Rússia não descarta terrorismo em queda de avião no Mar Negro

Adrian Pingstone / Wikimedia

Avião Tupolev Tu-154 da Russian Airlines

As autoridades russas estão a trabalhar em sete hipóteses diferentes para determinar as causas do acidente que envolveu o avião militar que caiu no domingo no Mar Negro este domingo, e uma delas é a de atentado terrorismo.

Segundo revelou esta quinta-feira o Ministério da Defesa da Rússia, a hipótese de um acto de terrorismo é uma das que está a ser considerada como causa da queda, este domingo, de avião militar russo Tupolev Tu-154.

Embora os dados recolhidos pelas caixas-pretas  permitam concluir que não houve explosão a bordo da aeronave, está a ser considerada a possibilidade de falha mecânica provocada de forma propositada.

“Após uma primeira análise das caixas-pretas, concluímos que não houve explosão a bordo. Mas, além de uma explosão, poderia haver uma ação mecânica de qualquer tipo”, disse o chefe de segurança das Forças Aeroespaciais da Rússia, Sergei Bainetov, citado pela agênca EFE.

“Um atentado terrorista não tem que estar necessariamente associado a uma explosão a bordo”, explicou Bainetov.

“Cada acidente aéreo tem muitos aspectos. As causas podem ser apontadas tanto a um factor humano, como a aspectos técnicas ou às condições externas”, afirmou o militar.

No início das investigações sobre as circunstâncias do acidente, a comissão governamental trabalhava com mais de 15 hipóteses para o ocorrido. No entanto, após uma primeira análise das duas caixas-pretas, as possibilidades foram reduzidas a 7, entre elas a de atentado terrorista.

As primeiras conclusões oficiais sobre as causas da tragédia só serão conhecidas dentro de um mês.

A primeira análise à caixa negra do avião, encontrada esta terça-feira, apontava para erro humano.

No entanto, as autoridades confirmaram que houve um falha técnica instantes antes da queda do avião no mar.

“É óbvio que houve um falha técnica, mas as suas causas devem ser esclarecidas pelos especialistas”, disse o ministro dos Transportes da Rússia, Maxim Sokolov.

O Tu-154 militar russo caiu nas águas do Mar Negro instantes após partir do aeroporto da cidade de Sochi, onde tinha feito uma breve escala para reabastecer combustível.

A bordo da aeronave viajavam 64 membros do Coro do Exército Vermelho da Rússia, 9 jornalistas, 8 militares, 8 tripulantes, 2 funcionários e a famosa médica Elizaveta Glinka.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vacina russa chama-se "Sputnik V" e foi já pedida por 20 países

A vacina russa contra a covid-19, cujo registo foi esta terça-feira anunciado pelo Presidente, Vladimir Putin, chama-se "Sputnik V", vai começar a ser fabricada em setembro e já foi encomendada por 20 países. De acordo com …

Rui Pinto no Twitter: "Travessia do deserto” terminou mas a “luta continua”

Rui Pinto assumiu que a “árdua e longa ‘travessia do deserto’” chegou ao fim, aludindo à sua libertação, mas avisou que “a luta continua”, pois Portugal “continua um paraíso para a grande corrupção” e branqueamento …

PJ deteve suspeita de atear fogo florestal no Parque Nacional da Peneda-Gerês

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve uma mulher de 57 anos suspeita de atear um incêndio florestal registado em 4 de agosto no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), no concelho de Terras de Bouro. Em …

Mais duas mortes e 120 novos casos. Lisboa com 60% dos novos infetados

Portugal regista esta segunda-feira mais duas mortes, 120 novos casos de infeção por covid-19 e 160 curados em relação a segunda-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de pessoas internadas é …

Encontrado cadáver com 30 anos em mansão abandonada em Paris

As obras de reforma numa mansão abandonada em Paris tiveram de ser suspensas inesperadamente depois de trabalhadores terem descoberto um cadáver a decompor-se na cave há 30 anos. De acordo com o jornal britânico The Guardian, …

Quase cem mil crianças contraíram a covid-19 em apenas duas semanas nos Estados Unidos

Noventa e sete mil crianças norte-americanas foram identificadas como infetadas com o novo coronavírus (covid-19) nas últimas semanas de julho. Os números relativos a estas duas semanas são avançados pela empresa norte-americana, que cita um relatório …

A1 terá novo acesso em Grijó no sentido sul/norte em 2021

A autoestrada A1 terá em 2021 um novo acesso em Grijó, concelho de Vila Nova de Gaia, no sentido sul/norte, revelou esta segunda-feira o presidente da autarquia que acredita que, com este projeto, o nó …

Tiros em frente à Casa Branca levam à retirada de Trump de conferência de imprensa

Um agente do Serviço Secreto retirou, esta segunda-feira, o Presidente norte-americano da sala na Casa Banca na qual estava a começar uma conferência de imprensa. O período em que Donald Trump esteve fora da sala foi …

Nani candidato a melhor jogador nos Estados Unidos

Internacional português e o colega João Moutinho (este para melhor jovem) estão na corrida para os prémios e também para o onze. Os futebolistas portugueses Nani e João Moutinho, ambos do Orlando City, estão entre os …

102 dias depois, coronavírus regressa à Nova Zelândia

A Nova Zelândia anunciou a sua primeira infeção por coronavírus transmitida localmente em 102 dias esta terça-feira, o que levou a primeira-ministra do país a emitir uma ordem de confinamento em Auckland, a maior cidade …