O derradeiro trabalho de Hawking foi publicado (e arrasa o Multiverso)

ntnu-trondheim / Flickr

O físico Stephen Hawking

O físico Stephen Hawking deixou-nos uma última mensagem antes de morrer: o seu trabalho final, que detalha a sua última teoria sobre a origem do Universo.

Antes de morrer, Stephen Hawking decidiu contrariar a famosa teoria do Big Bang, a teoria mais aceite para explicar a origem do Universo, que diz que tudo começou depois de um ponto muito quente e denso ter explodido e entrado numa expansão que dura há cerca de 14 mil milhões de anos.

No entanto, para Hawking o Universo é finito e muito mais simples do que pensamos. No artigo, publicado esta quarta-feira no Journal of High Energy Physics, afirma que o Universo é muito menos complexo do que sugerem as teorias atuais.

Esta teoria, que Stephen Hawking partilhou e trabalhou com o físico Thomas Hertog, já tinha sido enunciada no ano passado numa conferência na Universidade de Cambridge. Caso seja confirmada, a teoria de Hawking obrigará a reescrever todas as enciclopédias científicas.

Assim, a teoria baseia-se em torno do conceito de inflação eterna, introduzido pela primeira vez em 1979. “A teoria usual de inflação eterna prevê que globalmente o nosso Universo é como um fratal infinito, com um mosaico de universos de bolso separados por um oceano inflável”, explicou o físico na conferência.

“As leis locais de física e da química podem diferir de um universo de bolso para outro, que juntos formariam um multiverso. Mas eu nunca fui fã do multiverso. Se a escala de diferentes universos no multiverso é grande ou infinita, a teoria não pode ser testada”, afirmou o cientista.

No fundo, a conclusão é de que a “saída da inflação eterna” não produz um multiverso infinito, mas sim “finito e razoavelmente polido”. Hawking e o físico belga Thomas Hertog defendem que o oceano inflável não está, então, em expansão infinita.

“O problema com a inflação eterna é que ela assume um universo de fundo existente que evolui de acordo com a teoria da relatividade geral de Einstein e que trata os efeitos quânticos como pequenas flutuações. No entanto, a dinâmica da inflação eterna elimina a separação entre a física clássica e a física quântica. Por consequência, a teoria de Einstein deixa de fazer sentido“, explica o físico belga.

Segundo o Observador, esta explicação vai ao encontro do que Stephen Hawking disse antes de morrer: “Prevemos que o nosso Universo, nas maiores escalas, é razoavelmente simples e globalmente finito. Portanto, não é uma estrutura fractal“.

Em vez de explicar o Universo à luz da teoria da relatividade geral de Einstein, os físicos procuraram explicá-lo sem depender desta teoria. Assim, a teoria de Hawking baseia-se na teoria das cordas, um ramo da física teórica que tenta conciliar a física clássica com a física quântica, descrevendo os constituintes fundamentais do Universo como cordas vibrantes.

Assim, conforme esta teoria, o Universo é um holograma gigante no qual a realidade física a três dimensões pode ser reduzida a projeções bidimensionais.

Segundo Hertog, “quando traçamos a evolução do nosso Universo de trás para a frente no tempo, chegamos ao limiar da inflação eterna, onde a nossa noção comum de tempo deixa de ter significado”. É a isto que se resume a última ideia que Stephen Hawking assinou antes de morrer.

Agora estamos a dizer que há um limite no nosso passado“, conclui Hertog.

Além de o artigo científico descrever como o nosso Universo vai acabar por se transformar em nada à medida que as estrelas forem gastando a sua energia, Hawking apresenta ainda os cálculos matemáticos que poderão levar à construção de uma sonda espacial que poderá descobrir indícios da existência do multiverso.

PARTILHAR

47 COMENTÁRIOS

  1. Caríssimos Senhores:
    Temos passado a vida a inteira a estudar tanto a Ciência como a Metafísica esotérica do Espiritualismo avançado e sábio, em geral, e chegámos a completas certezas sobre a sobrevivência e a imortalidade do Homem como também à existência dos Universos Paralelos, Mundos Invisíveis ou Planos Cósmicos.
    É sobre estas Realidades maiores que a Ciência académica se nos afigura uma bisonha adolescente, ao tentar compreender o Universo e a Criação universal, ao tentar perceber tão ingenuamente o que é a Consciência, ao ter tantas dúvidas sobre a Vida Além da Morte.
    As ciências universitárias bem precisam de uma remodelação total, pois as suas limitações laboratoriais, os seus preconceitos retrógrados e o seu misoneísmo medievalista nos parecem dogmas muito aparentados com o dogmatismo de que têm enfermado tanto as religiões, especialmente as do Hemisfério Ocidental.
    Temos conceções bem definidas, físicas, hiperfísicas, metafísicas e transcendentais sobre o Cosmos e o Universo (a Alma e o Corpo da Natureza), que fariam “inveja” aos próprios cientistas, que apenas titubeiam no conhecimento empírico, com hipóteses e teorias ainda tão infantis e ingénuas, mesmo no meio do brilhantismo intelectual académico.
    Basta lerem no nosso blogue os seguintes temas e respetivos depoimentos, para compreenderem como essas Verdades, como a dos Multiuniversos e dos Universos Paralelos ou Planos Dimensionais, não são “cartas fechadas” para os verdadeiros Sábios da Verdade, do Espírito e da Consciência. Queiram consultar os seguintes tópicos:
    Ver em: http://aquariusidadedeouro.blogspot.pt/
    12: Da Astronomia e o Universo
    11: As 10 Limitações da Ciência
    39: O Homem que Matou a Morte
    03: Vida Além-Provas Científicas
    04: Os Depoimentos Científicos
    37: Os 7 Princípios do Homem

    Paz Profunda!…
    Prof. Astrophyl (J.F.S.), um Sábio de Portugal.

    • O problema destas balelas é que nunca produziram nada de concreto. É só treta. Por outro lado são as “ciências universitárias” que lhe permitem andar aqui a papaguear patetices e usar GPS para chegar ao seu destino. Nem falo da duplicação da esperança média de vida ou outros feitos “infantis e ingénuos” da ciência. Quando as suas balelas produzirem algo de físico, concreto, verificável, palpável e utilizável diga qualquer coisa.

      • A Ciência pode ser uma princesa da mente mas não é nenhuma rainha da Sabedoria, pois só a Auto-Realização da Auto-Revelação espiritual o pode conseguir. Se fosse verdadeira rainha, já tinha resolvido completamente os problemas mais básicos da Humanidade. Mas a Humanidade está doente e desorientada, faminta e empobrecida, corrompida e infeliz… E que têm feito os cientistas para resolverem tais problemáticas?… Paz Profunda!… J.F.S.

        • “Mas a Humanidade está doente e desorientada, faminta e empobrecida, corrompida e infeliz…”
          Talvez, e quanto mais der ouvidos a “palermices espirituais”, pior fica!…
          “E que têm feito os cientistas para resolverem tais problemáticas?”
          Os cientistas tem feito mais do que qualquer religião ou “espírito”, que, além de não dizerem absolutamente NADA, só servem para estupidificar as pessoas!…

          • Qualquer discussão é fútil e improfícua, irracional e ilógica quando as pessoas estão dispostas a negar aquilo que desconhecem. Ninguém o faça, segundo a deontologia da mais genuína Lógica racional!… Só nega o Espírito aquele que não sabe o que é a sua própria Consciência. Sabê-lo-á este “interlocutor”?… Saberá este Senhor “Eu” quem é ele mesmo ou estará obnubilado por ilusões evanescentes (pelo menos diante da morte)?… J.F.S.

