Satélite mexicano e lançador russo desintegraram-se na atmosfera

rt.com

Satélite mexicano MexSat Centenario lançado por um Proton russo

Satélite mexicano MexSat Centenario lançado por um Proton russo

O satélite de comunicações mexicano Centenario desintegrou-se este sábado na atmosfera, poucos minutos depois de ser lançado, juntando-se a outros casos de fracassos no programa espacial russo.

Menos de 10 minutos depois do lançamento no espaço de Cosmódromo de Baikonur, cidade do Cazaquistão, o Mexsat-1 desviou-se da órbita prevista e perdeu contacto com a terra, desintegrando-se em seguida, ao atingir camadas mais densas da atmosfera.

A agência espacial russa informou que o foguetão Proton-M com o satélite mexicano, que teria um tempo de vida de 15 anos, caiu depois de se ter registado um problema no mecanismo.

O acidente correu a um altitude de 161 quilómetros, e a agência russa refere que o satélite “desintegrou-se quase completamente na atmosfera” e até agora “não houve relatos de queda de fragmentos” que não se tenham queimado.

No entanto, as autoridades russas enviaram helicópteros de emergência para a região do lago Baikal, onde os residentes dizem ter ouvido uma explosão.

Representantes mexicanos estavam em Baikonur para assistir ao lançamento que tinha como objetivo modernizar as comunicações e colocar o país na vanguarda das tecnologias de satélites.

Os restos do foguetão, que contêm várias toneladas de combustível tóxico, caíram na Terra na região da Sibéria, disseram fontes da indústria espacial, citadas pela agência France Press.

Uma comissão com representantes de várias entidades relacionadas com a indústria espacial vai investigar o acidente e “tomar as decisões adequadas”, segundo a agência espacial.

Nos últimos anos, o setor espacial russo tem registado vários fracassos, como a falha na colocação em órbita de satélites de comunicação ou a perda de uma sonda enviada em direção a um satélite de Marte.

O último caso de insucesso tinha ocorrido já na madrugada de hoje quando o cargueiro espacial Progress não conseguiu corrigir a órbita da Estação Espacial Internacional, e antes, a 28 de abril, registou-se a destruição de outra nave que levava alimentos e oxigénio aos habitantes da plataforma orbital.

No verão de 2013, um foguetão Proton que transportava três satélites Glonass, o futuro sistema de navegação por satélite russo, também explodiu na descolagem.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Avião russo invade espaço aéreo da Estónia pela sexta vez este ano

A Estónia informou na quinta-feira que um avião da força aérea russa violou o seu espaço aéreo, sendo o sexto incidente do género este ano. A intrusão terá ocorrido ao meio-dia de quarta-feira, quando o avião …

Abel montou uma "equipa pequena, a jogar sempre com receio"

Opinião proveniente do Brasil lamenta a forma como o campeão sul-americano se apresenta em campo. É campeão sul-americano, por ter vencido a última Copa Libertadores, está a um jogo de estar novamente na final da Libertadores …

Pandemia com tendência decrescente nos serviços de saúde e na mortalidade

Portugal regista uma situação pandémica de “intensidade moderada”, mas com uma tendência decrescente da pressão sobre os serviços de saúde e na mortalidade associada à covid-19, refere o relatório das “linhas vermelhas” hoje divulgado. Segundo a …

Vacinas da gripe vão ser dadas nos centros de vacinação covid-19

Os centros de vacinação usados para administrar as vacinas contra a covid-19 vão também passar a ser usados para vacinar contra a gripe. Numa nota enviada às redações, a task force anunciou que os centros de …

Irmã de Kim Jong-un diz que acabar com a Guerra da Coreia é uma "ideia admirável"

Esta sexta-feira, Kim Yo-jong, irmã do líder norte-coreano Kim Jong-un, disse que o país está disposto a retomar as conversações com a Coreia do Sul se o vizinho não provocar o Norte com políticas hostis. Ri …

"Que se lixe o Congresso", diz líder do CDS

O líder centrista Francisco Rodrigues dos Santos disse não estar "minimamente preocupado" nem "concentrado em táticas para congressos internos". O presidente do CDS disse esta sexta-feira que não está “minimamente preocupado” com a próxima reunião magna …

Detidos CEO e chairman do grupo HNA, antigo acionista da TAP

Chen Feng e Tan Xiangdon, o chairmain e o CEO do grupo HNA, que já deteve uma participação na TAP, foram detidos esta sexta-feira.  O chairmain e o CEO do grupo HNA terão sido detidos na …

OMS inclui mais dois medicamentos nas recomendações para tratamento

A Organização Mundial de Saúde (OMS) acrescentou na quinta-feira dois medicamentos à lista de fármacos admitidos para tratamento da covid-19 e pediu à farmacêutica que os produz para baixar os preços e levantar as patentes. O …

Puigdemont em liberdade, mas com proibição de sair da Sardenha

O Tribunal de Recurso de Sassari decidiu, esta sexta-feira, deixar em liberdade o ex-presidente catalão Carles Puigdemont. Enquanto decorrer o processo judicial, não pode sair da ilha italiana. Carles Puigdemont saiu em liberdade esta sexta-feira, depois …

Centenas de pessoas protestam em Barcelona contra a prisão de Puigdemont em Itália

Centenas de pessoas reuniram-se próximo do consulado italiano em Barcelona em protesto contra a prisão de Carles Puigdemont. Centenas de pessoas reuniram-se esta sexta-feira próximo do consulado italiano em Barcelona, guardado por um forte dispositivo da …