Repórter húngara apanhada a rasteirar e a pontapear refugiados sírios

9

O caso foi denunciado nas redes sociais e já obrigou a cadeia de televisão para a qual a repórter trabalhava a despedi-la.

Tudo aconteceu quando um grupo de refugiados sírios tentava passar por um cordão de segurança policial na cidade de Röszke, na Hungria, próximo da fronteira com a Sérvia.

A repórter em causa, já identificada como Petra László, estava no local a filmar os acontecimentos para o canal húngaro N1TV, mas decidiu não ser mera espectadora. O primeiro vídeo divulgado nas redes sociais mostra Petra László a rasteirar um homem que corria com uma criança ao colo.

Ainda se pensou que poderia ter sido um gesto acidental, mas as imagens foram analisadas à lupa por vários utilizadores da Internet para que não houvessem dúvidas de que foi um acto deliberado. Depois apareceram outros vídeos em que se vê a repórter a pontapear, pelo menos, outros dois jovens refugiados.

Terá sido o jornalista alemão Stephan Richter, que se encontrava no local a trabalhar, a divulgar as primeiras imagens na sua página do Twitter.

A N1TV anunciou o despedimento da repórter devido ao seu comportamento inaceitável. O canal é conotado com o partido de direita húngaro Jobbik que tem uma posição anti-imigração e que já foi acusado de anti-semitismo.

Petra László é agora descrita na Internet como a “jornalista mais odiada do mundo” e pode vir a enfrentar acusações por violência, arriscando uma pena de prisão de até 5 anos.

  SV, ZAP //

9 Comments

    • Mais respeito pelos húngaros que não são todos iguais!
      Além disso a UE não é exemplo nenhum de respeito pelos outros; basta ver o lindo serviço que os seus dirigentes tem feito…

  1. Completamente de acordo.È o que ela merecia era ser presa,castigada Corporal e Moralmente,dentro do mesmo tipo de ACÇÃO,tal como ela praticou com os REFUGIADOS,inclusive CRIANÇAS pois alem de ser um ADULTO com a criança ao colo,poderia te-la matado,,pois o adulto ao cair,podia ter caido por cima da criança e a matar com o seu Peso.so ai é uma mulher,que nem um-M-mereçe,mas não so ela pontapeia adultos e crianças que se ve pelo menos dua a ser pontapeadas nas canelas ,alem dos adultos tambem,sugeita a Ferir as crianças.não era ela a REFUGIADA,se fosse ,na gostaria que lhe fizessem o MESMO,perdendo o ESTATUTO de REPORTER dum CANAL de TV,e MANCHANDO o seu PAÌS se é ela é HUNGARA õ.õ.poiS.Basta ser de eSTREMA direita e ai diz tudo,sabe-se la sena é uma NAZI??? e se estava feita com o REPORTER ALEMÃO ???!!???….õ.õ, mas é dificil de saber e JULGAR sem se ter a certeza,mas sabendo o hISTORIAL da ALEMANHA emtudo da para PENSAR. Mas a ser verdade até PROVA em contrario, o REPORTER ALEMÃO procedeu HUMANAMENTE,ridicularizando a DIta PETRA,que na de PETRA na tinha nada. Isto so demonstra o aNTI-SEMISTISMO, que se esta a GERAR neste PLANETA,O NAISMO, etcetc,
    Na vou tão Longe em expulsar a HUNGRIA da UnIAO EUROPEIA,mas é o que bem merecia,visto as informações anunciarem o que o GOVERNO UNGARO,esta a praticar uma POLITICA tipo NAZISMO o que envergonha a UNIÃO EUROPEIA,e o MUNDO,-Será que na HUNGRIA esta a nascher um novo HITLER MODERNO!!????…..õ.õ.pois naquele tudo deixa a DESEJAR, tal como a POLICIA de la ,etcetcetc….
    Tdos os atos de varios paises deviam ser Divulgados, e não ser so a EUROPA a recebaer os MIGRANTES REFUGIADOS,mas ser divididos pelo MUNDO todo,em quantidades ,que os Paises possam recebe-los.as segundo as suas possibilidades economicas , etcetc,…..

    A.G.P.

  2. Se eu lá estive-se e tivesse presenciado esta cena triste de alguém sem um pingo caráter, humanismo e educação eu teria lhe mostrado de “quantos paus é feita uma canoa….”
    Teria ficado sem alguns dentes e com um olho bem negro….

    Todos sabemos que esta onda de refugiados vai decerto trazer grandes problemas à Europa e ao mundo, e que a solução passa por resolver os problemas nos seus países de origem e não por repartir refugiados pelo mundo…
    Mas dai a maltratar e matar estes pobres coitados…

    Respeito pelos que sofrem num mundo sem regras e onde o amor ao próximo praticante já não existe…

  3. O desgraçado da história é o desgraçado migrante em corrida numa fuga sem sentido e interminável a menos que haja uma cobarde rasteira de quem menos se esperaria – Uma repórter de imagem em serviço!
    O resto, dado o emoldurado parece bullying escolar de cá, em que uns programam malhar num qualquer, outros posicionam-se em roda, um outro filma para outro publicar nas redes ‘sociais’ feitos “jornalistas” de caracacá!

  4. Os desgraçados da história é o desgraçado migrante em fuga numa corrida perdida de sentido, interminável a menos que uma cobarde rasteira de quem menos se esperaria – Uma repórter de imagem em serviço – lhes dê força para correr, fugir a correr, mais ainda, porque o tempo é a esperança o que lhes resta!
    O resto, dado o emoldurado parece bullying escolar de cá, em que uns programam malhar num qualquer, outros posicionam-se em roda, um outro filma para outro publicar nas redes ‘sociais’ feitos “jornalistas” de caracacá!

  5. Ainda bem que alguém filma estas situações e publica… claro que o bullying escolar é outra historia…
    Estas pessoas têm de pagar pelas suas acções, perder o emprego é o mínimo, estas devem ser julgadas em tribunal por desrespeito dos direitos humanos.

    Pena de prisão efectiva…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.