Rio de Janeiro vai ter “réveillon” com espetáculos e fogo de artifício (mas sem público)

Gabriel Monteiro / Riotur

Fogo de artifício na Praia de Copacabana durante o reveillon do Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro encerrará 2020 com espetáculos e concertos ao vivo em seis palcos montados na cidade brasileira, mas aos quais o público não terá acesso devido à pandemia. Apenas poderá vê-los nas redes sociais e na televisão.

Embora o famoso espetáculo pirotécnico de cerca de 20 minutos seja mantido, a versão virtual do “réveillon” vai substituir a tradicional festa de despedida do ano “carioca”, que é o segundo maior evento da cidade depois do carnaval, e que em 2019 reuniu cerca de 2,9 milhões de pessoas na famosa praia de Copacabana.

O formato virtual foi escolhido para manter a festa em segurança devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus, que também levou à suspensão do famoso carnaval do Rio de Janeiro em fevereiro de 2021. As escolas de samba já anunciaram que não desfilarão em fevereiro, mas ainda não decidiram se adiarão a festa para junho ou se cancelarão.

Alguns dos detalhes do “réveillon” de 2020 foram divulgados hoje pela prefeitura em comunicado, no qual informou que assinou um contrato com a promotora de eventos SRCOM para que organize a festa pelo 14.º ano consecutivo e que, pela primeira vez, será totalmente financiada pela iniciativa privada.

De acordo com a autarquia, após análise e avaliação do projeto, a única proposta apresentada foi escolhida por “cumprir todos os requisitos exigidos e se enquadrar perfeitamente no novo modelo de “réveillon” que a prefeitura do Rio de Janeiro planeia para a festa deste ano, que ocorre no meio da pandemia de covid-19″.

O projeto prevê uma festa com formato totalmente diferente do tradicional e pensado para evitar aglomerações e outras situações que possam facilitar a transmissão da doença. “Teremos seis palcos distribuídos por pontos turísticos emblemáticos, mas aos quais o público não terá acesso, com todas as suas áreas isoladas”, explicou a prefeitura da cidade.

Para já está planeado que a festa seja transmitida em direto desde os diferentes palcos, e poderá ser assistida através de canais abertos de televisão e de diferentes plataformas digitais, incluindo os canais oficiais do YouTube da Riotur (empresa municipal de promoção do turismo do Rio de Janeiro).

Além dos concertos, o “réveillon” terá o tradicional espetáculo de fogos de artifício, com efeitos visuais inéditos, que também serão lançados de diversos lugares para evitar aglomerações de pessoas.

“Haverá também uma surpresa emocionante, que apenas será conhecida na noite do último dia do ano e que todos poderão ver a partir das suas casas, pela televisão ou pela Internet”, frisou o comunicado.

A ideia é que tanto os “cariocas” como os turistas, assim como pessoas de outras cidades e países, possam desfrutar da festa, mas evitando grandes multidões nos transportes e também na praia de Copacabana.

De acordo com a prefeitura, o novo modelo de festa vai oferecer um clima de respeito, com homenagens às vítimas da covid-19, e garantias de saúde para os profissionais responsáveis pelos espetáculos.

O Rio de Janeiro é um dos estados mais afetados pela pandemia de covid-19 no Brasil, o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, ao contabilizar o segundo maior número de mortos (mais de 5,4 milhões de casos e 158.456 óbitos), depois dos Estados Unidos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Da "política do filho único" a incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …

O Arecibo desabou. É o fim de uma era à procura de vida extraterrestre

O Observatório de Arecibo, em Porto Rico, morreu. Três semanas depois de um dos principais cabos de sustentação da sua cúpula ter desabado, danificado irremediavelmente o radiotelescópio, o icónico caçador de vida extraterrestre antecipou-se à …

O maior elevador panorâmico do mundo tem vista para os cenários de Avatar

Com o recente lançamento de fotografias subaquáticas dos bastidores do Avatar 2 e a notícia de que Avatar 3 está quase a terminar as filmagens, não há melhor momento para revisitar o parque nacional que …

Pandemia tirou comida da mesa, mas deu asas a startup que transforma plástico do mar em máscaras

A startup portuguesa Skizo transformou a pandemia numa oportunidade de crescimento. Quando faltava comida nalgumas mesas, a empresa de produção de sapatilhas e bolsas passou a fazer máscaras a partir de plástico retirado dos oceanos …

Na Irlanda, o Pai Natal é considerado um "trabalhador essencial"

A Irlanda fez esta semana um anúncio especialmente dedicado às crianças, afirmando que o Pai Natal é considerado um trabalhador essencial no país e, por isso, não terá as suas deslocações restringidas no período natalício. …

Mais 2400 novos casos. Portugal ultrapassa os 300 mil desde o início da pandemia

Portugal ultrapassou hoje a barreira dos 300 mil casos de covid-19 desde o início da pandemia no país, em março, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal registou mais 2.401 novos casos, tendo passado a contabilizar …

Medidas para o Natal conhecidas no sábado. Passagem de ano com todas as restrições

O primeiro-ministro, António Costa, adiantou hoje que no sábado anunciará as medidas para o Natal “com as melhores condições possíveis”, mas avisou desde já que “a passagem do ano vai ter todas as restrições”. “O Governo …

Os assentos do meio da Delta Air Lines vão continuar vazios

A companhia norte-americana Delta Air Lines anunciou esta semana que continuará a manter os assentos do meio vazios, mantendo a política de distanciamento social decretada por causa da pandemia de covid-19. A bloqueio destes lugares intermediários …