            • Continua a escrever um conjunto de palavras para não dizer absolutamente nada!…
              Se tem algum coisa de útil a dizer, diga – não se ponha com “floreados” e divagações que, para a maioria das pessoas, é chinês!…

    • Nuno, nunca produziu nada em concreto? Não deve conhecer Nassim Haramein, um dos maiores e mais completos físicos da atualidade! Onde ciência e espiritualidade se UNEM como deve ser e consegue explicar muitos dos problemas que a ciência convencional nem sabe como…
      Muitos mais houve, posso dar o exemplo de Dr. Halton Arp, Dr. Harold Aspden, grandiosíssimos cientistas, muito avançados para a sua época…
      Ao sr. João Fortunato da Silva, um bem haja, espero que não leve muito tempo até as pessoas perceberem que Ciência e Espiritualidade são UNOS, um não existe sem o outro!
      Somos seres espirituais tendo uma experiência humana e não o contrário. Antes da matéria, já existia o espírito.

      • Jo, são balelas. Muito blá blá e a verdade é que não foi capaz de me dizer uma tecnologia ou avanço concretos, verificáveis e reproduzíveis produzidos com esse tipo de conversa. Quanto aos nomes que mencionou (numa tentativa de fugir à questão), é tudo gente amadora e/ou sem credibilidade no meio científico e que pouco ou nada conseguiu demonstrar. O facto de mencionar esses nomes apenas mostra a sua falta de noção sobre a ciência em geral e sobre o tópico noticiado em particular.

        • O espírito é aquilo que vê para além da caverna,dedica um década a estudar está matéria e vais ver como vais sentir a tua alma , mais podes até ir além da caverna.

      • JO AMIGO: CERTÍSSIMO!…
        Fritjof Capra, em «O Tao da Física», preconiza bem a Síntese entre a Ciência e o Sagrado. E os negadores esquecem ou ignoram o que o psiquiatra Brian Weiss disse:
        * BRIAN WEISS, egrégio e admirável psiquiatra americano de Miami Beach, Florida (EUA):
        «A Ciência e a espiritualidade, durante muito tempo consideradas antitéticas, estão a começar a dar as mãos. Os físicos e os psiquiatrias estão a começar a ser os místicos da era moderna. Estamos a confirmar aquilo que os místicos antes de nós sabiam, de modo intuitivo. Somos todos Seres divinos. Sabíamos que assim era, há milhares de anos, mas esquecemo-nos. Para podermos regressar a casa, temos de nos lembrar do Caminho…
        Como os místicos cristãos ensinavam, você não é um ser humano a viver uma experiência espiritual; você é um Ser espiritual a viver uma experiência humana!… Somos Seres espirituais dentro destas formas humanas. A Parte espiritual em nós nunca morre. Nunca perdemos realmente aqueles que amamos!»…
        Que as bênçãos da verdade superior estejam contigo e com todos para sempre!…
        Muita Paz no teu coração intuitivo e na tua mente racional!… J.F.S.

        • João, o facto é que que não foi capaz de me dizer uma tecnologia ou avanço concretos, verificáveis e reproduzíveis produzidos com esse tipo de ideias. Isto são os factos, o resto é conversa da treta.

  2. Frequentemente, os físicos e astrofísicos do ensino oficial falam de coisas que desconhecem, nomeadamente quando se trata de falarem do Universo, quer das suas imensas dimensões espaciais, da sua idade real ou de fenómenos desconcertantes como os buracos negros, etc. E todas as Leis que a física vai descobrindo são apenas o “soletrar” — e muitíssimo elementar — dos fabulosos Mistérios ignotos (mas não incognoscíveis) da Natureza, de amplitude grandiosamente oceânica.
    Leiam no nosso blogue os seguintes temas, para compreenderem como essas Verdades, como a dos Multiuniversos e dos Universos Paralelos ou Planos Dimensionais, não são “realidades tão desconhecidas” para os verdadeiros Sábios da Verdade cósmica, da Sabedoria do Espírito e da Luz da Consciência. Queiram consultar os seguintes tópicos:
    Ver em: http://aquariusidadedeouro.blogspot.pt/
    12: Da Astronomia e o Universo
    11: As 10 Limitações da Ciência

    Paz Profunda!… Prof. Astrophyl (J.F.S.), um Sábio de Portugal.

