Fortes dores de costas e não sente uma perna. Saúde de Navalny tem-se deteriorado na prisão

A advogada do opositor russo Alexei Navalny, que cumpre atualmente uma pena de dois anos e meio de prisão, afirmou hoje que a sua saúde se tem deteriorado desde que foi enviado para uma colónia penitenciária.

Olga Mikhailova, uma das advogadas do principal crítico do Kremlin, indicou à agência noticiosa AFP que Navalny se queixa de “fortes dores nas costas”, acrescentando que na terça-feira deixou de sentir uma das pernas.

O opositor foi analisado por um neurologista que não divulgou o seu diagnóstico, apenas referindo que lhe receitou comprimidos de Ibuprofen, um medicamento anti-inflamatório.

“É esse todo o tratamento”, lamentou a advogada, ao sugerir que os comprimidos não ajudaram o detido. “Não sei o que se passa com ele. Deveria ser visto por um verdadeiro médico”, acrescentou Mikhailova.

A advogada indicou ainda que hoje não teve acesso ao seu cliente, detido numa colónia penitenciária de Pokrov, 100 quilómetros a leste de Moscovo e considerada uma das mais duras da Rússia.

Leonid Volkov, um dos principais colaboradores de Navalny, considerou por sua vez que a administração penitenciária procurará ocultar a eventual transferência do opositor para a enfermaria.

“Não sabemos onde se encontra Navalny nem o motivo por que o escondem dos seus advogados”, escreveu na rede social Facebook.

Uma outra colaboradora, Maria Pevtchikh, manifestou-se “extremamente preocupada” pela “rápida deterioração do seu estado de saúde”.

“Pensamos que a vida de Navalny está em perigo e exigimos que tenha acesso aos seus advogados”, escreveu no Twitter.

Entretanto, o opositor russo indicou numa queixa aos serviços de segurança russos que os guardas do centro penitenciário estão a privá-lo do sono, o que considera ser uma forma de tortura.

“Privam-me do sono, trata-se de facto de um recurso à tortura por privação do sono”, escreveu num texto hoje publicado na sua página digital, explicando que é acordado “oito vezes por noite” pelos guardas.

Alexei Navalny, 44 anos, ativista anticorrupção e principal opositor ao Presidente Vladimir Putin, sobreviveu em 2020 a um envenenamento com Novitchok, um agente neurotóxico desenvolvido na época soviética para fins militares, e que o colocou em estado de coma.

De regresso à Rússia em janeiro passado após uma longa convalescença na Alemanha, foi de imediato detido e condenado num caso de fraude ocorrido em 2014, que denuncia como politicamente motivado.

Desde a sua chegada ao campo de Pokrov, Navalny descreveu por duas vezes nas redes sociais as condições de detenção, afirmando que o seu quotidiano era comparável à de um ‘Stormtrooper’ na “versão russa da Guerra das Estrelas”, devido à rígida disciplina em vigor.

Nesse relato, associou a colónia penitenciária a um “campo de concentração”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Era como se a morte estivesse num copo." No século XVIII, o gin estava a arruinar a Inglaterra

A bebida alcoólica tornou-se tão popular no Reino Unido que os empresários começaram a utilizar todo o tipo de aditivos para enriquecerem. No século XVIII, o gin tornou-se a maior droga que o homem poderia consumir …

Vacinar animais contra a covid-19? Dezenas de zoos nos EUA estão a avançar com a ideia

Cerca de 70 jardins zoológicos e espaços de conservação nos Estados Unidos estão a administrar a vacina da farmcêutica veterinária Zoetis aos seus animais. Não são só os humanos que estão a ser vacinados contra a …

Lewis Hamilton: "Eu não disse que estava a morrer"

Acidente com Max Verstappen originou dores no campeão; Helmut Marko disse que já era "espectáculo" a mais. Troca de palavras entre os dois candidatos ao título. Como se esperava, o acidente que envolveu Lewis Hamilton e …

Autorretrato de Frida Kahlo deverá ser vendido por um valor recorde de 30 milhões de dólares

A Sotheby’s espera ultrapassar os 30 milhões de dólares (mais de 25 milhões de euros) com o autorretrato da pintora mexicana Frida Kahlo, no qual aparece também o seu marido Diego Rivera. O autorretrato Diego y …

David Luiz: "Um dos dias mais especiais da minha vida" - e ainda se fala sobre Jorge Jesus

Flamengo ficou mais próximo de mais uma final da Libertadores, depois de derrotar o Barcelona de Guayaquil. David Luiz estreou-se. O Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2-0, na primeira "mão" das meias-finais da Copa …

Iémen. Escassez de alimentos empurra 16 milhões de pessoas para a fome, revela ONU

Pelo menos 5 milhões de pessoas no Iémen estão à beira da fome e outros 16 milhões estão "a caminhar para a fome", num país dilacerado pela guerra civil. O Programa Mundial de Alimentos (WFP, na …

Presidente da Tunísia governará por decreto, ignorando partes da constituição

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, declarou que governará por decreto e ignorará partes da constituição, enquanto se prepara para mudar o sistema político, gerando críticas imediatas da oposição. Desde 25 de julho, dia em que …

Alemanha deixa de pagar quarentena a trabalhadores não vacinados

A Alemanha vai deixar de indemnizar trabalhadores não vacinados que forem forçados a quarentena devido ao coronavírus, por ser "injusto pedir aos contribuintes que subsidiem aqueles que se recusam a ser vacinados", disse na quarta-feira …

Governo acaba com recomendação do teletrabalho

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a recomendação da opção pelo teletrabalho e eliminar a testagem em locais de trabalho com mais de 150 trabalhadores. Estas medidas integram a terceira e última fase do plano …

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …