Rui Rio abandona Assembleia em protesto contra deputados do próprio partido

Durante o debate quinzenal desta terça-feira, o líder do PSD, Rui Rio, abandonou a Assembleia da República em protesto contra os deputados do próprio partido.

Num debate quinzenal marcado pela discussão da complicado situação que Portugal atravessa face à pandemia de Covid-19, Rui Rio roubou as atenções ao abandonar a Assembleia da República num sinal de protesto contra os próprios deputados do PSD.

“O PSD tem um conjunto de deputados que estão aqui e não deviam estar. Eu vou ser o primeiro a sair para dar o exemplo”, disse Rui Rio ao presidente da Assembleia, Ferro Rodrigues.

Já tinha sido chamado à sua atenção o facto de a bancada do PSD contar com 36 deputados, em vez dos 18 que ficaram determinados como uma das medidas de contenção do novo coronavírus.

O vice-presidente do PSD, Ricardo Batista Leite, disse ao primeiro-ministro, António Costa, que os deputados “não deviam estar ali”, mas que devia estar a decorrer a comissão permanente.

“Há milhões de trabalhadores estão todos os dias a sacrificar-se para que as nossas famílias possam comer e ter uma vida minimamente normal em matéria de segurança”, justificou Ferro Rodrigues, antes de atirar: “Senhor deputado, ficou decidido que íamos ter um quinto dos deputados na sala. O PSD devia ter 18. Sabe quantos tem? 36. Não é responsabilidade do presidente, mas da vossa bancada”.

No final do debate quinzenal, Rio Rio explicou aos jornalistas o seu gesto. “Se não saem eles, saio eu. Tenho de dar o exemplo aos meus deputados, mesmo discordado do que a Conferência de Líderes decidiu”, disse.

Não podemos ter um comportamento diferente do que estamos a exigir ao povo português. Tanto me faz que seja dos outros grupos parlamentares como do meu, é assim que de deve ser, é assim que devemos dar o exemplo”, acrescentou.

Ainda assim, o líder do PSD defendeu que “discorda completamente” que se mantenha em funcionamento o plenário da Assembleia da República, tal como Ricardo Batista Leite tinha argumentado.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Com o modelo de representação que a nossa constituição estabelece é suficiente um deputado por cada partido. Assim, 10 deputados são suficientes para o funcionamento da AR, para isso basta que o voto de cada um tenha o peso da percentagem que o partido obteve nas urnas.

  2. Mau… que eu já não percebo nada disto!
    Então o anterior grupo parlamentar não respeitava o líder partidário porque tinha sido escolhido pelo anterior líder do PSD. E então este grupo parlamente foi escolhido por quem?

  3. A questão que se levanta é se estavam lá presentes para receberem as ajudas de custo inerentes à participação deles no debate. O que é uma afronta ao povo que paga e paga e tornar a pagar essas mordomias.

  4. Isto apenas explica que grande parte desta corja não tem onde cair morta. E vão ao parlamento apenas para mamar as ajudas de custo. É uma vergonha. Só miséria.

RESPONDER

Oposição urge Boris Johnson a despedir assessor por ter violado o confinamento

Os partidos da oposição escreveram hoje ao primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, urgindo a demissão do assessor Dominic Cummings, a quem acusam de ter "abalado gravemente a confiança" da população nos apelos oficiais sobre a pandemia …

Atletas que sorriem durante as corridas gastam menos oxigénio

Os atletas que sorriem gastam menos oxigénio, trabalham de forma mais económica e têm um nível de esforço menor, refere um estudo realizado pelas universidades de Ulster e Swansea, divulgado esta terça-feira. Os investigadores pediram a …

OMS analisa possíveis primeiros casos de infeção de animais para o homem

A Organização Mundial de Saúde (OMS) admite que pelo menos três infeções por Covid-19 nos Países Baixos possam ser os primeiros casos conhecidos de transmissão do novo coronavírus dos animais para o homem, tendo martas …

Na Suíça, é possível estar em teletrabalho e a empresa pagar parte da renda

O Tribunal Federal da Suíça condenou uma empresa de contabilidade a pagar parte da renda de casa a um funcionário que se encontrava em teletrabalho. Segundo revelou na segunda-feira o swissinfo e o Tages-Anzeiger, citados pelo …

Governo negoceia até mais 35 milhões em apoios para agricultura

A ministra da Agricultura disse hoje que está em curso a negociação de medidas adicionais para apoiar o setor agrícola, face ao impacto da covid-19, através do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), que podem mobilizar …

Moro não assinou exoneração de ex-diretor da Polícia, admite Presidência do Brasil

A Secretaria-Geral da Presidência brasileira admitiu na segunda-feira que o agora ex-ministro da Justiça Sergio Moro não assinou o decreto de exoneração de Maurício Valeixo da direção-geral da Polícia Federal, confirmando a versão original do …

Norte foi região que mais contribuiu para aumentar produtividade do trabalho no país

O Norte foi a região que mais contribuiu para aumentar a produtividade laboral entre 2000 e 2017, crescendo 20% quando a Área Metropolitana de Lisboa subiu 3,3%, revelou na segunda-feira a Comissão de Coordenação e …

Vai nascer uma praia fluvial nas margens do Alqueva em 2021

Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, devendo começar a funcionar no verão do próximo ano. Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, junto à aldeia …

Câmara de Bragança vai ajudar com até 100 euros a pagar renda

As famílias mais vulneráveis do concelho de Bragança vão poder contar com um apoio financeiro até 100 euros mensais para pagar a renda. A Câmara de Bragança vai ajudar as famílias do concelho em situação vulnerável …

Parlamento chumba lay-off para sócios-gerentes, mas acaba com teto de faturação ao apoio

A Comissão de Economia chumbou, esta terça-feira, o alargamento do lay-off simplificado aos sócios-gerentes. Por outro lado, aprovou o fim do teto de faturação para aceder ao apoio a estes portugueses. A proposta do PSD, BE …