Rio questiona significado de saída de políticos da comissão de honra de Vieira

Filipe Farinha / Lusa

O presidente do PSD, Rui Rio, questionou esta quinta-feira qual o significado da saída de políticos como o primeiro-ministro da comissão de honra do recandidato a presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira.

Numa publicação na sua conta oficial da rede social Twitter, Rio diz perceber “o que é deixar de ser candidato a qualquer coisa”, mas manifesta estranheza quanto à notícia esta quinta-feira conhecida de que o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, retirou da comissão de honra da sua recandidatura todos os titulares de cargos públicos, após as críticas ao primeiro-ministro António Costa e ao presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina.

“Mas pela natureza de uma comissão de honra, o que significa deixar de estar nessa comissão? O que acontece de diferente que não aconteceria se não tivesse deixado de estar?”, questiona Rio, nessa publicação.

No sábado, quando foi divulgada a presença de vários políticos nesta comissão de honra pelo semanário Expresso, o presidente social-democrata demarcou-se da opção do primeiro-ministro e do presidente da Câmara de Lisboa, António Costa e Fernando Medina.

“Eu sempre achei mal a mistura entre a política e o futebol profissional” respondeu, questionado sobre o assunto pelos jornalistas, em Coimbra, remetendo para o tempo em que liderou a Câmara Municipal do Porto, quando, devido à sua posição, várias vezes esteve envolvido em polémica com o presidente do Futebol Clube do Porto, Pinto da Costa.

Para Rio, a ação política “não deve ser ditada por imperativos de ordem emocional ou de simpatia clubística”. “Quando nós estamos em cargos políticos de algum relevo, de um modo geral, devemo-nos abster de misturar estas coisas“, acentuou.

Na terça-feira, e questionado sobre o mesmo tema, Rio limitou-se a dizer que ele próprio será, dos políticos no ativo nas últimas duas décadas, “o último a ser convidado para alguma coisa ligada ao futebol”.

Nos últimos dias foram várias as vozes críticas à presença na comissão de honra do primeiro-ministro e do autarca, como apoiantes do atual presidente encarnado nas próximas eleições para os órgãos sociais do clube.

“Agradecendo a todos a disponibilidade manifestada, tomei a iniciativa de retirar da minha comissão de honra todos – todos – os titulares de cargos públicos, sejam autarcas, deputados ou membros do Governo”, sublinhou Luís Filipe Vieira, em comunicado.

António Costa, juntamente com Fernando Medina e Cristina Ferreira, faz parte da Comissão de Honra de apoio à recandidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do SL Benfica. Este poio levou a críticas de várias frentes, entre as quais os políticos Rui Rio, Catarina Martins, André Silva, Ana Gomes, o jornalista José Gomes Ferreira, o presidente da Associação Cívica Integridade e Transparência João Paulo Batalha, e os candidatos à presidência do Benfica João Noronha Lopes, Rui Gomes da Silva e Bruno Costa Carvalho.

No domingo, Costa recusou fazer comentários sobre aquilo que diz ser “um assunto que não tem nada a ver com a vida política”.

Embora não condene publicamente o facto de Costa integrar a comissão de honra de Luís Filipe Vieira, Marcelo deverá abordar o assunto na reunião com o primeiro-ministro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Senhor Rui Rio e porque continua a falar do Costa e do Medina enão dos restantes como o Duarte Pacheco, Telmo Correia e tantos outros? Não lhe convém? Ou que passar por muito honesto e sério? É que se quer ser sério e honesto tem de falar também dos responsáveis como deputados do seu partido que também eles fazem parte dessa lista de “honra.”

RESPONDER

Rui Pinto gera discórdia no inquérito ao Novo Banco. PSD levanta dúvidas sobre presença do hacker

No centro da discórdia está Rui Pinto, já que os partidos não conseguem chegar a um consenso sobre a convocatória do hacker para a comissão de inquérito ao Novo Banco. A sua presença será discutida …

Pesca da sardinha reabre hoje após quase sete meses

A pesca da sardinha reabre hoje, após quase sete meses de interdição, com um limite de 10.000 toneladas que deverá ser revisto em junho. No entanto, num diploma publicado em Diário da República no dia 6 …

Cortes do Estado em contratos levaram ao encerramento de 20 colégios

Desde que o Estado começou a cortar nos contratos com os estabelecimentos de ensino particular e cooperativo já 20 colégios fecharam portas. Em 2016, o Estado começou a implementar cortes graduais nos contratos de associação com …

Portugal vai ser o país europeu com menor percentagem de população ativa

De acordo com as novas projeções, em 2050, Portugal terá 1,6 pessoas em idade ativa por cada idoso, sendo que atualmente conta com 2,9. As projeções do Eurostat, divulgadas pelo Jornal de Notícias, indicam que em …

"Sentimento anti-Modi." Pandemia deixa primeiro-ministro indiano debaixo de fogo

A segunda vaga de covid-19 na Índia tem alfinetado Narendra Modi. Restam saber quais serão as consequências políticas para o primeiro-ministro indiano. Narendra Modi chegou ao poder em 2014, cheio de promessas de crescimento e prosperidade …

"Um dia feliz". Britânicos voltam em força (e até o calor se antecipou)

Turistas de quase toda a Europa podem, a partir desta segunda-feira, entrar em Portugal, no regresso do turismo internacional. É "um dia feliz" para o turismo nacional, sobretudo devido ao regresso dos britânicos que trazem …

FC Porto avança por Beto e já há valores em cima da mesa

O negócio entre o FC Porto e o Portimonense pelo avançado Beto já estará numa fase bastante avançada. Apesar de os três grandes terem demonstrado grande interesse em Beto, segundo avança o jornal O Jogo, são …

Odemira não é um caso único. Em Santarém, há situações "em tudo semelhantes"

O SEF tem investigado em Santarém situações "em tudo semelhantes às investigadas em Odemira e no Alentejo" por auxílio à imigração ilegal e tráfico de pessoas. Odemira tem estado recentemente no centro de toda a atenção …

No último ato da Liga, há uma luta por uma vaga europeia e uma fuga à despromoção

Vitória de Guimarães, Santa Clara e Famalicão lutam pela derradeira vaga de acesso às competições europeias de futebol da próxima época, numa 34.ª e última jornada marcada também pela ‘fuga’ à despromoção da I Liga …

"O PSD nacional tem de mudar e já", apela Alberto João Jardim

O antigo presidente do Governo Regional da Madeira defendeu num artigo de opinião, publicado esta segunda-feira, que o PSD nacional tem de "acordar" e "mudar já" e "não esperar pelos resultados das eleições autárquicas". No artigo …