  3. João Fortunato da Silva, perceba que é precisamente esse “misoneísmo medievalista” (o que quer que isso seja) da ciência que lhe permite viver e vida que leva e escrever a mensagem que escreveu. É a ciência, e não o “Espiritualismo avançado”, que faz com que já não tenha morrido de uma qualquer gripe ou dor dentes. Esta é aliás, a meu ver, a única falha da ciência…

    • Existe uma barreira de comunicação tão alta entre pessoas como o JFS e os restantes de nós que torna qualquer tentativa de diálogo infrutífera. Seguramente o estudo da enfermidade que afecta essas pessoas daria uma bela tese de doutoramento em psiquiatria.

      • Talvez a distância maior esteja nas barreiras analíticas e nos muros de dogmatismo cientificista de muitos ditos instruídos, face ao Saber sintético e universal, que só pode provir do Amor, do Espírito e da Consciência (com a plataforma da Ciência). Somos um Investigador sem fronteiras e apenas pretendemos edificar pontes e não erigir muros. Os muros são o vosso desconhecimento. Estudem mais e melhor para serdes Sábios!… Porém, um Sábio não é um sabe-tudo, que nunca apareceu sobre a Terra. Queiram ler no meu Blogue o tópico 39-O Homem que Matou a Morte!…

    • O senhor não faz a mínima ideia do quê se passa no mundo,o quê é ARTE ,nem que os grandes senhores catedráticos são todos estudantes dessa ARTE. só descrimina àquilo que desconhece…

    • Meu caro amigo Gabriel:
      O teu erro é não perceberes que a criatividade científica não provém da mente, mas vem através dela, e que é oriunda da própria Consciência do cientista, do Eu Sou ou Eu Superior, Superego ou Individualidade espiritual, Eu Racional, Eu Espiritual ou Espírito Santo… que é o Espírito do Homem. Logo: tudo o que o Homem faça de bom, verdadeiro e positivo provém originalmente do Espírito. Não há nada de elevado que dele não provenha. J.F.S., um Sábio “Lux…itano”.

      • Não, a criatividade não vem de palavras sem nexo! São as células nervosas que processam e transmitem informações entre si através de sinais eletroquímicos. Se perdesses menos tempo com palavras sem significado nenhum e te pusesses a estudar um bocado de ciência a sério, percebias isso facilmente. Toma lá, para te entreteres: inrerumnatura.wordpress.com

  4. Há alguma réstia de verdade no que o J. Silva diz, mas infelizmente há também muita certeza oca, e um ego inchadíssimo de auto-elogio em boca própria. Borra a pintura toda. Leia-se! ele entitula-se um sábio de Portugal… E cria um pseudónimo ridículo “Astrophyl” (astrologia + filosofia). Numa tentative de auto-definição como “guru”, que não ajuda muito à credibilidade, ele expõe a falta de fundamentos do seu conhecimento.

    O seu Blog em si é uma pataquada de mistura de teorias New Age, com beatice religiosa…

    Mas repare-se… Vem para aqui fazer publicidade ao Blog dele mas… Já nos meteu a todos a falar sobre ele. Lá pinta de Guru, não lhe falta, ainda que atraia a atenção pelos motivos errados.

      • Até concordo quê não existem f no ocidente ,mas dizer isso é desconhecer a cultura mundial ,é mais existem especialistas em tudo,mas é um mistério que quando se fala destas coisas aí não podem haver pessoas com mais conhecimento,o que o Ego cria uma barreira nestes temas…

      • A verdade (aqui entendida como a factualidade no funcionamento do universo) não se importa com o que cada um conhece ou pensa dela, ela simplesmente é. O universo não deixaria de existir se não houvesse nenhum ser inteligente e consciente para o apreciar.

    • E se os meus motivos forem profundamente altruísticos, amorosos e humanitários?… Onde ficarão os vossos juízos indébitos e os vossos vereditos precipitados? Ninguém se arvore em dar sentenças em causa que desconhece e, muito menos, sobre a psicologia dos outros! Ao menos falo do melhor de mim para instruir e não dos outros para denegrir!… Façam o mesmo, é o melhor conselho que vos dou!… Se sou Guru sou Instrutor… do Bem, da Luz e da Verdade… Nada mau!…

      • O Guru da Luz é o Mexia da EDP!
        Já que fala tanto em luz, veja lá se, com esse seu “paleio barato”, consegue fazer com que a conta de electricidade baixe!..

        • Sim!… Se souberem poupar perante os gastos que são desnecessários. Também diminuirão a “fatura” das sombras da mente e das silhuetas da alma, se souberem “poupar” palavras, sem logorreias (logomaquias, verborragias, verbosidades — se preferirem) diante do que desconhecem, aprendendo o muito que ignoram, com grande humildade e Amor à Verdade cósmica. J.F.S.

      • Não duvidando das boas intenções, presta um mau serviço à causa. É por se espalharem disparates pseudo-profundos em que termos científicos são apropriados e usados com um significado totalmente diferente (ou sem significado de todo) que tipos como o Deepak Chopra estão podres de ricos à custa de crédulos.

        • Mas o meu dinheiro conta-se às vezes por cêntimos. Quase desprezo esse “vil metal”!… Eu vivo para Amar, Servir e Instruir a Humanidade… Quem não acreditar, que viva também isto, com toda a sinceridade!… Paz profunda, Fé viva e Amor divino para todos!… J.F.S.

  5. Todas pessoas tem sua opiniao! Todos tem direito de a exprimir ! Gostem uns nao gostem outros ! Continuem ! Eu gosto de todas !

  6. Por mais que me tente admirar as teorias de Stephen Hawking, nunca consegui aprecia-las. Ele era muito adepto do Nada, afirmou que o Universo foi criado a partir do nada, e antes do tempo não havia nada, e que quando um buraco negro acaba o seu combustível, transforma-se numa singularidade que é simplesmente nada, tudo deixa de existir. Ele sempre mencionou o termo “nada” e “deixa de existir”, ele era muito adepto do Nada, daí ter afirmado a inexistência de Deus (estava enraizado a isso pois caso contrário as suas teorias sobre o universo colidiria com a de Deus).
    Para mim, sei que o espaço e o tempo não se aplicam para Deus, até a Bíblia menciona que Deus desloca-se livremente no espaço e no tempo de uma maneira que o ser humano está limitado a compreender. Resumindo, todo o ser humano tem o livre arbítrio de pensar e dizer o que quiser mas existe um limite e esse limite só pode ser aplicado dentro do plano humano porque todo o ser humano é regido a 4 etapas basicas da vida que são o nascimento, crescimento, reprodução e morte. Fora deste plano, nunca conseguirá provar absolutamente nada, seja do multiverso ou das coisas de Deus. Estas teorias todas são impraticaveis, não são mais do que meras ideias.

      • Aqui estamos nós (e não apenas) para tentarmos produzir uma revolução cultural neste país, porque o pensamento concreto e analítico, linear e horizontal, especializador e unidirecional dos portugueses, distraídos demais no “televisismo”, no “futebolismo” e no “historicismo”, avassalou a verdadeira Cultura, como o joio no meio do trigo, e afastou-os da nobre Cultura da Realidade abstrata, metafísica e cósmica — o adjetivo «abstrato», muito superior a «concreto», não tem o mesmo sentido para os instruídos e para os Sábios. Dentro de 4 ou 5 dias já podem ler no nosso blogue o tópico 38: A Verdadeira Cultura Superior. E queiram desculpar pelo longo atraso!… J.F.S.

