Sarampo: 42 casos confirmados e 117 casos suspeitos

José Sena Goulão / Lusa

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

O número de casos de sarampo confirmados subiu para 42 e o de casos suspeitos para 117, todos na zona norte.

O secretário de Estado Adjunto e de Saúde, Fernando Araújo, afirmou esta manhã que estão confirmados 42 casos de sarampo em Portugal e 117 casos suspeitos, todos na zona norte. Todos os casos confirmados são adultos, exceto um bebé de 12 meses.

Há ainda 39 casos à espera dos resultados laboratoriais e cinco pessoas internadas, apesar de apenas uma ter probabilidade elevada de ter sarampo. Os profissionais de saúde estão a tentar controlar o surto e, até agora, apenas um caso foi registado fora do Grande Porto – trata-se de uma pessoa que esteve em contacto com um doente do Grande Porto.

Há neste momento um “esforço de identificação dos contactos” estabelecidos entre os doentes e outras pessoas. Trata-se de uma “procura ativa” que tem como objetivo “cobrir todo um universo” de contactos, esclareceu, acrescentando que os esforços se concentram nos profissionais de saúde e estudantes de medicina, que tiveram uma exposição superior.

Em entrevista à Renascença, a diretora-geral da saúde, Graça Freitas, já tinha confirmado que o número de casos suspeitos era de 117, “até domingo às 19h00”. Quanto ao número de casos confirmados, a diretora-geral da saúde adiantou que “subiu ligeiramente”, sem avançar com o número concreto.

“Sabemos estes dados, porque são os médicos que fazem o diagnóstico, que notificam os casos numa plataforma nacional e depois o laboratório Ricardo Jorge também notifica nessa plataforma” caso as suspeitas se confirmem, explicou a responsável.

Os últimos casos suspeitos conhecidos surgiram em Coimbra e Braga e estão todos relacionados com o surto que começou no Hospital de Santo António, no Porto, segundo a Renascença. Por precaução, todos os profissionais de saúde do hospital de Braga vão ser vacinados contra o sarampo.

O último boletim emitido pela Direção Geral da Saúde, no domingo ao final do dia, indicava que o número de casos de sarampo confirmados em Portugal, na região Norte, era de 36, num universo de 87 casos suspeitos.

“Dos 87 casos reportados, 36 foram confirmados laboratorialmente pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e 25 foram infirmados, os restantes 26 casos aguardam resultado laboratorial”, segundo o comunicado, que indicava ainda que “todos os casos reportados são adultos, estando um internado em situação clínica estável”.

Ainda segundo o último comunicado divulgado pela DGS, até às 12h00 de domingo foram administradas 890 doses de vacina VASPR (sarampo, papeira e rubéola) a profissionais do Hospital de Santo António.

A DGS recomenda que as pessoas verifiquem os boletins de vacinas e que, caso seja necessário, se vacinem contra o sarampo, recordando tratar-se de “uma das doenças infeciosas mais contagiosas podendo provocar doença grave, principalmente em pessoas não vacinadas”.

No caso de pessoas vacinadas, “a doença pode, eventualmente, surgir, mas com um quadro clínico mais ligeiro e menos contagioso”, enquanto as pessoas que já tiveram sarampo “estão imunizadas e não voltarão a ter”.

A DGS aconselha ainda a “quem esteve em contacto com um caso suspeito de sarampo e tem dúvidas” que ligue para a Linha Saúde 24 (número 808 24 24 24).

Menos de dois anos depois de Portugal ser reconhecido oficialmente como estando livre de sarampo, o país depara-se com o terceiro surto da doença no espaço de um ano, depois de dois surtos simultâneos em 2017, que infetaram quase 30 pessoas e levaram à morte de uma jovem de 17 anos.

A vacinação é a principal medida de proteção contra o sarampo e neste caso até é gratuita e está incluída no Programa Nacional de Vacinação (PNV). Segundo os dados de 2017, mais de 87% das pessoas que contraíram sarampo não estavam vacinadas.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …

Irão corta acesso à Internet após protestos contra a subida do preço da gasolina

O Irão cortou o acesso à internet no sábado, após os protestos contra o aumento do preço da gasolina, que provocaram fortes confrontos entre manifestantes e forças de segurança. O Irão cortou o acesso à internet …

A maior parte das Testemunhas de Jeová não apresenta queixa em caso de abuso sexual. Mas uma nova lei pode alterar essa realidade

Em casos de abuso sexual dentro organização religiosa Testemunhas de Jeová, a maior parte das vítimas não acusa os agressores por receio de serem excluídas, revelou um artigo da Vice. Agora, uma nova lei norte-americana, …

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …