/

Ronaldo bisa e ultrapassa marca de Pelé

Alberto Estevez / EPA

Cristiano Ronaldo marcou este domingo dois golos e fez uma assistência no triunfo da Juventus por 4-1 frente à Udinese, que permitiu à equipa subir ao quinto lugar da Liga italiana de futebol, embora com um jogo a menos.

Frente a um adversário que atirou duas bolas ao ferro e que viu o VAR anular-lhe um golo (que seria o inaugural), o madeirense foi decisivo, começando por marcar aos 31 minutos, ao dar o melhor seguimento a uma bola recuperada por um companheiro no ataque, com remate indefensável. Aos 49 minutos, desmarcou Chiesa, que deu um toque na área e atirou cruzado – golo que penalizava o bom desempenho da Udinese.

Os forasteiros atiraram à trave em cabeçada de Strgyer Larsen, aos 57 minutos, e em ‘disparo’ do holandês Zeegelaar, aos 73, que marcaria, em recarga oportuna, aos 90.

Entre os dois lances, o uruguaio Rodrigo Betancur recuperou uma bola a meio-campo e lançou Cristiano Ronaldo, que avançou e atirou cruzado para o seu 14.º golo no campeonato, quase metade dos 29 que a equipa já marcou, o último dos quais pelo argentino Paulo Dybala, que, aos 90+3, estabeleceu o resultado final.

Com estes dois golos, o internacional português chegou ao 758 golos na carreira, entre clubes e seleção principal, ultrapassando os 757 tentos de Pelé. O avançado do Juve conseguiu o registo em 1035 jogos oficiais, enquanto o brasileiro conseguiu em 815.

https://twitter.com/Cristiano/status/1345867464400371727

Juve a 10 pontos do líder

A Juventus soma agora 27 pontos no campeonato italiano, a 10 do líder AC Milan, que tem um de vantagem para o rival Inter e sete para a Roma de Paulo Fonseca: o Nápoles é quarto, com 28 pontos, e também um jogo a menos.

O AC Milan, reduzido a 10 a partir dos 34 minutos, por expulsão de Tonali, manteve a liderança na Série A com triunfo por 2-0 em casa do Benevento, com o português Rafael Leão a tranquilizar a equipa, ao fazer o segundo golo, aos 49 minutos, a ganhar em velocidade ao guarda-redes e, de ângulo apertado, marcar.

Aos 61, Caprari desperdiçou um penálti para o Benevento.

O Inter goleou o Crotone (6-2), enquanto a Roma venceu a Sampdoria por 1-0.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.