  7. Sempre existiu tudo, o nada nunca existiu.
    Os universos foram criados através de membranas quânticas.
    E já agora temos capacidades que a ciência nem sequer sonha; reversão celular e remissão espontânea, aqueles atributozinhos do peixe zebra, lembram-ee…

    • A Ciência, mesmo com toda a tecnologia de ponta, está só no limiar, e quase infantil, das maiores e mais portentosas descobertas cósmicas da omnipresença da Vida no Universo, na Exobiologia universal, da compreensão dos Enigmas profundos do Espaço sideral e das Maravilhas prodigiosas do Cosmos inefável, glorioso e transcendente. J.F.S., um filho do Universo.

RESPONDER

Funcionários públicos esperam entre 100 e 280 dias para se poderem reformar. Processo pode ser acompanhado online

A atribuição das novas pensões de reforma aos funcionários públicos está a demorar, em média, entre 100 a 280 dias - ou seja, entre três e mais de nove meses. A revelação foi feita esta terça-feira, …

"Onde está o Varandas?". Claques não faltaram à vitória do Sporting em hóquei em patins

Apesar das quebras de protocolos, Juventude Leonina e Diretivo Ultras XXI marcaram presença no jogo desta terça-feira de hóquei em patins entre o Sporting e a Oliveirense. Na noite desta terça-feira, o Pavilhão João Rocha foi …

Do azedume às contas do passado. Críticos internos atacam Rio

Depois de Rui Rio ter anunciado esta segunda-feira que se recandidata à liderança do PSD, os críticos internos vieram a público. Acusam-no de querer dividir o partido e ajustar contas com o passado e esperam …

"Acho ridículo que sejam feitas obras, portas ou não", diz Ventura

O CDS que não quer o líder do Chega no meio dos seus deputados e a solução pode mesmo passar por abrir uma porta especial para o deputado. "Acho ridículo", comenta André Ventura. Na última conferência …

Duas vitórias em 14 jogos. Benfica quer travar o calvário da Champions

O Benfica recebe esta quarta-feira o Lyon, estando praticamente obrigado a ganhar para seguir em frente na competição milionária. Apesar de reconhecer a dificuldade, Rúben Dias acredita os encarnados vão voltar aos bons resultados. A …

Barcelona-Real Madrid oficialmente adiado para 18 de dezembro

O Comité de Competições da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) concordou, esta quarta-feira, em marcar o FC Barcelona-Real Madrid, que se deveria disputar no sábado, para 18 de dezembro, "por motivos excecionais". A data inicial …

Embaixador dos EUA em Kiev confirma chantagem de Trump para forçar investigação a filho de Joe Biden

O processo de impeachent a Donald Trump conheceu um testemunho que pode ser determinante. O embaixador dos Estados Unidos em Kiev, na Ucrânia, Bill Taylor, foi ouvido no Congresso norte-americano na terça-feira e apontou o …

Hospital de Évora fez pagamentos indevidos a médicos

O Tribunal de Contas detetou pagamentos ilegais a médicos com funções de gestão de 2015 a 2018 e concluiu que dois técnicos superiores foram nomeados administradores do Hospital de Évora sem reunirem os requisitos legais …

"Infortúnios" vão chegar "mais cedo do que o esperado". Marcelo pede mais crescimento económico

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, diz que o país precisa de mais crescimento económico. "Este que temos não chega", porque "os infortúnios" vão chegar mais cedo do que o previsto. Esta terça-feira, o …

Arqueólogo encontra dezenas de sítios maia graças a um mapa online gratuito

Um arqueólogo norte-americano descobriu 27 sítios maias com 3.000 anos graças a um mapa online gratuito, escreve o jornal The New York Times. Takeshi Inomata, arqueólogo da Universidade do Arizona, nos Estado Unidos, utilizou um mapa …