Sapatos de Michelangelo revelam a altura do artista renascentista

(dr) Casa Museo Buonarroti / Anthropologie

Um novo estudo, com base no calçado usado pelo renascentista Michelangelo, indica que o grande artista era na verdade um homem de baixa estatura.

Recentemente, uma equipa de investigadores italianos examinou três sapatos encontrados na casa de Michelangelo após a sua morte, e que teriam pertencido ao artista renascentista.

As três peças consistem num par de sapatos de couro e num único chinelo de couro, já que o par deste foi roubado em 1873, da coleção do Museu Casa Buonarroti em Florença, Itália.

A análise dos especialistas, escreve o Live Science, é a primeira a estimar as características físicas do artista com base em medidas de objetos pessoais, como é o caso do calçado.

Depois de uma detalhada análise, os investigadores descobriram que Michelangelo – ainda que fosse conhecido por ser um gigante artístico – não media mais do que 1,6 metros de altura.

Embora seja um tamanho irregular para um homem adulto europeu nos padrões dos dias de hoje, na época em que Michelangelo viveu (entre 1475 e 1564) a sua baixa estatura não teria sido incomum, referiram os cientistas do Centro de Pesquisa de Antropologia Forense, Paleopatologia e Bioarqueologia (FAPAB) em Avola, em Itália.

Francesco Galassi e Elena Varotto, investigadores da FAPAB, mediram os sapatos do artista e calcularam as dimensões e a altura dos pés, sendo que os os seus resultados estão em linha com uma descrição de Michelangelo feita pelo artista e escritor do século XVI, Giorgio Vasari.

De acordo com a descrição de Vasari, Michelangelo tinha “ombros largos”, mas o resto do seu corpo era “um tanto esguio em proporção” e a sua estatura era média.

Por outro lado, os sapatos analisados eram semelhantes em tamanho, sugerindo que todos foram usados pela mesma pessoa.

No entanto, embora no passado os sapatos tenham sido atribuídos a Michelangelo, também é possível que estes possam ter pertencido a outro homem que frequentava a casa do artista, podendo tratar-se de um membro da família ou um dos seus descendentes, detalharam os especialistas.

Acredita-se que Michelangelo teve vários problemas de saúde no final da sua vida, mas como os seus restos mortais nunca foram exumados e analisados, é difícil para os investigadores terem certezas sobre a condição do artista quando faleceu aos 88 anos.

Contudo, estudos como este podem ajudar a desvendar alguns enigmas sobre os detalhes físicos de Michelangelo já no fim de sua vida, admitem os autores do estudo.

Os resultados do estudo foram publicados na edição de setembro de 2021 da revista Anthropologie.

  Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Conquistem a vaga no relvado": aviso à UEFA sobre a nova Liga dos Campeões

Associação das Ligas Europeias contra vagas garantidas para clubes que não terminarem o campeonato nacional num dos primeiros lugares. A reunião da Associação das Ligas Europeias de futebol terminou com o reforço de posições públicas contra …

Bloco diz que as suas nove propostas foram rejeitadas. Governo aponta avanços em sete

O Bloco considerou, esta sexta-feira, que o Governo recusou as suas nove propostas para chegar a acordo no Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). O Executivo, por sua vez, considera que há avanços negociais em …

Comissão de inquérito ao Novo Banco. PSD frisa "maioria popular", PS queixa-se de "partidarite"

Os partidos apreciaram, esta sexta-feira, o relatório final da comissão de inquérito ao Novo Banco, aprovado em julho, com o PSD a destacar a "maioria popular" nas conclusões e o PS a criticar a "partidarite" …

"Falta de respeito". Patrões abandonam Concertação Social e pedem audiência a Marcelo

As quatro confederações patronais suspenderam, esta sexta-feira, a sua participação nas reuniões da Concertação Social e decidiram solicitar uma audiência ao Presidente da República, perante a "desconsideração do Governo pelos parceiros sociais" na discussão sobre …

Parlamento aprova diplomas para alargar gratuitidade das creches e "direito ao esquecimento"

O Parlamento aprovou, esta sexta-feira, um projeto-lei para o alargamento da gratuitidade das creches e de soluções equiparadas e ainda um diploma que consagra o "direito ao esquecimento". A Assembleia da República aprovou um projeto-lei do …

Costa está muito empenhado num acordo pelo OE, mas não "a qualquer preço"

O primeiro-ministro disse, esta sexta-feira, que o Governo vai fazer tudo ao seu alcance para chegar a um acordo sobre o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), mas advertiu que "um acordo não se obtém …

Evergrande escapa por um triz ao default e garante o pagamento de juros de 71.7 milhões de euros

A gigante imobiliária chinesa conseguiu cumprir com o pagamento dos juros no limiar do fim da extensão do prazo. No entanto, persistem os receios sobre a possibilidade da crise na China contagiar a economia mundial. A …

Pessoas a andar na rua em Viena, Áustria

Em caso de apagão geral, Áustria é o primeiro país europeu a ter um Plano B(lackout)

E se houvesse um apagão que afetasse todo o continente europeu? O cenário é o argumento que o Ministério da Defesa austríaco tem usado para enviar um aviso à população desde o início deste mês. A …

Só um terço das empresas em Portugal têm gestores com um curso superior

O estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos refere que este valor é negativo para o país já que a formação superior dos gestores está associada à produtividade e há maior probabilidade da empresa começar …

Governo avança com desconto de 10 cêntimos por litro nos combustíveis para as famílias

O Governo vai criar um desconto de dez cêntimos por litro nos combustíveis para todas as famílias, até 50 litros por mês. Uma medida que estará em vigor entre novembro deste ano e março do …