Micro-bristle-bot. É o robô mais pequeno do mundo e pode vir a salvar vidas

Do tamanho de uma formiga e mais leve que uma pitada de sal, o “micro-bristle-bot” é o robô mais pequeno do mundo pode um dia vir a salvar vidas.

Desenvolvido na Universidade da Georgia, nos Estados Unidos, este robô é pequeno em tamanho, mas enorme em termos de avanços tecnológicos. Apelidado de “micro-bristle-bot”, o robô funciona através vibrações, ao contrário dos seu congéneres que trabalham a eletricidade.

Uma simples coluna de som consegue fazer o minúsculo robô movimentar-se, mas não qualquer som consegue fazê-lo — é necessário um tom específico para que ele se mexa. O micro-bristle-bot consegue ser replicado através de uma impressora 3D e os seus criadores esperam criar vários, que respondam a diferentes frequências, para funcionarem quase como um carreiro de formigas.

“Estamos a trabalhar para tornar a tecnologia robusta e temos muitas aplicações potenciais em mente”, disse Azadeh Ansari, professora assistente na Escola de Engenharia Elétrica e de Computação do Instituto de Tecnologia da Geórgia. O estudo foi aceite para revisão, este mês, na revista Journal of Micromechanics and Microengineering.

Como explica o Fast Company, o software pode ser usado quase como um maestro, que emite determinados sons nos momentos certos para conseguir controlar o pequeno exército de robôs. Com dois milímetros de tamanho, esta tecnologia pode ter vários empreendimentos, agindo, por exemplo, como um sensor ambiental ou entrando no nosso corpo para reparar tecidos ou até mesmo tratar doenças.

“À medida que os micro-bristle-bots se movem para cima e para baixo, o movimento vertical é traduzido num movimento direcional, otimizando o design das pernas, que se parecem com cerdas [pêlos grossos e ásperos de certos animais, como o javali]”, explicou Ansari, citado pelo Futurity.

Ansari define que o próximo objetivo é reduzir ainda mais o tamanho dos robôs até chegar a uma escala microscópica. Por enquanto, essa meta ainda permanece algo distante, mas os engenheiros estão a trabalhar nesse sentido. “Depois de ter um micro-robô totalmente controlável, pode imaginar fazer muitas coisas interessantes”, ambicionou.

Por enquanto, ainda numa fase embrionária, o robô está longe de todas estas funcionalidades. No entanto, deixa uma esperança promissora para o futuro que se avizinha.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …