Schulz cede a pressão e renuncia ao ministério dos Negócios Estrangeiros

European Parliament / Flickr

Pressionado dentro do partido por ter aceite uma pasta no novo Governo alemão, o social-democrata Martin Schulz anunciou esta sexta-feira que iria abdicar do cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros.

Martin Schulz anunciou esta sexta-feira que não será ministro dos Negócios Estrangeiros do próximo Governo de Angela Merkel. “Renuncio a integrar o governo federal e espero, ao mesmo tempo, que isso ponha fim aos debates pessoais dentro do SPD“, anunciou Schulz em comunicado.

“Todos nós fazemos política para as pessoas deste país, por isso é apropriado que as minhas ambições pessoais deem lugar aos interesses do partido“, referiu. Segundo o Diário de Notícias, uma sondagem do Instituto Forsa mostra que cerca de três quartos dos alemães eram contra Schulz ser ministro dos Negócios Estrangeiros.

No dia a seguir às eleições de 24 de setembro, Schulz afirmou que nunca mais entraria num Governo chefiado por Merkel. No entanto, Martin Schulz tinha sido apontado e tinha aceite chefiar os Negócios Estrangeiros, na sequência do tratado de coligação, fechado na quarta-feira.

Esta decisão de renunciar ao  ministério Negócios Estrangeiros segue-se a dias de pressão por vários membros do SPD.

Sigmar Gabriel, atual ministro dos Negócios Estrangeiros, criticou a intenção de Schulz assumir esta pasta, admitindo que cabe à liderança do partido escolher os nomes dos ministros, embora lamente a forma como foi conduzido esse processo.

“A única coisa que resta, na verdade, é um remorso sobre o quão desrespeitosos nos tornámos um com o outro nas nossas interações e como pouco a palavra de alguém ainda conta”, afirmou Gabriel.

Segundo o DN, Schulz teria garantido a Sigmar Gabriel que este iria continuar no cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros no próximo Governo. No entanto, esta quarta-feira soube-se que o presidente do SPD queria ficar com esta pasta, dia em que anunciou também que iria abandonar a liderança do partido.

Andrea Nahlesm a líder parlamentar do SPD, apontada como sucessora de Schulz à frente do partido, elogiou a atitude do antigo presidente do Parlamento Europeu, afirmando ter “o maior respeito e reconhecimento” pela sua decisão.

Entre os restantes partidos, a reação foi de surpresa ou incredulidade, reporta o DN.  “Teria sido melhor se Schulz tivesse chegado a esta decisão acertada sozinho e não sob pressão. Mas este passo não ajudará muito o SPD”, declarou a líder parlamentar do Die Linke, Sahra Wagenknecht.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Guardas da Revolução do Irão prometem vingar morte do general Soleimani

O chefe dos Guardas da Revolução, o exército ideológico do Irão, garantiu hoje que a morte do general Qassem Soleimani, alvo de um raide aéreo dos Estados Unidos, será vingada em “todos os seus implicados”. “Senhor …

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …

Portugal com 849 novas infecções por covid-19. Há 20.722 casos activos

Portugal registou 849 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mantendo-se a tendência de subida verificada nos dias anteriores. Mas o número de pacientes recuperados também não era tão alto desde Julho. O boletim da …

A Grândola Vila Morena abafou "a maior marcha alguma vez vista" do Chega

Com a Praça do Giraldo, em Évora, dividida por barreiras anti-motim, os participantes da concentração "Pela Liberdade" receberam os apoiantes do Chega de André Ventura ao som de "Grândola Vila Morena" e empunhando cravos vermelhos …

Pandemia assola Irão. EUA com mais 888 mortos. 19 países europeus bateram recorde de casos

Naquele que é o número mais elevado de casos diários desde abril, a Alemanha registou 2.297 novos contágios, 19 países europeus já ultrapassaram o recorde de casos do pico da pandemia. O Irão ultrapassou as …

Rangel "é um turista do carago". SMS atestam que Vieira usou Benfica em "benefício pessoal"

Luís Filipe Vieira é um dos acusados da Operação Lex, com o Ministério Público (MP) a alegar que o presidente do Benfica utilizou o clube em "benefício pessoal" para obter uma cunha do juiz Rui Rangel. O …

Farmácias em risco de não ter vacinas da gripe para tantos pedidos

As farmácias privadas receiam não ter doses suficientes de vacina contra a gripe para dar resposta a todos os pedidos. As encomendas da vacina já sãocinco vezes mais do que as registadas em 2019. A preocupação …

É responsabilidade a mais. Médicos não querem integrar Brigadas Rápidas dos lares

Está a ser difícil contratar médicos para as Brigadas de Intervenção Rápida dos lares que foram anunciadas pelo Governo. Mesmo a receberem acima da tabela de pagamentos, os médicos receiam a falta de condições e …

Restrições a turistas suavizadas. Finlândia tenta salvar a Lapónia (e a época de inverno)

A Finlândia, que vê o turismo estrangeiro em perigo na Lapónia, permite a partir de hoje a entrada de turistas de cerca de vinte países sem terem de fazer quarentena. As medidas surgem numa altura em …

"Foi uma vergonha". PS em choque com saída de Jamila e com o poder de Temido

A saída de Jamila Madeira do cargo de secretária de Estado Adjunta e da Saúde, a pedido da ministra Marta Temido, deixou alguns socialistas "arrepiados" e há um desconforto interno com a situação. É mais …