Rio receia que o PSD desapareça (e que volte uma Troika qualquer)

Estela Silva / Lusa

O ex-presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Rio

O candidato à presidência do PSD Rui Rio alertou esta sexta-feira, em Barcelos, que o partido corre o perigo de praticamente desaparecer se não se renovar e não se abrir à sociedade.

“Se nos deixarmos cair, se baixarmos os braços, o que pode acontecer ao PSD é aquilo que já aconteceu a outros grandes partidos noutros países”, afirmou Rio, apontando como exemplo o Partido Socialista francês.

Falando durante um almoço que juntou cerca de 350 apoiantes da sua candidatura, Rui Rio disse que o Partido Socialista francês “quase desapareceu” nas últimas eleições presidenciais, com o seu candidato a conseguir 8 por cento, numa altura em que na presidência estava o também socialista François Hollande.

“Se não olharmos lá para fora, para o que está a acontecer a outros, e olharmos ao mesmo tempo para o que são os avisos que temos cá dentro, corremos o risco de nos acontecer a mesma coisa, quase desaparecer”, sublinhou o ex- presidente da Câmara do Porto.

Rui Rio apontou precisamente o número de presidências de câmara detidas pelo PSD, que “tem vindo sempre a cair”, passando de 157 em 2005 para as atuais 98.

“Temos vindo sempre a cair em presidências de câmara e de juntas”, enfatizou, apontando os resultados conseguidos pelo PSD, este ano, para as câmaras de Lisboa e Porto, respectivamente 11% e 10%.

Rio realçou que 10% “era mais ou menos” a votação que tinha o Partido Comunista quando ganhou a Câmara do Porto, 3 vezes consecutivas, e que o PSD tem vindo a perder militantes, ânimo e quadros, porque “se tem vindo a fechar” e não se tem renovado. Para o candidato, o PSD “não se pode divorciar da sociedade”, deve ter a sociedade “dentro de si”.

Crescimento baseado no consumo: a Troika de volta

O candidato à presidência do PSD acusou na mesma ocasião o Governo de prosseguir o crescimento económico pela via do consumo, alertando que esse modelo significará o regresso a Portugal de “uma ‘troika’ qualquer”.

“O crescimento económico tem de ser feito por mais exportações e mais investimento e não por mais consumo, que é aquilo que é o modelo que está atualmente no Governo, muito condicionado pelo Bloco de Esquerda e pelo PCP”, referiu.

Rio enfatizou que o crescimento pela via do consumo poderá colocar Portugal novamente em situação de intervenção externa. “Se for feito por via do consumo, acontece-nos outra vez o que nos aconteceu há uns anos atrás e temos qualquer dia outra vez uma ‘troika’ qualquer, que já cá esteve três vezes desde o 25 de abril, a bater-nos à porta”.

Para o ex-presidente da Câmara do Porto, Portugal tem de aprender com o passado e “fazer diferente”, enveredando por políticas que apoiem o investimento e as exportações, e “ter as contas em ordem”, para poder ter uma economia mais saudável, para poder pagar melhores salários e para dar melhores condições de vida às pessoas.

Esta é que é a lógica das coisas: temos de ter as contas equilibradas porque só com contas equilibradas é que podemos ter uma economia a crescer capaz de dar aquilo que nós queremos, que é mais consumo. Mais consumo tem de ser uma consequência lógica de uma economia que produz”, disse ainda.

Para Rio, as linhas de força da sua candidatura são a competitividade da economia, a realização de reformas estruturais, uma sociedade mais coesa com uma classe média “muito grande” e o fortalecimento da democracia.

// Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Está a dizer que o PAF não aumentou as exportações? Não há dinheiro e quer fazer investimentos? Este gajo é doido. Nunca diz nada em concreto.

  2. Começo a ficar seriamente preocupado com o futuro do PSD (e do país)…
    Com o Santana já não se esperava muito, mas cada vez que o Rui Rio abre a boca, fico mais preocupado…

  3. Com um psd que apenas deita abaixo em tudo o que toca, não sabe fazer oposição construtiva apenas destrutiva, se não for feito pelo psd está sempre mal feito, mais vale mesmo desaparecer!

RESPONDER

Departamento de Justiça nos EUA investiga alegado esquema de "dinheiro por indultos" na Casa Branca

O Departamento da Justiça dos Estados Unidos está a investigar possíveis subornos em troca de indultos presidenciais na Casa Branca. De acordo com documentos judiciais a que a agência Reuters teve acesso, o Departamento da Justiça …

Confinamento, covid-19, discriminação. Eis as 10 candidatas a Palavra do Ano de 2020

A Porto Editora revelou esta terça-feira as dez candidatas a Palavra do Ano de 2020. Este ano, a iniciativa lançada em 2009 decorre, pela primeira vez, em simultâneo com Angola e Moçambique. De acordo com o …

Mais mortes e menos nascimentos. Portugal está com o maior saldo natural negativo do século

Como avança o Público esta quarta-feira, há 12 anos consecutivos que há mais mortes do que nascimentos em Portugal, mas este ano o país a bateu o recorde do saldo natural negativo. Desde 2009 que o …

"Não há plano B". Costa deixa avisos e recados a Hungria e Polónia

O primeiro-ministro português, António Costa, alertou, em Bruxelas, que não há um plano B ao bloqueio na aprovação do orçamento da União Europeia (UE) e do novo Fundo de Recuperação criado para responder à pandemia, …

Santos deu "nega" ao Benfica e Lucas Veríssimo ameaçou não jogar

O Conselho Fiscal do Santos "negou" a transferência de Lucas Veríssimo para o SL Benfica. O jogador ameaçou mesmo não entrar em campo contra o LDU Quito, na noite passada. O Conselho Fiscal do Santos emitiu …

Governo britânico substitui confinamento por restrições (com oposição interna no Partido Conservador)

Boris Johnson conseguiu ver aprovado o novo plano de restrições. Dos votos contra, 56 foram de deputados conservadores e 16 de deputados do Partido Trabalhista. O Governo britânico conseguiu ver aprovado o novo plano de restrições …

Sporting tem sete jogadores na porta de saída e outro para trazer Matheus Reis

O Sporting CP quer livrar-se de sete jogadores excedentários que estão a treinar com a equipa B. O clube quer também trazer Matheus Reis já neste mercado de inverno. Aproxima-se o mercado de inverno e o …

Sindicato acusa TAP de manipulação e diz que não há "trabalhadores a mais"

O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava) acusou a TAP de “manipulação, falta de ética e desonestidade” e defendeu que a empresa não tem “trabalhadores a mais” e deve procurar os “sorvedouros de …

Menos de 1% dos infetados estavam registados na app StayAway Covid

Menos de 1% das pessoas infetadas com covid-19 desde a disponibilização da app StayAway Covid notificaram a sua infeção. Já mais de 2,6 milhões de pessoas têm a aplicação. Desde o lançamento da aplicação de rastreio …

Guardiola lança farpas ao FC Porto, mas até isso Marchesín defendeu

Pep Guardiola mostrou-se frustrado com a forma como o FC Porto disputou o jogo. Entre os postes, Marchesín foi defendendo (praticamente) tudo o que havia para defender. O FC Porto está nos oitavos de final da …