Cientistas fazem reconstrução facial de um guerreiro escocês do séc XV

(dr) Face Lab / Liverpool John Moores University

Cientistas reconstruiram digitalmente o rosto daquele que terá sido um membro poderoso de um clã do século XV da Escócia, que terá morrido num violento conflito com um clã vizinho.

Corria o ano de 1957 quando arqueólogos descobriram um túmulo do século XV na Igreja de Saint Colman, na vila piscatória escocesa de Portmahomack, que, para além de dois esqueletos masculinos, continha ainda mais quatro crânios.

Agora, escreve o Live Science, especialistas forenses conseguiram um vislumbre de como um desses homens teria sido em vida, depois de reconstruirem o rosto altamente detalhado de um dos esqueletos.

Em declarações ao mesmo site, Cecily Spall, arqueóloga do Field Archaeology Specialists (FAS), explica que os dois esqueletos provavelmente seriam de chefes de um clã local, que terão morrido durante confrontos com um clã vizinho quando tinham entre 46 e 59 anos.

De acordo com um comunicado da FAS, o túmulo estava centralmente localizado no interior das ruínas da igreja perto da entrada, o que sugere a importância das pessoas ali enterradas.

Além disso, a igreja terá incendiado no final dos anos 1400, mais ou menos na mesma altura em que houve uma batalha entre os clãs Ross e MacKay (o conflito no qual estes dois homens podem ter perdido a vida).

Inicialmente, o túmulo continha apenas um esqueleto de um homem que sofrera terríveis ferimentos de espada no rosto. Aliás, um dos ferimentos foi tão grave que quase separou o queixo do resto da face. À volta da cabeça, estavam dispostos quatro crânios sem os maxilares inferiores, embora os investigadores não saibam ainda dizer se pertenciam a familiares, amigos ou até inimigos.

De acordo com os arqueólogos, o caixão foi aberto “talvez uma geração depois”, tendo sido colocado o corpo de outro homem no seu interior. “O crânio do primeiro homem foi movido para o pé do caixão para dar lugar à cabeça do segundo homem, que também foi cercada por outros crânios”, disse Spall.

Foi o rosto deste segundo homem que os cientistas decidiram reconstruir digitalmente. Segundo Ching Yiu Jessica Liu, uma das responsáveis da Face Lab — projeto da Escola de Arte e Design de Liverpool que ajudou nesta iniciativa — a equipa calculou primeiro a profundidade média dos tecidos moles faciais, a partir de conjuntos de dados de rostos europeus modernos. De seguida, os investigadores usaram texturas faciais de alta resolução para criar características individuais “baseadas na morfologia do crânio”.

De acordo com Spall, os cientistas vão nos próximos tempos fazer uma investigação mais aprofundada deste túmulo com seis crânios, que usará técnicas como datação por radiocarbono, análise de ADN e análise isotópica estável para descobrir mais pistas, “incluindo a data dos enterros, a datação dos outros crânios, possíveis conexões familiares e aparência física”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Donald Trump desiste de realizar o G7 no seu clube de golfe em Miami

A decisão de Donald Trump, a braços com um processo de impeachment, de usar um dos seus resorts levantou dúvidas sobre conflito de interesses. O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abandonou a ideia de realizar …

Costa vai a Belém apresentar secretários de Estado. Patrícia Gaspar e Antero Luís na lista

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, vai esta segunda-feira a Belém apresentar ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, os nomes dos secretários de Estado que vão integrar o próximo Governo. O encontro, marcado para as 11 …

Chernobyl transforma-se num santuário para uma rara espécie de cavalos

Chernobyl tem sido o inesperado lar de uma espécie de cavalos em vias de extinção. Dezenas de cavalos de Przewalski foram observados em edifícios abandonados na zona radioativa da cidade ucraniana. Surpreendentemente, uma espécie de cavalos …

Sánchez desloca-se a Barcelona para “visitar agentes feridos” e lembra obrigações de Torra

O presidente do governo espanhol, em funções, Pedro Sánchez, desloca-se esta segunda-feira a Barcelona, após ter criticado o presidente do governo regional da Catalunha por não ter condenado com firmeza os atos de violência dos …

Governo de Hong Kong pede desculpas após polícia pulverizar mesquita

O Governo de Hong Kong pediu esta segunda-feira desculpas a líderes muçulmanos, depois da polícia antimotim ter pulverizado um portão da mesquita e algumas pessoas com um canhão de água, quando as autoridades tentavam dispersar …

Bolívia. Resultados preliminares dão vitória a Morales, mas com segunda volta

O chefe de Estado boliviano lidera os resultados preliminares da primeira volta das eleições Presidenciais, mas parece ser obrigado a disputar uma segunda ronda contra o ex-Presidente Carlos Mesa. A autoridade eleitoral da Bolívia indicou que, …

Telemóveis e computadores podem acelerar o envelhecimento

Uma nova investigação, levada a cabo por cientistas da Oregon State University, nos Estados Unidos, concluiu que a exposição diária à luz azul, como aquela que é emitida por telemóveis e computadores, pode afetar a …

Quatro espeleólogos portugueses desaparecem em gruta espanhola

Uma equipa de resgate foi acionada para localizar quatro espeleólogos portugueses que estão desde sábado na gruta de Cueto-Coventosa, em Espanha, com os trabalhos de socorro a serem dificultados pelo aumento do nível da água Quatro …

Afinal, Vénus pode não ser tão semelhante à Terra como pensávamos

Uma nova investigação questiona a habitabilidade de Vénus, planeta que os cientistas consideram há pouco tempo numa outra investigação poder ter um clima habitável semelhante ao da Terra. De acordo com a nova investigação, cujos …

Há gelo no polo sul da Lua e pode ter muitas fontes

Um novo estudo sugere que o gelo encontrado na superfície lunar pode ter milhares de milhões de anos, além de ter surgido de diferentes fontes. O estudo, publicado recentemente na Icarus, sugere que a maioria do …