República Democrática do Congo anuncia cura do Ébola

Joint Base Lewis McChord / Flickr

As autoridades sanitárias congolesas anunciaram esta terça-feira a cura de duas pessoas infetadas com o vírus do Ébola após 11 dias de tratamento em Goma, leste da República Democrática do Congo, numa prova da eficácia de novos medicamentos.

“É com grande alegria que anunciamos que entre os casos confirmados de Ébola em Goma, dois foram curados. Para nós é uma mensagem forte de que o Ébola é curável. Já há tratamento”, declarou Jean-Jacques Muyembe, coordenador da resposta contra o vírus na RDCongo.

O especialista congolês explicou que estão em estudo “dois tratamentos, o mAb114 e o REGN-EB3”. “Trata-se de duas moléculas que iremos utilizar com base nos resultados que obtivemos até agora, em que se revelaram eficazes”, explicou o especialista e pioneiro na luta contra o Ébola.

As autoridades sanitárias norte-americanas, que co-financiaram um estudo sobre o tratamento do vírus, indicaram na segunda-feira que os dois medicamentos aumentaram significativamente a taxa de sobrevivência de pacientes no quadro de um ensaio clínico na RDCongo.

Entre as cerca de 500 pessoas cujos dados foram analisados (de um total de 681 pacientes), a mortalidade caiu 29% com o REGN-EB e em 34% com o mAb114, especificou Anthony Fauci, diretor do Instituto norte-americano para as Doenças Infeciosas e Alergias. A taxa de mortalidade dos pacientes que não receberam quaisquer tratamentos foi de entre 60 e 67%.

Os dois tratamentos são constituídos por anticorpos monoclonais que intervêm na neutralização da capacidade do vírus infetar outras células.

Desde que a epidemia do vírus foi declarada no país, em 1 de agosto de 2018, já foram vacinadas 181.389 pessoas. O Ébola transmite-se pelo contacto com fluidos corporais infetados e a rapidez do tratamento é determinante para as possibilidades de sobrevivência, mas muitas pessoas não acreditam que o vírus é real e optam por ficar em casa quando estão doentes, infetando quem cuida deles, alertam os profissionais de saúde.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Portanto, um país de “terceiro mundo” conseguiu criar aquilo que os laboratórios sofisticados do mundo desenvolvido não conseguiram (ou preferiram não tornar disponível…)
    De qualquer forma: excelente notícia!

    • Correcção: um senhor de um país do terceiro mundo, que foi tirar um doutoramento à Bélgica sobre infecções virais, e depois retornou ao seu país, onde fez progressos na cura de um vírus. Portanto, não foi só um país do terceiro mundo. De qualquer forma, a confirmar-se, parabéns e mérito ao senhor congolês.

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …