Se beber, conduza (um carro autónomo)

Uma das principais causas de morte no trânsito pode ser resolvida com a ajuda dos carros autónomos. Ou não.

A Comissão Nacional de Transportes da Austrália, um órgão independente com ligações ao Governo do país, sugeriu que as pessoas alcoolizadas ou sob a influência de drogas possam usar veículos autónomos sozinhas, sem que haja um motorista a acompanhar.

Para a NTC, não há diferença entre a entrada de um indivíduo nestas condições num carro que se conduz sozinho ou num táxi conduzido por um motorista. Em ambos os casos, o indivíduo não é capaz de conduzir caso haja necessidade, indicando apenas o caminho a seguir e sendo levado até lá. Trata-se de uma “medida de atualização“, diz a NTC.

Esta não apenas seria uma solução para o número de mortes ao volante – na Austrália, cerca de 1.300 pessoas morrem todos os anos por conduzir sob a influência de álcool ou drogas – mas também o fim de um incómodo para quem trabalha ao volante.

O órgão cita pesquisas informais que indicam que uma das maiores reclamações dos motoristas de serviços como o Uber está precisamente ligada a passageiros bêbados nos carros, seja por causa chamadas e indicações de endereço mal feitas ou por danos causados por pessoas que ficam “indispostas”.

Para lidar com estes problemas, a organização sugere um conjunto de regras que abranjam também os veículos semi-autónomos, ou seja, que ainda precisam de algum tipo de participação humana no seu funcionamento. A ideia é que os serviços de apps apenas possam usar carros que efectivamente funcionam sozinhos, sem intervenção do utilizador.

Além disso, a NTC quer reduzir as responsabilidades de empresas e utilizadores em casos de acidentes com veículos autónomos. A ideia do órgão é que culpar as empresas em casos de mau funcionamento não seria adequado, principalmente no que toca ao fomento da tecnologia, uma vez que impedimentos legais e o receio de processos e pagamentos de indemnizações poderiam travar a adopção deste tipo de inovações.

A ideia, então, seria transferir a responsabilidade para os fabricantes de automoveis e do software de pilotagem. Desta forma, seriam incentivados a criar soluções melhores e mais seguras, tanto para o sistema de localização e funcionamento em si, como também para maior segurança dos passageiros – principalmente os que não têm condições de pegar no volante em caso de necessidade.

A meta do NTC é apresentar uma versão revista da legislação de trânsito da Austrália no primeiro semestre do próximo ano. Em 2016, o país já permitiu a realização de testes de veículos autónomos no seu território, e a expectativa é que os primeiros veículos autónomos comerciais comecem a operar nas ruas do país em meados de 2020.

PARTILHAR

RESPONDER

China. Cientistas testam vacina contra a SIDA em seres humanos

Um grupo de cientistas chineses vai testar uma vacina "duradoura" contra o vírus da sida, em 160 voluntários, na primeira vez que uma vacina deste género atinge a segunda fase de testes, segundo a imprensa …

Empresa de Sérgio Ramos multada em 250 mil euros por cortar dezenas de árvores ilegalmente

A cidade de Alcobendas, em Espanha, decidiu em sessão plenária extraordinária multar a empresa Aguileña de Inversiones SA, veiculada ao futebolista Sérgio Ramos, em 250.000 euros devido ao abate ilegal de dezenas de árvores. Segundo escreve a …

Postal enviado de Hong Kong em 1993 chegou aos Estados Unidos esta semana

Uma norte-americano recebeu, esta semana, um postal oriundo de Hong Kong e datado de 1993 em perfeitas condições de preservação. Agora, falta encontrar os verdadeiros destinatários. Tal como conta a emissora norte-americana CNN, a mulher, Kim …

Além de programas e subscritores, Netflix está a perder (sobretudo) confiança

A Netflix apresentou, neste segundo semestre do ano, um crescimento global aquém das expectativas e, pela primeira vez, assistiu a uma perda de subscritores naquele que é o seu principal mercado. Estes resultados não agradaram …

Criança descobre fóssil de crocodilo gigante pré-histórico que habitou Amazónia

O rapaz de onze anos estava a pescar com o pai, nas margens brasileiras do rio Acre, quando descobriu a mandíbula de um crocodilo gigante pré-histórico que habitou a Amazónia há oito milhões de anos. Uma …

Protestos, detidos e estado de emergência. Um super-telescópio está a agitar o Havai

Centenas de manifestantes estão reunidos, na base da montanha Mauna Kea, no Havai, para contestar a construção no seu pico de um super-telescópio, avaliado em mil milhões de dólares. Segundo o Washington Post, os anciãos havaianos, conhecidos …

A Brienne de A Guerra dos Tronos propôs-se a um Emmy. E conseguiu a nomeação

A atriz Gwendoline Christie, que interpreta a cavaleira Brienne of Tarth em A Guerra dos Tronos, propôs-se a um Emmy depois de a produtora HBO não a ter indicado para os maiores prémios da televisão. Christie …

Espiões nos recreios das escolas para ver se as crianças falavam Catalão

O Governo regional da Catalunha autorizou que elementos de uma organização não governamental se introduzissem nos recreios das escolas para aferirem se as crianças e os professores falavam Catalão ou Espanhol. A iniciativa foi levada a …

Bill Gates já não é o segundo homem mais rico do mundo

O fundador da Microsoft, Bill Gates, já não é o segundo homem mais rico do mundo. Segundo o ranking elaborado pela Bloomberg, o empresário foi destronado pelo francês Bernard Arnaut, dono da empresa de artigos …

Passageira tenta abrir porta do avião em pleno voo e obriga piloto a aterrar de emergência

Uma passageira que se comportou de forma agressiva e descontrolada durante um voo que seguia de Londres para a Turquia obrigou o piloto a regressar ao aeroporto de Stansted, escoltado por dois jatos militares. O incidente …