Saída dos EUA do Acordo de Paris pode gerar aumento de temperatura de 0,3°C

A saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris pode provocar, no pior dos casos, um aumento adicional de 0,3ºC no aquecimento global até ao fim do século, em comparação com os níveis pré-industriais, apontou esta sexta-feira um especialista da Organização Mundial da Meteorologia (OMM).

“Não criamos novos modelos, mas as indicações são que (o impacto no aquecimento global) poderia ter no pior cenário um aumento de 0,3ºC“, apontou o diretor do Departamento de Pesquisa Atmosférica e Meio ambiental da OMM, Deon Terblanche.

“Provavelmente não é o que vai acontecer”, apontou ainda este especialista em clima.

Terblanche explicou que uma redução nas emissões “não levará a uma diminuição da concentração de gases de efeito de estufa na atmosfera, porque isto tem um efeito acumulativo e o CO2 permanece na atmosfera durante centenas de anos“.

A temperatura vai continuar a aumentar em qualquer caso, de modo que teríamos 0,3 graus adicionais no aquecimento devido à saída dos EUA”, indicou.

Com a ‘nega‘ de Donald Trump ao Acordo de Paris, que tem como objetivo evitar que o aquecimento global supere dois graus no final deste século em relação aos níveis pré-industriais, entre outras metas, serão precisos pelo menos três anos para entender e quantificar o impacto exato desta atitude, disse ainda o especialista.

No acordo, adotado por 195 países no ano de 2015, em Paris, e que atualmente está em vigor com a ratificação de 147 estados, incluído os EUA, Washington comprometia-se a reduzir em 2025 as emissões de gases de efeito de estufa entre 26% e 28% relativamente aos níveis de 2005.

Por sua vez, o porta-voz do Grupo Intergovernamental sobre Alterações Climáticas da ONU (IPCC), Jonathan Lynn, disse que “não se sabe qual será a tendência das emissões norte-americanas como resultado desta decisão e há muitos fatores que vão influenciar”.

“É bastante possível que as emissões norte-americanas continuem a cair, estando o país ou não no Acordo de Paris, por exemplo. Há muitas incertezas em torno desta decisão do Presidente dos EUA”, destacou.

“Não é claro neste momento como a saída dos EUA vai afetar as emissões”, apontou o IPPC, cujo porta-voz disse que, em qualquer caso, as provas são “claras” e o clima “está a mudar devido à atividade humana”.

A porta-voz da OMM, Clare Nullis, diz que a implementação do Acordo de Paris depende de forma importante das ações dos países e que a mensagem que os governantes enviaram depois do anúncio de Trump é que “estão preparados para assumir as rédeas“.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Estrada onde morreram 6 pessoas espera por obras há oito anos

A requalificação do Itinerário Complementar 8, onde esta segunda-feira morreram mais seis pessoas numa colisão frontal, já é reclamada há, pelo menos, oito anos. Na edição desta terça-feira, o Jornal de Notícias avança que, há cerca …

Vale e Azevedo fugiu para Londres em jacto privado para escapar à prisão

Vale e Azevedo, ex-presidente do Benfica, fugiu à justiça, para não cumprir mais uma pena de prisão, anuncia o Correio da Manhã. O advogado terá viajado num jacto privado apesar de declarar que vive com …

Preço do petróleo atinge máximos de quatro anos. PIB pode derrapar

O preço do petróleo superou ontem a fasquia dos 80 dólares, o valor mais alto dos últimos quatro anos. A subida pode não ficar por aqui. Só nos últimos 12 meses, o petróleo valorizou cerca de …

Director da PJ Militar e comandante da GNR detidos no caso do roubo de Tancos

A Polícia Judiciária deteve, nesta terça-feira, o director da Polícia Judiciária Militar, coronel Luís Augusto Vieira, e o comandante da GNR de Loulé, sargento Lima Santos, numa investigação relacionada com o furto de armas de …

Taxistas no sétimo dia de protesto. Reunião com assessor de Costa foi "manobra de diversão"

Taxistas de Lisboa, Porto e Faro cumprem o sétimo dia de protesto, mantendo-se os motoristas parados contra a entrada em vigor, a 1 de novembro, da lei que regula as quatro plataformas eletrónicas de transporte …

Professora condenada a 5 anos de prisão por maus tratos a alunos

O Tribunal Judicial de Barcelos condenou, nesta segunda-feira, uma professora de duas escolas do 1.º ciclo do concelho a cinco anos de prisão, com pena suspensa, por dez crimes de maus tratos a alunos menores. A …

Fundadores do Instagram deixam a empresa em rutura com Zuckerberg

Os fundadores do Instagram, Kevin Systrom e Mike Krieger, vão deixar a empresa adquirida pelo Facebook em 2012 para "construir coisas novas". Em causa estarão também algumas tensões com o CEO Mark Zuckerberg.   “Vamos …

Universitários dormem na rua em protesto. "É urgente criar mais residências"

Esta segunda-feira, vários estudantes universitários do Porto dormiram na rua, uma iniciativa que pretende alertar para a situação que se vive devido à falta de alojamento. Estudantes da Universidade do Porto montaram, esta segunda-feira, um acampamento …

Infarmed vai continuar "forever and ever" em Lisboa

O presidente da câmara do Porto, o independente Rui Moreira, disse esta segunda-feira que "o Infarmed vai continuar forever and ever [para todo o sempre] em Lisboa", acusando o Governo, liderado pelo PS, de "sucumbir …

Europa cada vez mais quente. Portugal é o país que menos aqueceu

As temperaturas médias registadas nas cidades europeias estão cada vez mais altas. No topo da lista dos aumentos encontram-se os países nórdicos e no fim da lista as cidades portuguesas. Um estudo do Centro Europeu de …