Rússia deixa de fornecer eletricidade à Finlândia a partir de amanhã

Sanna Marin, primeira-ministra da Finlândia

Anúncio acontece um dia após os altos representantes da Finlândia terem anunciado que o país deve aderir à NATO o mais rápido possível.

A Rússia vai suspender as entregas de eletricidade à Finlândia a partir de sábado, devido a contas não pagas, anunciou, esta sexta-feira, o fornecedor RAO Nordic Oy, que detém a empresa russa InterRAO.

A RAO Nordic Oy, com sede em Helsínquia, não recebe pagamentos pela eletricidade fornecida à Finlândia desde 6 de maio, disse o grupo em comunicado, alegando a falta de meios financeiros para continuar a receber eletricidade importada da Rússia. “Esta situação é excecional e aconteceu pela primeira vez em mais de 20 da nossa história comercial.”

A empresa finlandesa de energia, a Fingrid, explicou a que a eletricidade importada da Rússia seria suspensa “por um período de tempo” devido a dificuldades na realização de pagamentos pela eletricidade comprada. Ainda assim, a Fingrid também explicou que não há qualquer ameaça ao fornecimento de eletricidade às casas finlandesas.

“As quantidades importadas em falta poderão ser substituídas no mercado da eletricidade através de mais importações desde a Suíça, mas também através de produção doméstica.”

Os líderes finlandeses anunciaram ontem que o país deve candidatar-se a aderir à Nato “sem demoras”. Em resposta, o Kremlin disse que a Rússia iria “definitivamente” ver a adesão finlandesa como uma ameaça, ao passo que o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia disse que Moscovo seria “forçado a tomar medidas recíprocas, militares, técnicas e outras”.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE