Cientistas garantem ter explicação para o Triângulo das Bermudas (e é simples)

(cv) Fox News

Ondas “selvagens” com 30 metros de altura, que duram apenas 10 minutos, poderão causar os desaparecimentos no Triângulo das Bermudas

Uma equipa de cientistas britânicos avançou com uma teoria – que garantem ser a derradeira – para os misteriosos desaparecimentos de navios e aviões na zona do Oceano Atlântico conhecida por Triângulo das Bermudas. A culpa pode ser de ondas traiçoeiras de mais de 30 metros.

Desde erros humanos a “bombas de ar” provocadas por nuvens hexagonais, são inúmeras as explicações para o mistério em torno do Triângulo das Bermudas, extensão de mar no Oceano Atlântico Norte, situada entre a Florida, as Bermudas e Porto Rico, e onde já desapareceram vários aviões e navios. Mas agora há mais uma teoria.

Cientistas da Universidade de Southampton, em Inglaterra, culpam as ondas traiçoeiras pelos misteriosos desaparecimentos.

Estão em causa ondas súbitas e enormes que podem medir até 30 metros de altura e que podem demorar durante apenas alguns minutos. Observadas pela primeira vez em 1997, estas ondas podem aparecer do nada, com extrema potência e força suficiente para afundar o maior dos navios.

Na investigação, os cientistas criaram um modelo do USS Cyclops, um navio de grande dimensão que desapareceu no Triângulo das Bermudas em 1918, com 300 pessoas a bordo. Depois, simularam em laboratório uma destas ondas traiçoeiras que rapidamente afundou o modelo do navio.

A demonstração parece confirmar que o cenário fictício se pode repetir na realidade no Triângulo das Bermudas, até porque a área tem condições propícias para a formação destas ondas traiçoeiras.

“Há tempestades para sul e norte que se juntam. E se houver outras adicionais da Florida, pode ser uma formação potencialmente fatal de ondas traiçoeiras“, explica  o oceanógrafo Simon Boxall, que esteve envolvido na investigação, à Fox News. O cientista salienta que são ondas “íngremes” que podem atingir “mais de 30 metros”.

O mistério do Triângulo das Bermudas poderá ter sido (outra vez) finalmente explicado. Mas nem todos os cientistas partilham do entusiasmo de Boxall. Aleksandr Zhigalin, da Academia das Ciências da Rússia, é um deles.

Segundo Zhigalin, a teoria das ondas de Boxall pode explicar o desaparecimento de navios, mas não dos inúmeros aviões que desapareceram no famigerado triângulo. “O Triângulo das Bermudas é um enigma da moda, há muito tempo por desvendar”, e talvez seja cedo para concluir que o mistério está resolvido, diz o cientista russo à Sputnik News.

Estima-se que, nos últimos 100 anos, o misterioso “Triângulo das Bermudas” tenha provocado a destruição de 75 aviões e afundado centenas de barcos e navios – provocando mais de mil mortes. Em média, 5 aviões continuam a desaparecer na região todos os anos.

ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

      • Pois não dá de facto explicação para o desaparecimento de nada que voe… Por exemplo. Já para não falar nas bússolas de barcos e instrumentos de vôo deixarem de funcionar, como é tão frequentemente relatado pelos próprios (que sobreviveram).

        A necessidade que algumas pessoas têm de um minuto de fama… Dá nestas afirmações de auto-importância das suas teorias.

        • Ora bem Miguel! Essas anomalias eletromagnéticas acontecem porque a zona das Bermudas se encontra numa linha ley, assim como o “triângulo do diabo” no Japão, localizado na mesma latitude. Não querem admitir o óbvio porque haveria muita coisa mais que iríamos descobrir e que não convém…
          Deixo a dica: existem 12 vórtices no planeta, sendo dois deles no Ártico e Antártida. Ivan P. Sanderson. Bill Becker e Bethe Hagens.

    • De certeza que são “ondas voadoras”!!! Cada um utiliza o “pinico” que quer…. Idiotas há muitos e cada vez mais…

    • Pela primeira vez estou de acordo com o Miguel Queiroz. Ou os aviões andam a voar muito baixo por essas paragens ou então esta teoria é manca! E até eu que não sou cientista de nada posso afirmar categoricamente isto.

  1. Conversa da treta, ondas de 30 metros acredito que afundem alguns e digo, alguns navios. Mas como explicam o desaparecimento de tantos aviões? Derradeira explicação? Derradeira bebedeira de alguns “técnicos” armados à franga…

  2. Isto só tem uma explicação possível:
    O ÁLCOOL É INIMIGO DA RACIONALIDADE.

    E os pseudocientistas… estavam alcoolizados.

Responder a Jo Cancelar resposta

Scarlett Johansson é a atriz mais bem paga do mundo

Scarlett Johansson é a atriz mais bem paga do mundo, de acordo com uma lista divulgada pela Forbes esta sexta-feira. É o segundo ano consecutivo que a norte-americana figura no primeiro lugar. Pelo segundo ano consecutivo, …

Divórcio chega ao Espaço. Astronauta acedeu à conta da ex-mulher a partir da EEI

A NASA está a investigar aquele que pode ser o primeiro crime cometido no espaço. Uma astronauta acedeu à conta bancária da ex-mulher a partir da Estação Espacial Internacional. A astronauta Anne McClain é acusada de …

Portimonense 1-3 Sporting CP | Raphinha dá vida a visão de Bruno

O Sporting assumiu a liderança da Liga NOS, ao arrancar uma vitória por 3-1 no terreno do Portimonense. Raphinha foi o herói da partida ao apontar dois golos. Num jogo que teve um arranque louco, com …

Psicólogos revelam o que pensam as outras pessoas das suas selfies

Uma experiência com centenas de utilizadores do Instagram descobriu que aqueles que publicam muitas selfies são vistos como menos amigáveis, bem-sucedidos, extrovertidos e também mais inseguros. "Mesmo quando dois feeds têm conteúdo semelhante, como conquistas ou …

Descoberta em Alenquer uma das maiores muralhas do país do Calcolítico

Arqueólogos portugueses e espanhóis descobriram em Alenquer uma muralha monumental, uma das maiores do país do período Calcolítico, com quatro a cinco mil anos, após terem realizado este mês as primeiras escavações. A uma altitude de …

Minas americanas continuam inseguras apesar de multas de mil milhões de dólares

O veredito é dado pela sistema federal que multa as empresas mineiras: nem os mais de mil milhões de dólares em multas se revelaram suficientes para desencorajar as práticas inseguras do setor. Esta foi a conclusão …

Ainda há esperança. Corais do Atlântico reproduziram-se pela primeira vez em laboratório

Este é um avanço histórico que poderia ajudar a salvar corais em todo o mundo, incluindo o ameaçado recife da Flórida, nos Estados Unidos. O Aquário da Flórida, nos Estados Unidos, conseguiu que o coral Dendrogyra …

Cientistas descobrem a melhor maneira de ensinar uma nova língua a crianças

As pessoas muitas vezes assumem que as crianças aprendem novas línguas facilmente e sem esforço, independentemente da situação em que se encontram. Mas será verdade que as crianças absorvem linguagem como esponjas? Estudos mostraram que as …

Cientistas descobrem que as mantas gostam de socializar e de fazer amigos

Embora já tenham sido consideradas criaturas solitárias, um novo estudo descobriu que as mantas formam relações sociais e escolhem parceiros sociais. De acordo com o IFLScience, uma equipa de cientistas estudou mais de 500 grupos sociais …

Planta que não se reproduzia há 60 milhões de anos no Reino Unido revivida pelas alterações climáticas

Há 60 milhões de anos que as cicas não se reproduziam no Reino Unido. Agora, com a subida das temperaturas devido às alterações climáticas, fizeram-no pela primeira vez. As cicas são plantas lenhosas muito parecidas com …