/

SC Braga sem medo dos tubarões da Europa. Carvalhal quer “um Manchester United ou um Tottenham”

Hugo Delgado / Lusa

O Sporting de Braga despediu-se esta quinta-feira da fase de grupos da Liga Europa de futebol com uma vitória, ao bater os ucranianos do Zorya por 2-0, resultado insuficiente para garantir o primeiro lugar no grupo G.

Os arsenalistas dependiam do resultado dos ingleses do Leicester, que, ao vencerem por idêntico resultado na receção aos gregos do AEK Atenas, asseguraram a primeira posição, ficando com o estatuto de cabeças de série no sorteio para os 16 avos de final.

Depois de uma primeira parte sem golos, a equipa bracarense assumiu a sua superioridade após o primeiro quarto de hora da segunda metade, primeiro ao beneficiar de um autogolo de Abu Hanna, aos 61 minutos, e depois com um tento de Ricardo Horta, aos 68.

Com este triunfo, o Sporting de Braga manteve o segundo posto do grupo G, com 13 pontos, os mesmos do Leicester, que venceu o grupo por ter vantagem no confronto direto.

No final da partida, o treinador do SC Braga, mostrou-se contente com a exibição da sua equipa. “Esta é uma vitória que deixa um treinador extremamente feliz. Fizemos várias mudanças e fizemos com que o jogo não fosse tão difícil”, começou por dizer.

“O Zorya é uma equipa muito forte a jogar no último terço e sujeita-se às transições. O que nós conseguimos fazer muito bem é que levámos sempre o jogo para o meio-campo ofensivo. Estavam fora do seu habitat e na primeira parte já merecíamos estar a vencer. Chegámos ao 1-0 com naturalidade e o 2-0 também foi natural devido à nossa fluidez de jogo. Todos os meus jogadores estão preparados para jogar”.

https://twitter.com/SPORTTVPortugal/status/1337167166077067264

O técnico dos arsenalistas abordou ainda o sorteio para os 16 avos de final da competição europeia, dizendo querer uma equipa forte. “Eu quero uma equipa forte. Gostava de ter uma equipa inglesa forte… Um Manchester United, um Tottenham… Os níveis motivacionais iam ser altos, mas é uma questão de preferência. Saia quem sair, vamos lutar para estar na próxima fase, isso é certo”, garantiu.

O extremo bracarense Ricardo Horta mostrou-se também feliz com o resultado no final da partida, frisando que a competição está a tornar-se numa quase de Liga dos Campeões, sublinhando a qualidade das equipas ainda em prova.

O foco principal era a nossa vitória. Tínhamos de esperar que o Leicester não ganhasse, mas foi uma grande fase de grupos. Esta Liga Europa está a tornar-se quase uma Liga dos Campeões. Como clube queremos andar no meio desses grandes clubes e agora vamos ver o sorteio”, afirmou, dizendo que a equipa não teme os “tubarões”.

“Como disse esta Liga Europa é quase uma Liga dos Campeões. Vamos valorizar ao máximo o clube e sem medo nenhum destes tubarões”, rematou.

O sorteio para a próxima fase da Liga Europa realiza-se na próxima segunda-feira.

https://twitter.com/ElevenSports_PT/status/1336966341140602880

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.