Rosberg é pela primeira vez Campeão Mundial de Fórmula 1

Andrew Hone / Pirelli

Nico Rosberg

Nico Rosberg

O alemão Nico Rosberg (Mercedes) conquistou hoje pela primeira vez o título do Mundial de Fórmula 1, ao concluir o Grande Prémio de Abu Dhabi na segunda posição, atrás do britânico e companheiro de equipa Lewis Hamilton.

O piloto alemão Nico Rosberg, de 31 anos, só necessitava de terminar no pódio do circuito Yas Marina para assegurar o seu primeiro título e concluiu a 21.ª e última prova do campeonato na 2ª posição.

A corrida foi vencida pelo seu colega de equipa na Mercedes, Lewis Hamilton, campeão do mundo em 2008, 2014 e 2015, que partiu da ‘pole position’. O alemão Sebastian Vettel, em Ferrari, ficou em terceiro lugar.

Com os 18 pontos conquistados em Abu Dhabi, Rosberg somou 385 pontos, mais cinco do que Hamilton, segundo classificado no Mundial de pilotos.

Ao 11.º ano na F1 e após duas tangentes ao título, ao terminar no segundo lugar em 2014 e 2015, sempre atrás de Hamilton, Rosberg conseguiu hoje inverter os papéis, muito por força da superioridade da Mercedes, que, entre os seus dois pilotos, venceu 19 das 21 provas.

Temporada perfeita

O filho do finlandês Keke Rosberg, campeão do mundo de Fórmula 1 em 1982, não poderia ter desejado melhor arranque de época, durante o qual obteve quatro vitórias nas quatro primeiras corridas, na Austrália, Bahrein, China e Rússia, que na verdade representaram o sétimo triunfo consecutivo, uma vez que também tinha vencido as três últimas provas de 2015.

Rosberg tornou-se o primeiro piloto a cometer idêntica proeza desde 2004, quando Schumacher também se impôs nas quatro corridas iniciais, conseguindo aliar essas vitórias aos maus resultados de Hamilton, que chegou ao quinto Grande Prémio da temporada, em Espanha, com 43 pontos de atraso.

Barcelona, onde venceu em 2015, não se voltou a revelar um circuito acolhedor para Rosberg, mas também não o foi para Hamilton, devido à colisão entre os dois pilotos da Mercedes, que abriu caminho à rara vitória do holandês Max Verstappen (Red Bull).

O bicampeão pareceu ganhar novo fôlego com as vitórias no Mónaco e no Canadá, etapas em que Rosberg não foi além de sétimo – o pior resultado este ano – e quinto, reduzindo o atraso para apenas nove pontos, mas o germânico voltou a ganhar avanço ao subir ao primeiro lugar do pódio no Azerbaijão.

Foto Studio Colombo/ Pirelli

Nico Rosberg, Mercedes, no GP Bahrein 2016

Nico Rosberg, Mercedes, no GP Bahrein 2016

O piloto natural de Wiesbaden viveu depois a pior fase da época, durante a qual Hamilton chegou à liderança confortável da competição, com vitórias na Áustria, Grã-Bretanha, Hungria e Alemanha, nas quais Rosberg se viu envolvido em vários incidentes.

Na Áustria foi penalizado em 10 segundos por ter provocado um choque com Hamilton, sem consequências na classificação, em que foi quarto, mas na Grã-Bretanha um ‘castigo’ idêntico custou-lhe a queda do segundo para o terceiro lugar, por ter recebido assistência indevida da sua equipa, via rádio.

O novo campeão mundial partiu para a Hungria com um ponto de vantagem sobre o colega na Mercedes, mas acabou na segunda posição e viu-se pela primeira vez na condição de perseguidor, ficando ainda mais longe do rival na prova ‘caseira’, em Hockenheim, onde foi apenas quarto posicionado.

Quando a situação parecia desesperada, Rosberg conquistou três triunfos consecutivos, na Bélgica, Itália e Singapura, provas em que Hamilton obteve dois terceiros postos e um segundo, recuperando a liderança do campeonato no circuito asiático.

Hamilton pareceu capaz de responder à altura na Malásia, mas os problemas no motor do Mercedes acabaram com as aspirações do britânico e, em face do abandono do colega, o terceiro lugar deve ter parecido um resultado extraordinário a Rosberg, numa corrida vencida pelo australiano Daniel Ricciardo (Red Bull).

Ricciardo quebrou uma série de 10 triunfos seguidos da Mercedes, mas a marca germânica repôs a ‘normalidade’ de imediato, com Rosberg a impor-se no Japão – onde Hamilton foi terceiro – e o britânico a vencer nos Estados Unidos, no México, no Brasil e hoje em Abu Dhabi, sempre secundado pelo germânico, que dessa forma minimizou os danos.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …

Vinícius perto do Tottenham de Mourinho

O avançado brasileiro deverá ser confirmado como reforço do Tottenham ainda esta quinta-feira, saindo do Benfica por empréstimo e com opção de compra que ronda os 40 milhões de euros. De acordo com o jornal Record, …

Navalny acusa Putin de estar por trás do seu envenenamento

O líder da oposição russa, que já deixou o hospital alemão onde estava a ser tratado, acusou o Presidente do país de ser a pessoa responsável pelo seu envenenamento. "Afirmo que Vladimir Putin está por trás …

Vírus está fora de controlo no Reino Unido, admitem peritos britânicos

Os especialistas britânicos de saúde pública admitem que o país está a ir na direção errada, à medida que o número de internamentos escala. Esta quarta-feira, os especialistas de saúde pública do Reino Unido admitiram que …