Ronnie Long foi condenado injustamente por violação e roubo. 44 anos depois, foi libertado

Em 1976, com apenas 20 anos, Ronnie Long foi condenado a prisão perpétua por violação e roubo de uma mulher, crimes que assegura não ter cometido. 44 anos depois, o afro-americano foi libertado.

De acordo com o canal estatal russo RT, Ronnie Long, de 64 anos, foi libertado, na passada quinta-feira, depois de o estado norte-americano da Carolina do Norte ter apresentado uma ação no tribunal federal para anular a sentença de prisão perpétua à qual o afro-americano foi condenado em 1976.

Na altura, um júri composto exclusivamente por pessoas caucasianas considerou Long, então com 20 anos, culpado dos crimes de violação e de roubo de Sarah Judson Bost, de 54 anos, em sua casa, na cidade de Concord.

Duas semanas depois dos crimes, a vítima disse que reconheceu a voz de Long e, mais tarde, a mulher escolheu a sua fotografia, explicando que era o único suspeito que usava um casaco de couro semelhante à que o seu agressor usava.

O afro-americano sempre se declarou inocente. Tanto a mãe como a namorada, com quem tinha um filho de dois anos, disseram que Long estava a participar numa chamada de grupo com elas quando aconteceu o ataque. Também indicaram que o jovem se estava a preparar para ir a uma festa, em Charlotte, naquela noite.

O seu advogado, Jamie Lau, assegurou que os relatórios forenses que envolviam outro suspeito não foram entregues à defesa pelo Estado e que a polícia cometeu perjúrio durante o julgamento do seu cliente.

Um grupo de três juízes do Tribunal de Apelações do Quarto Circuito dos EUA decidiu que os direitos de Long foram violados quando as evidências que apontavam para a sua inocência não tiveram peso durante o julgamento, tendo detalhado que houve “um padrão preocupante e surpreendente de supressão deliberada de provas físicas por parte da polícia”.

A juíza Stephanie Thacker especificou que as provas não consideradas incluíam, por exemplo, resultados de análises laboratoriais que não ligavam Long à cena do crime, provas de ADN que desapareceram e 43 impressões digitais encontradas na cena do crime que não correspondiam ao do acusado.

“Nunca mais me vão prender novamente”, disse Long, depois de ter sido libertado. “Isto é real, vou tentar aproveitar cada minuto“, acrescentou, garantindo que está otimista quanto à retirada das acusações contra si porque “não há provas”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O asteróide que dizimou os dinossauros veio de um lugar inesperado

O asteróide que extinguiu os dinossauros provavelmente veio da metade externa do cinturão de asteróides principal, uma região que se pensava produzir poucos asteróides.  Investigadores do Southwest Research Institute, no Texas, Estados Unidos, mostraram que os …

Há três anos, uma tempestade de poeira em Marte desencadeou a primavera no polo sul

Em 2018, Marte foi palco de uma fortíssima tempestade de areia que destruiu um vórtice de ar frio em torno do polo sul do planeta, desencadeando uma primavera precoce. Já no hemisfério norte, a tempestade …

Vídeo mostra salmões feridos devido ao sobreaquecimento das águas

O vídeo foi gravado por um grupo de conservação ambiental depois de uma onda de calor no Noroeste Pacífico que fez as temperaturas da água atingirem os 21 graus Celsius. De acordo com o jornal The …

Uma prenda de aniversário. Israelita doou um dos seus rins a um menino palestiniano

Uma israelita quis doar um rim a um estranho. Estranho esse que acabou por ser uma criança, de apenas três anos, que vive na Faixa de Gaza, na Palestina. De acordo com a agência Associated Press, …

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …