O satélite Gaia anda à procura de estrelas, mas também encontra asteróides

ESA / Gaia / DPAC

O satélite Gaia, da Agência Espacial Europeia (ESA), descobriu três novos asteróides entre os milhares que estão perto do planeta Terra.

O satélite Gaia vasculha os céus para mapear os milhares de milhões de estrelas que compõem a Via Láctea. Mas, enquanto cumpre a sua tarefa, o satélite da Agência Espacial Europeia (ESA) também se cruza com corpos celestes mais próximos de nós, nomeadamente asteróides.

A grande maioria dos asteróides já tinham sido identificados, mas Gaia acrescentou novidades à lista, tendo descoberto três novos asteróides, até agora desconhecidos pelos astrónomos.

Os asteróides são rochas espaciais remanescentes do Sistema Solar primitivo. Ao estudá-los, os cientistas conseguem traçar um quadro do que parecia ser o nosso Sistema Solar há milhares de milhões de anos – um retrato verdadeiramente estimulante para os entusiastas da astronomia.

Em comunicado, a ESA informou que os três asteróides descobertos pelo satélite têm trajetórias incomuns no Espaço. Enquanto o Sol e os planetas orbitam no espaço tridimensional, as órbitas convergem numa “superfície plana”, quase como se tudo o resto estivesse a orbitar em cima de uma plana do tamanho de um sistema solar.

Segundo o Space, a trajetória destes três asteróides é inclinada (cerca de 15 graus, ou até mais) em comparação com o plano do Sistema Solar.

“Esta população de asteróides de alta inclinação é menos estudada, uma vez que a maioria das pesquisas tende a concentrar-se no plano em que a maioria dos asteróides se insere”, explica a ESA. “Mas Gaia consegue observá-los prontamente, pelo que é possível que, no futuro, o satélite encontre mais objetos, contribuindo com novas informações para estudar as suas propriedades.”

A ESA explica que a maioria dos asteróides representados na imagem (que aparecem a vermelho e laranja) encontram-se no cinturão principal, entre as órbitas de Marte e Júpiter. Por sua vez, a vermelho escuro surgem os asteróides Troianos, que se encontram em redor da órbita de Júpiter.

A amarelo, no centro da imagem, observamos as órbitas de vários asteróides perto da Terra, situados a menos de 1,3 unidades astronómicas (ua) do Sol. No meio das órbitas de milhares de asteróides, há três que ainda não tinham sido descobertos. Assinalados a cinzento, representam a primeira descoberta deste género do satélite da ESA.

Estes novos corpos foram descobertos em dezembro de 2018, confirmando-se agora mediante observações de acompanhamento realizadas pelo Haute-Provence Observatory em França, que permitiram aos investigadores determinar as suas órbitas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal tem o segundo melhor ataque do Euro. E a terceira pior defesa

Fechada a segunda jornada da fase de Grupos do Euro 2020, a seleção nacional tem o segundo melhor ataque da prova, com 5 golos marcados, atrás apenas da Itália. Mas tem também a terceira pior …

Espanha 1-1 Itália | Hino ao desperdício trama La Roja

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, empatou hoje a um golo com a Espanha, em Sevilha, em encontro da segunda jornada do Grupo E do Euro2020, mantendo-se ambas sem vitórias. A formação espanhola, que …

Já pode ajudar a NASA a batizar o manequim que vai até à Lua

A agência espacial norte-americana está a pedir ajuda para batizar o "Moonikin", o manequim que vai a bordo da nave Orion, durante a missão lunar Artemis I, ainda este ano. Quando a nave espacial Orion, da …

Portugal em Europeus: as últimas três derrotas foram (todas) contra a Alemanha

Em 90 minutos, Portugal não era derrotado numa fase final de um Europeu desde a estreia no Europeu 2012. Recorde as seleções que bateram Portugal, até agora. "Já não posso ver os franceses à frente". Esta …

Spotify lança Greenroom (e abre concorrência ao Clubhouse)

O Spotify lançou na quarta-feira, dia 16 de junho, uma app de conversas por áudio em direto chamada Greenroom, uma resposta do gigante sueco de streaming de música à popular plataforma Clubhouse. O Greenroom permite que …

"Médicos de árvores" em Singapura ajudam a preservar os seus pacientes gigantes

Arboristas como Eric Ong são responsáveis pelo bem-estar das milhares de árvores em Singapura. O seu trabalho é essencial para a preservação da natureza. A Singapura é uma cidade-estado insular situada ao sul da Malásia, com …

Novo primeiro-ministro de Israel dá 14 dias a Netanyahu para deixar residência oficial

O novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Benet, deu duas semanas ao antecessor Benjamin Netanyahu para abandonar a residência oficial do chefe de Governo, em Jerusalém, segundo adianta hoje a imprensa local. Benet terá enviado na sexta-feira …

Ponte inca com mais de 500 anos é reconstruída após cair durante a pandemia

Peruanos da comunidade Huinchiri, localizada na região de Cusco, estão a reconstruir uma ponte inca com 500 anos. Esta foi feita a partir de técnicas tradicionais de tecelagem para criar uma passagem sob o Rio …

Portugal 2-4 Alemanha | Reality check ao plano do engenheiro

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, caiu hoje para o terceiro lugar do Grupo F do Euro2020, ao perder por 4-2 com a Alemanha, em encontro da segunda jornada, disputado no Allianz Arena, …

Pandemia mostrou “falta de proteção das mulheres”

A pandemia de covid-19 mostrou “a vulnerabilidade e a falta de proteção das mulheres e quão pouco as sociedades se preocupam realmente em proteger elementos-chave em matéria de segurança”, considera Edit Schlaffer, diretora-executiva da Women …