Dois satélites da NASA estão perdidos para lá de Marte (e ninguém sabe o que aconteceu)

ATG Medialab / ESA

Dois satélites de comunicação da missão da NASA Mars Cube One, o MarCO-A e o MarCO-B, mantêm-se silenciosos além de Marte. Os especialistas neste momento não têm certeza qual a razão da interrupção nas comunicações.

Denominados WALL-E e EVE em honra do filme de animação “WALL-E”, tratam-se de aparelhos de tamanho de uma mala e de formato CubeSat. Lançados no ano passado, “parecem ter alcançado o seu limite” depois de viajarem além do Planeta Vermelho, segundo o comunicado da agência. Não há comunicação com eles há mais de um mês e os engenheiros da NASA creem que seja pouco provável que se recupere.

O MarCO-A e o MarCO-B serviram como retransmissores de comunicação durante o pouso em Marte de outra missão da NASA, da sonda InSight. O aparelho WALL-E enviou imagens impressionantes do Planeta Vermelho, enquanto o EVE realizava trabalhos de radiologia.

A última vez que o WALL-E enviou algo foi a 29 de dezembro e o EVE a 4 de janeiro. Segundo os cálculos da trajetória, o primeiro deve encontrar-se agora a uma distância de mais de 1,6 milhões de quilómetros de Marte e o segundo a quase 3,2 milhões de quilómetros.

Neste momento os especialistas da NASA admitem diferentes hipóteses sobre a razão da perda de contacto com a missão.

O comunicado assinalou que WALL-E tem fugas no propulsor e sugere que certos problemas com o controlo de atividade possam ter afetado a capacidade de enviar e receber comandos. Outro problema poderiam ser os sensores de luminosidade que permitem que os satélites se mantenham apontados ao Sol e recarregarem as baterias.

Em qualquer caso, inclusive se os engenheiros não conseguirem restabelecer o contacto, a NASA considera o seu trabalho bem-sucedido. “Esta missão sempre consistiu em ampliar os limites da tecnologia pequena e ver até onde podia chegar“, enquanto “os futuros CubeSats poderiam ir mais longe”, indicou o engenheiro chefe da missão Andy Klesh. “Há um grande potencial nestes pequenos aparelhos”, concluiu outro especialista, John Baker.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cria de lobo-marinho voltou a aparecer no areal do Porto Santo

A cria de lobo-marinho que tem feito do areal da ilha do Porto Santo o seu local de descanso voltou a aparecer hoje, depois de ter desaparecido desde terça-feira à noite. A bióloga Rosa Pires, do …

Há um fóssil único de tiranossauro bebé à venda no eBay (e os cientistas estão indignados)

O esqueleto "único" de um filhote de tiranossauto (Tyrannosaurus rex) com mais de 60 milhões de anos foi posto à venda na plataforma eBay nos Estados Unidos. O vendedor pede quase 3 milhões de dólares …

Agência francesa adverte: troque ibuprofeno por paracetamol

A agência francesa do medicamento ANSM fez uma advertência a médicos e pacientes sobre riscos decorrentes do uso do ibuprofeno e do cetoprofeno, que podem agravar infeções em tratamento, e pediu uma investigação a nível …

"Lendária" e misteriosa espécie de orca avistada por cientistas

Cientistas admitem o possível avistamento de uma das espécies de orca mais misteriosas da natureza. A orca é conhecida como o "Tipo D", mas muito raramente foi vista ou ouvida. A orca foi avistada no Cabo …

Nacional vs Sporting | Triunfo curto para tanto domínio

O Sporting foi à Madeira somar a sua sétima vitória consecutiva na Liga NOS. No terreno do Nacional, os “leões” ganharam por 1-0, num jogo em que o resultado não espelha a grande superioridade da …

Titã pode ter "lagos fantasmas" e cavernas

Titã, a lua e Saturno, é surpreendentemente semelhante à Terra. Tem lagos, rios e oceanos profundos (e possivelmente cavernas) que poderiam sustentar vida. Em Titã, a chuva não é água, mas sim metano líquido. Duas …

As barbas podem ter mais bactérias do que o pêlo dos cães

Uma equipa de investigadores suíços descobriu que as barbas podem ter mais micróbios prejudiciais à saúde humana do que o pêlo dos cães. Uma recente investigação realizada pela clínica Hirslanden, na Suíça, descobriu que as barbas …

Há uma cidade onde é proibido morrer

Longyearbyen, capital do arquipélago de Svalbard, na Noruega, deu o passo muito incomum de proibir a morte naquela região. Desde 1950, ninguém está legalmente autorizado a morrer na cidade. Até uma pessoa que lá tenha vivido …

Este ano já morreram 129 pessoas na estrada. O telemóvel leva as culpas

A Secretaria de Estado da Proteção Civil informou hoje que morreram 129 pessoas nas estradas portuguesas, menos uma morte do que em período homólogo de 2018 e o telemóvel ao volante tem contribuído para aumento …

Musk ganha 40 mil vezes mais que os seus empregados (mas não levanta os cheques)

Elon Musk, o criador da Tesla, ganha 40 mil vezes mais do que a média dos seus trabalhadores. Por outro lado, o multimilionário Warren Buffett recebe sete vezes menos que os seus trabalhadores. Os dados divulgados …