Scott Kelly ficou mais novo e até cresceu uns centímetros no Espaço

Mark Sowa / NASA

Scott e Mark Kelly, os astronautas gémeos

Scott e Mark Kelly, os astronautas gémeos

Depois de 340 dias a bordo da Estação Espacial Internacional (EEI), o astronauta Scott Kelly regressou (ligeiramente) mais novo.

Scott Kelly regressou na madrugada desta quarta-feira à Terra, com o colega russo Mikhail Kornienko, depois de quase um ano no espaço.

Com a estadia do astronauta norte-americano durante quase um ano na EEI, a NASA tem agora a oportunidade de estudar quais os efeitos no corpo humano de uma longa permanência no espaço.

Enquanto Scott Kelly esteve em órbita, o seu irmão gémeo, Mark Kelly, que foi também astronauta da NASA, participou em estudos genéticos comparativos, no chamado NASA Twins Study.

“Vieram cá a casa regularmente recolher amostras de sangue e de saliva para análise, e eu próprio fui também por várias vezes a Houston, para fazer outro tipo de exames, como ressonâncias magnéticas”, explicou Mark Kelly.

Estes gémeos monozigóticos – “verdadeiros” – vão ajudar os especialistas a identificar melhor as alterações no organismo decorrentes da longa permanência no espaço, através da comparação rigorosa da evolução dos parâmetros fisiológicos e genéticos de cada um tanto no último ano como no regresso de Scott à Terra.

Prevê-se que a longa exposição à gravidade zero pode afetar o corpo humano de muitas maneiras, nomeadamente suscitar alterações na visão, atrofia muscular e perda óssea.

De acordo com cálculos do Quartz, Scott Kelly está 8.6 milisegundos mais novo do que estaria se tivesse ficado na Terra, o que se explica pela Teoria da Relatividade de Albert Einstein que aponta para efeitos diferentes se dois objecto se moverem a velocidades distintas.

Depois de um ano no espaço o astronauta norte-americano também ganhou duas polegadas de altura, o equivalente a 5,08 centímetros, de acordo com a NASA.

No entanto, isto já era esperado pelos investigadores: na ausência de gravidade a coluna vertebral tem tendência para alongar-se – e o efeito deve desaparecer nos nos próximos tempos, agora que regressou à gravidade terrestre.

Este estudo é fundamental para o objetivo de levar o homem a Marte, uma viagem que durará mais de um ano. Outras preocupações que a NASA está a investigar são os níveis de radiação cósmica a que os astronautas estão sujeitos durante longos períodos no espaço.

Antes de abandonar as instalações especiais da Estação Espacial Internacional, o autronauta referiu que ainda estava capaz de aguentar mais 100 dias a bordo, mas que estava pronto para regressar a casa. “Fisicamente sinto-me muito bem. A parte mais complicada é estar isolado das pessoas que estão em terra e que são importantes para nós”.

Para a NASA, de facto, “a psicologia humana é também uma área de investigação importante” neste estudo, atendendo a que os astronautas circulam, na estação espacial, em espaços confinados e estar isolados do resto das pessoas.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos

O empresário Sindika Dokolo faleceu, nesta quinta-feira, no Dubai, aos 48 anos de idade, durante a prática de mergulho. A morte do empresário de origem congolesa já foi confirmada à Lusa por uma fonte ligada à …

Lagostins autoclonados invadiram (e conquistaram) um cemitério na Bélgica

Um cemitério na Bélgica foi completamente invadido por lagostins marmoreado. De acordo com o Instituto Flamengo para Pesquisa da Natureza e da Floresta (INBO), a espécie representa uma grande ameaça para a biodiversidade local. Segundo o …

Benfica 3-0 Standard Liège | “Águia” voa de forma imperial

A noite foi de festa no Estádio da Luz para os cerca de 4875 espectadores – 7,5% por cento da lotação – que se deslocaram ao reduto dos “encarnados” esta quinta-feira. O Benfica venceu por 3-0 …

Urnas abertas no Minecraft. Servem para ensinar os jovens a votar nas eleições

A organização não partidária e sem fins lucrativos Rock the Vote e a empresa criativa Sid Lee uniram-se para criar um servidor de "casa de votação" no popular jogo Minecraft antes das eleições presidenciais de …

Zorya Luhansk 0-2 Braga | “Nota artística” em triunfo minhoto

Dois jogos, duas vitórias para o Sporting de Braga no Grupo G da Liga Europa. Uma entrada de rompante em jogo, com dois golos espectaculares nos primeiros 11 minutos, permitiram aos “arsenalistas” controlar e lidar …

Amostra de ADN desvenda homicídio cometido há quatro décadas

Uma amostra de ADN, colhida de um norte-americano da Carolina do Sul após este ser detido por apontar uma arma, permitiu às autoridades desvendar um caso antigo, identificando-o como principal suspeito do homicídio de uma …

Investigadores portugueses criam simuladores para treinar médicos à distância

Investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) desenvolveram, durante o confinamento, um método para os estudantes treinarem para cenários de emergência sem saírem de casa. Em declarações à Lusa, Carla Sá Couto, do …

Restam apenas dois rinocerontes brancos do norte (mas há uma esperança para salvar a espécie)

Com a morte do último macho em 2018, o rinoceronte branco do norte chegou ao ponto em que não pode ser salvo naturalmente. Com apenas duas fêmeas restantes, a subespécie é agora tida como oficialmente …

Há uma região na América do Norte sem qualquer caso de covid-19. Tem a dimensão do México

Nunavut, uma região localizada no norte do Canadá, continua sem registar nenhum caso de covid-19. A receita para o sucesso tem vários ingredientes, mas as caraterísticas especiais da região e as medidas rígidas tomadas logo …

Site da campanha de Trump foi alvo de ataque. Hackers "fartaram-se das fake news"

O website oficial da campanha presidencial de Donald Trump foi alvo de um ataque informático que o deixou temporariamente desfigurado na noite desta quarta-feira. Os hackers responsáveis substituíram o habitual conteúdo por uma mensagem normalmente utilizada …