/

Detetado na Rússia primeiro caso de transmissão a humanos de estirpe da gripe das aves

A Rússia anunciou este sábado que foi detetado o primeiro caso de transmissão a humanos da estirpe H5N8 do vírus da gripe das aves, tendo informado a Organização Mundial de Saúde desta “importante descoberta”.

“O laboratório confirmou o primeiro caso de infeção de uma pessoa pelo vírus do grupo A, a gripe aviária AH5N8”, disse Anna Popova, diretora da agência sanitária russa Rospotrebnadzor.

O vírus foi detetado em sete pessoas infetadas num aviário do sul da Rússia, onde uma epidemia de gripe das aves afetou os animais em dezembro de 2020, adiantou Anna Popova, acrescentando que os doentes “se sentem bem” e não têm complicações.

Foram rapidamente tomadas medidas para controlar a situação” neste foco de infeção, garantiu a responsável, citada pela agência France-Presse.

Apesar de esta estirpe do H5N8 ter cruzado “a barreira intraespécies” e transmitir-se também a pessoas, “esta variante do vírus não é transmitida de pessoa para pessoa atualmente”, declarou Anna Popova, adiantando que a informação já foi remetida à OMS.

Segundo a responsável da agência sanitária, esta descoberta “dá ao mundo tempo para se preparar”, criando testes e uma vacina, “no caso de este vírus se tornar mais patogénico e mais perigoso para o homem, e adquira a capacidade de ser transmitido de pessoa para pessoa”.

Estaríamos, então, totalmente armados e totalmente preparados”, acrescentou.

O vírus da gripe das aves está a espalhar-se em vários países europeus, incluindo França, onde milhões de animais foram abatidos para impedir a progressão da doença.

No passado dia 5 de janeiro, o Ministério da Agricultura francês informou que mais de 200 mil patos tinham sido abatidos no país, para travar a progressão de vários surtos de gripe aviária, tendo ainda avançado que outras 400 mil aves também seriam abatidas preventivamente.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.