Ronnie Long foi condenado injustamente por violação e roubo. 44 anos depois, foi libertado

Em 1976, com apenas 20 anos, Ronnie Long foi condenado a prisão perpétua por violação e roubo de uma mulher, crimes que assegura não ter cometido. 44 anos depois, o afro-americano foi libertado.

De acordo com o canal estatal russo RT, Ronnie Long, de 64 anos, foi libertado, na passada quinta-feira, depois de o estado norte-americano da Carolina do Norte ter apresentado uma ação no tribunal federal para anular a sentença de prisão perpétua à qual o afro-americano foi condenado em 1976.

Na altura, um júri composto exclusivamente por pessoas caucasianas considerou Long, então com 20 anos, culpado dos crimes de violação e de roubo de Sarah Judson Bost, de 54 anos, em sua casa, na cidade de Concord.

Duas semanas depois dos crimes, a vítima disse que reconheceu a voz de Long e, mais tarde, a mulher escolheu a sua fotografia, explicando que era o único suspeito que usava um casaco de couro semelhante à que o seu agressor usava.

O afro-americano sempre se declarou inocente. Tanto a mãe como a namorada, com quem tinha um filho de dois anos, disseram que Long estava a participar numa chamada de grupo com elas quando aconteceu o ataque. Também indicaram que o jovem se estava a preparar para ir a uma festa, em Charlotte, naquela noite.



O seu advogado, Jamie Lau, assegurou que os relatórios forenses que envolviam outro suspeito não foram entregues à defesa pelo Estado e que a polícia cometeu perjúrio durante o julgamento do seu cliente.

Um grupo de três juízes do Tribunal de Apelações do Quarto Circuito dos EUA decidiu que os direitos de Long foram violados quando as evidências que apontavam para a sua inocência não tiveram peso durante o julgamento, tendo detalhado que houve “um padrão preocupante e surpreendente de supressão deliberada de provas físicas por parte da polícia”.

A juíza Stephanie Thacker especificou que as provas não consideradas incluíam, por exemplo, resultados de análises laboratoriais que não ligavam Long à cena do crime, provas de ADN que desapareceram e 43 impressões digitais encontradas na cena do crime que não correspondiam ao do acusado.

“Nunca mais me vão prender novamente”, disse Long, depois de ter sido libertado. “Isto é real, vou tentar aproveitar cada minuto“, acrescentou, garantindo que está otimista quanto à retirada das acusações contra si porque “não há provas”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Jet pack da Marinha britânica. Fuzileiros navais testam macacão Gravity em exercício de embarque

Quem melhor do que as organizações militares para testar e usufruir dos jet packs? A Marinha Real Britânica e os Fuzileiros Navais reais testaram um macacão a jato, desenvolvido pela empresa Gravity Industries. Esta semana, a …

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …

SOS Rio Paiva pede que se limite o número de visitantes à ponte e Passadiços do Paiva

A associação SOS Rio Paiva manifestou-se preocupada com o aumento da pressão turística e com a poluição, na sequência da inauguração da ponte suspensa em Arouca, e pediu que se limite o número de visitantes. A …

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo, caso este ainda esteja associado a contas em sites ou redes sociais. Embora milhões de números de telemóvel sejam desconectados todos os anos, um novo …

Ataque à bomba contra escola feminina em Cabul faz 30 mortos e 79 feridos

A explosão de uma bomba junto a uma escola secundária para raparigas na zona ocidental de Cabul fez hoje pelo menos 30 mortos e 79 feridos, segundo um novo balanço feito pelas autoridades afegãs. “O número …