o lixo da população.

A autarquia de Seattle, no estado norte-americano de Washington, aprovou por unanimidade uma lei que aplica multas aos cidadãos que encham as latas de lixo com mais de 10% de alimentos orgânicos.

Medir a quantidade de restos de alimentos deitados ao lixo não é lá muito prático, mas segundo a autarquia local, os funcionários municipais serão treinados para realizar a fiscalização.

Qualquer lata de lixo que seja “apanhada em flagrante” com desperdícios de comida será registada num sistema informático – e o seu dono receberá no mês seguinte uma multa, que será cobrada juntamente com a taxa de lixo que os cidadãos de Seattle já pagam periodicamente.

A multa não é por aí além pesada: apenas 1 dólar por cada vez que o cidadão seja apanhado a desperdiçar alimentos.

De acordo com a autarquia, a ideia da nova medida não é aumentar a receita fiscal, mas incentivar as pessoas a comprar com consciência – e a desfazer-se apropriadamente do lixo que produzem.

Prédios residenciais e estabelecimentos comerciais também vão ser fiscalizados, mas para eles a multa é mais cara: 50 dólares.

A medida, que estava já previsto que tivesse sido aplicada em 2015, foi adiada para julho de 2016.

Será que é desta?

ZAP / The Greenest Post

PARTILHAR

RESPONDER

França acaba com máscara no exterior (e Espanha vai pelo mesmo caminho)

Em França, o uso de máscara na rua deixa de ser obrigatório a partir de quinta-feira. Espanha deverá seguir o mesmo caminho "em breve". O uso de máscara no exterior deixa de ser obrigatório em França …

Swissport em Lisboa para tentar comprar a Groundforce

O acionista maioritário da Groundforce, que está a tentar vender a sua participação na empresa de handling, encontra-se agora a negociar com os suíços da Swissport. Depois de o fundo espanhol Atitlan se ter afastado e …

BdP prevê taxa de desemprego de 7,2% e crescimento económico de 4,8%

O Banco de Portugal (BdP) prevê que a taxa de desemprego atinja 7,2% em 2021, recuando para 7,1% em 2022 e 6,8% em 2023, e que o emprego cresça 1,3% este ano. No Boletim Económico de …

Finlândia 0-1 Rússia | Miranchuk recoloca russos na corrida

A anfitriã Rússia conseguiu hoje uma determinante vitória na luta pelo apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao bater a Finlândia por 1-0, em São Petersburgo. No primeiro jogo da segunda jornada …

Nove militares da GNR acusados de tortura

O Ministério Público (MP) do Porto acusou nove militares da GNR dos crimes de tortura e outros tratamentos cruéis, degradantes ou desumanos e sequestro agravado. O Ministério Público (MP) do Porto acusou nove militares da GNR, …

Costa garante que Lisboa terá o mesmo tratamento que os outros concelhos

Esta quarta-feira, num dia em que Portugal registou 1.350 novos casos ( 928 dos quais na região de Lisboa e Vale do Tejo), o primeiro-ministro afirmou que a capital terá o mesmo tratamento que os …

Salgado disposto a pagar à massa falida do GES para ficar isento de cumprir pena

Ricardo Salgado está disposto a pagar à massa falida do GES para ser dispensado de cumprir pena no processo que o irá julgar por três crimes de abuso de confiança, segundo a contestação da defesa …

PJ detém 12 pessoas por suspeitas de corrupção na Câmara de Loures

Entre os detidos pela Polícia Judiciária (PJ) estão dois empreiteiros, um arquiteto, um empresário ligado a uma obra particular e oito fiscais. Através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção e no âmbito de inquérito dirigido …

Casos disparam: 1350 novas infeções e seis óbitos

Nas últimas 24 horas, houve 1.350 novos casos positivos de covid-19 e morreram seis pessoas, segundo os dados do boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal registou 1.350 novos casos e seis óbitos por covid-19 …

Parlamento vai ouvir Medina e ministro dos Negócios Estrangeiros

Fernando Medina e Augusto Santos Silva vão ser ouvidos no Parlamento sobre o caso da partilha de dados pessoais de ativistas russos. O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, e o ministro dos Negócios …