Rio tem “mais bagagem e competência técnica” do que Montenegro

Estela Silva / Lusa

Nuno Morais Sarmento com Rui Rio

O vice-presidente do PSD Nuno Morais Sarmento classificou na quarta-feira o resultado do partido nas eleições como “curto”, mas defendeu que Rui Rio tem “mais bagagem e competência técnica” para liderar o partido do que Luís Montenegro.

Em entrevista ao programa “Grande Entrevista” da RTP3, Morais Sarmento foi confrontado com o anúncio, horas antes, de que o antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro será candidato à liderança do PSD nas próximas diretas, previstas para janeiro.

“Foi um bom líder parlamentar, nada contra isso. Não gosto de julgar negativamente, mas reconheço outra bagagem, outra competência técnica, outra experiência, até outra capacidade de merecer a confiança dos portugueses a Rui Rio do que a Luís Montenegro”, afirmou.

O vice-presidente do PSD disse ainda desconhecer qual a estratégia proposta por Montenegro para o partido, a não ser na alteração de posicionamento do PSD, da qual discordou frontalmente.

Para Morais Sarmento, foi a estratégia de “recentramento do PSD como partido social-democrata e não de pretenso liberal” da atual direção que permitiu ao partido evitar “o risco” que considera que correu, apontando os resultados das autárquicas de 2017 em concelhos como Lisboa e Porto, pouco acima dos 10%.

“Antes destas eleições legislativas, o PSD estava em risco, esse risco foi ultrapassado nestas eleições”, defendeu, apontando que 1,4 milhões de portugueses “confiaram” no PSD. “A estratégia alternativa era malhar na esquerda como vimos ser feito mais no CDS com resultados significativamente mais negativos?”, questionou.

Desafiado a classificar numa palavra o resultado do PSD nas legislativas – 27,9% contra 36,6% do PS -, Morais Sarmento respondeu “curto”, mas considerou que nem esta votação nem a das europeias são impeditivas de Rui Rio se recandidatar.

“É uma decisão pessoal, exclusivamente dele”, afirmou, mas garantindo que o atual líder – que “terá seguramente cometido erros” – continuará a contar com o seu apoio se decidir concorrer novamente à liderança do PSD. “Não vejo ninguém que tenha um perfil mais diferenciado do perfil negociador, semirredondo, politicamente redondo de António Costa”, afirmou, na entrevista conduzida por Vítor Gonçalves.

Sobre o timing em que Rui Rio anunciará a sua decisão, o vice do PSD defendeu que seria “irresponsável para um partido líder da oposição que existissem decisões ou demissões antes de haver governo”, acrescentando que o PSD “não é o CDS”. “Rui Rio tomará a sua decisão consoante a utilidade que vir para o país na sua permanência ou na sua saída”, assegurou.

Sobre a posição transmitida à Lusa pelo ex-Presidente da República Cavaco Silva, de tristeza com os resultados do partido, Morais Sarmento recusou fazer interpretações, mas disse concordar que o PSD precisa de unidade. “Se no PSD continuarmos a achar graça a pormos a personalidade acima das ideias, dos princípios e do próprio partido vamos pelo mau caminho”, apontou, dizendo que o PSD só encontrará caminho se deixar de “parecer uma gaiola das malucas”.

Quanto ao futuro Governo, Morais Sarmento considerou que “para o país a melhor solução é o PS sozinho”: “Qualquer outra combinação sai mais cara”, avisou.

Ferreira Leite também sai em defesa de Rio

Manuela Ferreira Leite também defende Rui Rio, de acordo com o jornal Público. “Se Rui Rio não continuar, o PSD esfrangalha-se porque o que ele conseguiu não vejo agora quem vai poder consegui-lo”, disse Manuela Ferreira Leite na quarta-feira à noite, no comentário semanal na TVI. “Não vejo ninguém capaz de ter feito o que fez Rui Rio com um aspeto que é muito difícil de adquirir: apresentou-se com credibilidade aos olhos dos portugueses, que olham para ele como um perfil possível de ser primeiro-ministro”, acrescentou a antiga presidente do PSD.

Ferreira Leite fez vários elogios ao líder do partido, considerando que um dos “aspetos benéficos” é que Rio “fala quando tem de falar, se não falar durante oito dias não fala e se precisar de dizer que uma coisa que vem do opositor é boa para o país ele diz que sim, que é bom para o país”.

Para Ferreira Leite, o líder dos sociais-democratas “garante estabilidade porque se houver uma medida necessária para o desenvolvimento do país, ele não vai votar contra”, uma vez que sempre teve uma “convicção profunda” de que “em primeiro está o interesse do país”.

Caso Rio não se mantenha na liderança do PSD, Ferreira Leite considera que o partido fica “muito pior” e aponta ainda que Rio fez algo que considera importante: “recentrou o partido”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas nazis criaram um pesticida alternativo ao DDT (que até era melhor)

Cientistas nazis criaram uma alternativa ao inseticida DDT, que alegadamente seria menos tóxica para os mamíferos e de ação mais rápida. A sua produção viria a terminar abruptamente por intervenção das forças Aliadas. O DDT é …

Operação Rota do Cabo leva à detenção de 22 pessoas

A Procuradoria-geral Distrital de Lisboa (PGDL) anunciou hoje a detenção de 22 pessoas no âmbito a operação Rota do Cabo, efetuada para desmantelar uma alegada rede criminosa de auxílio à imigração ilegal. Em comunicado, a PGDL …

Garcia de Orta. Governo admite recorrer a pediatras do privado para assegurar urgência

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos, disse que a falta de médicos pediatras nas urgências do hospital Garcia de Orta “é uma situação que não é possível resolver de um …

Cientistas descobrem um novo benefício de tomar chá

https://vimeo.com/366605754 Se já se sabia que beber chá era bom para a nossa saúde, uma nova investigação vem confirmar ainda mais essa ideia. Cientistas encontraram no chá um novo benefício para o nosso cérebro. Várias investigações apontam …

Governo da Escócia quer novo referendo sobre independência em 2020

A ministra principal da Escócia e líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que quer um novo referendo sobre a independência em 2020 e abrir negociações com Londres até ao fim …

As bactérias contradizem Darwin: a mais apta não sobrevive

Uma recente investigação levada a cabo pela Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, revela que, no que diz respeito às bactérias, a "sobrevivência das mais cooperativas" excede a "sobrevivência das mais fortes". As bactérias são capazes de …

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …