Rússia diz ter assumido controlo de Lysychansk. Explosões na cidade russa de Belgorod fazem três mortos

Sergei Ilnitsky / EPA

Conquista de Lysychansk foi confirmada pelo Ministério da Defesa russo. Ataque a Belgorod provocou pelo menos três mortes, com 11 prédios residenciais e 39 moradias danificados.

Após semanas de combates intensos, as forças russas e os grupos separatistas conseguiram o controlo total da cidade de Lysychansk, considerado o último grande reduto das forças ucranianas na região de Lugansk. A informação é avançada pela agência de notícias estatal TASS, que cita o Ministério da Defesa russo.

Nas últimas horas, ainda assim, forças ucranianas lançaram uma série de ataques com o objetivo de neutralizar ou abrandar os avanços que as tropas russas têm feito ao longo das últimas semanas. Um dos primeiros alvos desta manhã foi uma base militar na cidade de Melitopol, ocupada pela Rússia no sul da Ucrânia. Segundo o autarca da região, ali exilado, foram “lançados mais de 30 mísseis” entre as 3h e as 5h da manhã (hora local), escreve o Público. Ivan Fedorov anunciou ainda que o posto ficou inoperacional.

Do lado russo,o ataque foi confirmado por Vladimir Rogoc, responsável pela região, numa declaração à agência noticiosa RIA. A mesma fonte aponta que a ofensiva ucraniana caiu na área de Aviamistechko, onde se situa o aeroporto da cidade, não especificando se a estrutura foi atingida pela ofensiva russa.

Também durante a madrugada, pelo menos três pessoas morreram na sequência de ataques na cidade fronteiriça de Belgorord, na Rússia, que já havia sido atacada no passado. As fatalidades aconteceram na sequência de várias explosões que atingiram 11 prédios residenciais e 39 moradias. O ataque foi confirmado por Viatcheslav Gladkov, governador regional.

No Telegram, o responsável explicou que as circunstâncias do incidente estão a ser averiguadas, deixando a entender que “o sistema de defesa antiaéreo foi ativado”.

Ainda assim, Gladkov não acusou explicitamente as forças ucranianas de serem as autoras do ataque. Desde o início da invasão da Ucrânia em 24 de fevereiro, a Rússia acusou várias vezes as forças ucranianas de perpetrarem ataques em solo russo, em particular na região de Belgorod. Em abril, Viatcheslav Gladkov acusou a Ucrânia de atacado com dois helicópteros um depósito de combustíveis em Belgorod.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.