Santana apresenta assessor de Marcelo para eleições europeias de 2019

José Sena Goulão / Lusa

O cabeça de lista às eleições europeias pelo partido Aliança, Paulo Almeida Sande

Santana Lopes apresentou este domingo o assessor do Presidente da República, Paulo Sande, como cabeça de lista do Aliança às eleições europeias, em maio de 2019.

O ex-primeiro-ministro Santana Lopes apresentou este domingo o assessor do Presidente da República, Paulo Sande, especialista em Assuntos Europeus, como cabeça de lista do partido Aliança às eleições europeias, em maio de 2019, por uma “nova atitude em Bruxelas”.

Num hotel em Lisboa, perante cerca de 250 apoiantes, Santana Lopes frisou que “o Aliança nasceu com essa grande preocupação, de um Portugal com outra atitude em Bruxelas”.

“A Aliança considera chocante que parceiros numa União Europeia lucrem com as crises de economias mais moderadas”, continuou, exigindo maior coesão entre os estados-membros.

Sobre Paulo Sande, o ex-presidente do PSD elogiou um “candidato que conhece profundamente a realidade europeia”, assumindo o compromisso do seu novo partido de “renovar as pessoas que intervêm na ação política, optando pela competência e a credibilidade”.

“Somos europeus, mas antes de mais portugueses, amamos o país em que nascemos e acreditamos na União Europeia. Vamos ganhar esse combate”, prometeu Santana Lopes, assumindo ir pedir “aos portugueses uma grande votação”.

O candidato do Aliança, Paulo Sande, prometeu apresentar propostas concretas, mas reservou-as para tempo mais oportuno.

O ex-chefe da delegação do Parlamento Europeu em Portugal referiu ser “simbólico que a Aliança, um novo partido, se apresente pela primeira vez a sufrágio nas próximas eleições europeias”, dado que é “um partido novo para um tempo novo”, quando a “Europa vive tempos difíceis”.

“Não há progresso sem liberdade, não há liberdade sem democracia. Não há futuro digno sem valores”, afirmou, garantindo ir tentar fazer “o melhor que souber e puder para merecer a confiança”.

Segundo Paulo Sande, “nada se conseguirá sem a adesão dos portugueses” e, para tal, é preciso “falar sempre verdade, com rigor e claridade”, fazendo a “separação entre a utopia e o possível”.

Sou um otimista desconfiado. A Europa precisa de Portugal e Portugal ganha em ser membro da União Europeia”, afirmou.

Paulo Sande disse ainda ser um adepto do “realismo” e frisou a importância da “ligação aos portugueses”. Assim, para cumprir esta premissa, o Aliança vai recorrer a “todas as formas possíveis para comunicar”.

O nome de Paulo Sande foi “fechado” há cerca de duas semanas e, segundo apurou o Expresso, Sande não irá aderir à Aliança, será um candidato independente, escolhido com base nos pressupostos de “credibilidade e inovação e de uma cara nova na política”.

“É um candidato de luxo”, comentou Santana Lopes, citado pelo jornal, referindo-se ao curriculum do candidato que “há anos se move nos meios europeus”. Para o combate político, área em que Paulo Sande é inexperiente, Santana Lopes contará “consigo próprio”.

Em declarações à SIC Notícias, Santana Lopes explicou a opção por Paulo Sande como “uma aposta na credibilidade, num candidato que sabe muito bem do que vai tratar”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Demissão em bloco dos chefes de equipa de urgência do hospital D. Estefânia

Os chefes de equipa de urgência do hospital D. Estefânia, em Lisboa, consideram que houve "quebra do compromisso" feito pela instituição de contratar mais médicos. O anúncio, feito esta quarta-feira, refere que os médicos consideram que …

Lidl aumenta salário mínimo para 670 euros

O Lidl decidiu aumentar “para 670 euros o valor do ordenado de entrada” no primeiro ano na empresa, acima do salário mínimo nacional, que é de 600 euros. O Lidl Portugal anunciou esta terça-feira que …

Sindicato dos estivadores prolonga greve até 2019

O Sindicato Nacional dos Estivadores e Atividade Logística (SEAL) vai avançar com o pré-aviso para que a greve às horas extraordinárias dos estivadores do Porto de Setúbal continue em 2019 por tempo indeterminado. A greve às …

Time elege Khashoggi e outros jornalistas "guardiões da verdade" como personalidades do ano

O jornalista saudita Jamal Khashoggi, assassinado a 2 de outubro deste ano no consulado da Arábia Saudita em Istambul, é uma das personalidades do ano eleitas pela revista norte-americana Time. O colunista do Washington Post, voz …

Função Pública: Nova modalidade pré-reforma propõe 25% a 100% do salário-base

O Governo quer avançar com uma nova modalidade de pré-reforma na Função Pública, permitindo assim que os funcionários com 55 anos ou mais possam deixar de trabalhar, mantendo parte do salário. O Governo quer avançar com …

Trump ameaça paralisar Governo caso não consiga fundos para o muro. Norte-americanos preferem que desista

O Presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou nesta terça-feira paralisar o próprio Governo caso não consiga fundos suficiente para a construção do muro na fronteira com o México, iniciativa contestada pelos democratas.  “Se não conseguir o que …

"Coletes Amarelos" chegam a Portugal a 21 de dezembro e querem parar o país

O evento, marcado para o dia 21 de dezembro e inspirado nos "Coletes Amarelos" franceses, ganha cada vez mais dimensão nas redes sociais: mais de 13 mil pessoas confirmaram presença. Depois de França, é a vez …

Ministério Público abre inquérito às incongruências no currículo de candidata à JS

O Ministério Público de Lisboa abriu um inquérito ao casos dos erros e incongruências no currículo de Maria Begonha, candidata à liderança da Juventude Socialista. O Ministério Público abriu um inquérito ao caso dos erros e …

"Agora, só falo de anos aos 100". Ninguém sabe como Marcelo vai celebrar os 70

Marcelo Rebelo de Sousa cumpre hoje 70 anos de vida e, como não é nada habitual, não tem agenda oficial, deixando de lado os compromissos como Presidente da República, e até recusou dar entrevistas, afastando-se …

Atentado em Estrasburgo faz três mortos. Atirador ainda em fuga

A França está em estado de "Alerta Atentado", depois do tiroteio em Estrasburgo. O atirador que matou 3 pessoas estava sinalizado por radicalização e continua em fuga. O movimento "Coletes Amarelos" lança no ar uma …