Revelada a identidade da misteriosa múmia encontrada num caixão de ferro em Nova Iorque

Cortesia de Scott Warnash / Linda Warnasch

Um grupo de especialistas estabeleceu (finalmente) a identidade do corpo da misteriosa mulher encontrada em 2011 num terreno baldio em Queens, na cidade norte-americana de Nova Iorque.

Na época, o corpo mumificado foi encontrado num terreno baldio da cidade e, os cientistas acreditavam que se tratava de um homicídio recente. No entanto, as novas análise revelaram que o mistério é bem mais antigo.

O cadáver da mulher afro-americana foi encontrado de forma inesperada há sete anos por trabalhadores da construção civil. O corpo mumificado tinha vestido uma camisola e umas meias brancas. À sua volta, foram também encontrados restos de um caixão de ferro que acabou por ser esmagado pelas máquinas que trabalhavam na obra.

O caixão de ferro era tão hermético que fez com que o corpo permanecesse quase perfeitamente intacto, ao ponto de parecer que a mulher tinha morrido há poucos dias.

O estado de conservação do corpo levou os especialistas a acreditar que se tratava de um assassinato recente. “Um corpo enterrado num terreno baldio parece ser bastante direto”, disse um especialista forense de Nova Iorque, Scott Warnasch.

No entanto, uma investigação recente veio provar o contrário. As análises conduzidas identificaram o corpo como Martha Peterson, uma mulher que nasceu várias décadas antes da Guerra Civil Americana (1861-1865) – ou seja, em meados do século XIX.

“A mulher parecia estar morta há cerca de uma semana, mas tinham passado 160 anos” disse Scott Warnasch citado pelo Live Science.

Acredita-se que Martha tenha trabalhado para um homem branco no local e terá morrido, provavelmente, da varíola em meados de 1851. Depois da sua morte, acreditam os cientistas, a mulher terá sido sepultada sob o terreno de uma igreja que terá sido fundada em 1830 pela primeira geração livre de afro-americanos.

Os investigadores conseguiram ainda recriar o seu rosto. Em breve, estas descobertas serão apresentadas num documentário intitulado “A mulher do caixão de ferro”.

ZAP // RT / ScienceAlert

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Gosto muito de ler matérias sobre arqueologia, mesmo em casos mais recentes, como esse.
    A ciência desvenda mistérios e nos ajuda a conhecer a História!

Responder a ZAP Cancelar resposta

Astrónomos provam que há água "presa" na poeira interestelar

As partículas de poeira no Espaço estão cobertas de gelo. Esta descoberta facilita as tentativas futuras de identificar a estrutura e composição da poeira em diferentes ambientes astrofísicos. O meio interestelar é composto por gás e …

Rochas antigas de Vénus apontam para origem vulcânica

Uma equipa internacional de investigadores descobriu que alguns dos terrenos mais antigos de Vénus, conhecidos como "tesserae", têm camadas que parecem consistentes com atividade vulcânica. A descoberta pode fornecer informações sobre a enigmática história geológica …

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …