Schulz cede a pressão e renuncia ao ministério dos Negócios Estrangeiros

European Parliament / Flickr

Pressionado dentro do partido por ter aceite uma pasta no novo Governo alemão, o social-democrata Martin Schulz anunciou esta sexta-feira que iria abdicar do cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros.

Martin Schulz anunciou esta sexta-feira que não será ministro dos Negócios Estrangeiros do próximo Governo de Angela Merkel. “Renuncio a integrar o governo federal e espero, ao mesmo tempo, que isso ponha fim aos debates pessoais dentro do SPD“, anunciou Schulz em comunicado.

“Todos nós fazemos política para as pessoas deste país, por isso é apropriado que as minhas ambições pessoais deem lugar aos interesses do partido“, referiu. Segundo o Diário de Notícias, uma sondagem do Instituto Forsa mostra que cerca de três quartos dos alemães eram contra Schulz ser ministro dos Negócios Estrangeiros.

No dia a seguir às eleições de 24 de setembro, Schulz afirmou que nunca mais entraria num Governo chefiado por Merkel. No entanto, Martin Schulz tinha sido apontado e tinha aceite chefiar os Negócios Estrangeiros, na sequência do tratado de coligação, fechado na quarta-feira.

Esta decisão de renunciar ao  ministério Negócios Estrangeiros segue-se a dias de pressão por vários membros do SPD.

Sigmar Gabriel, atual ministro dos Negócios Estrangeiros, criticou a intenção de Schulz assumir esta pasta, admitindo que cabe à liderança do partido escolher os nomes dos ministros, embora lamente a forma como foi conduzido esse processo.

“A única coisa que resta, na verdade, é um remorso sobre o quão desrespeitosos nos tornámos um com o outro nas nossas interações e como pouco a palavra de alguém ainda conta”, afirmou Gabriel.

Segundo o DN, Schulz teria garantido a Sigmar Gabriel que este iria continuar no cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros no próximo Governo. No entanto, esta quarta-feira soube-se que o presidente do SPD queria ficar com esta pasta, dia em que anunciou também que iria abandonar a liderança do partido.

Andrea Nahlesm a líder parlamentar do SPD, apontada como sucessora de Schulz à frente do partido, elogiou a atitude do antigo presidente do Parlamento Europeu, afirmando ter “o maior respeito e reconhecimento” pela sua decisão.

Entre os restantes partidos, a reação foi de surpresa ou incredulidade, reporta o DN.  “Teria sido melhor se Schulz tivesse chegado a esta decisão acertada sozinho e não sob pressão. Mas este passo não ajudará muito o SPD”, declarou a líder parlamentar do Die Linke, Sahra Wagenknecht.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …

Inteligência artificial decifra manuscrito que pode mudar história da Austrália

A Terra Australis Incognita, hoje conhecida como Austrália, foi descrita por um jesuíta espanhol quase cem anos antes da descoberta em 1770 pelo marinheiro britânico James Cook, segundo um manuscrito decifrado através de inteligência artificial. A …