Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre bullying na escola, diz relatório

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre ‘bullying’ na escola, alertou esta segunda-feira a UNESCO, por ocasião do Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia.

A Organização Internacional de Jovens e Estudantes LGBTQI (IGLYO) e o relatório de monitorização global da UNESCO, a agência da Organização das Nações Unidas (ONU) para a educação, ciência e cultura, divulgaram esta segunda-feira resultados de um estudo segundo o qual mais de oito em 10 pessoas inquiridas reportaram ter ouvido comentários negativos dirigidos a pessoas por serem LGBTQI.

“Toda a gente diz que podes ser o que quiseres, que podes ser livre, que podes expressar-te na escola. E depois, se tentas ser diferente, levas com uma reação negativa”, disse uma das pessoas inquiridas, estudante pan-sexual, de 19 anos.

De acordo com o inquérito da IGLYO, 54% das pessoas LGBTQI sofreram ‘bullying’ na escola pelo menos uma vez, devido à sua orientação sexual, identidade de género, expressão de género ou diferenças de características sexuais.

O inquérito abrangeu mais de 17 mil crianças e jovens entre os 13 e os 24 anos e mostrou também que 83% dos estudantes ouviu, pelo menos, algumas vezes, comentários negativos relativamente aos alunos LGBTQI e que 67% foi alvo desses comentários, pelo menos uma vez.

“A intervenção de professores e outro pessoal das escolas, ao ouvirem comentários negativos, é fundamental para um sistema de educação inclusivo. Mas muitos professores têm falta de confiança e de conhecimentos para apoiarem os alunos LGBTQI”, lê-se no comunicado que acompanha os resultados do estudo.

A maioria dos alunos (58%) nunca reportou incidentes de ‘bullying’ a qualquer funcionário da escola e menos de 15% dos que responderam ao inquérito revelaram que reportam sistematicamente experiências de ‘bullying’ a elementos da escola.

“A educação é mais do que matemática e palavras”, afirmou Manos Antoninis, diretor do relatório GEM, da UNESCO, citado no comunicado. “As escolas têm de ser inclusivas se queremos que a sociedade seja inclusiva. Se às crianças for ensinado que só um certo de tipo de pessoa é aceite, isso vai afetar a forma como se comportarão perante os outros”.

“Apesar das mudanças no discurso nacional em muitos países, muitos estudantes LGBTQI continuam a sentir-se inseguros e mal recebidos na escola. Há um medo real de que o isolamento e a mudança permanente para interações ‘online’ no ano passado também aumentem o ‘bullying’ e a marginalização”, frisou, por seu lado, Jonathan Beger, diretor executivo interino da IGLYO.

A análise de acompanhamento do “Global Education Monitoring Report” (GEM) da UNESCO confirma que a discriminação dos estudantes LGBTQI é um fenómeno global.

Nos EUA, 12,5% de estudantes lésbicas, gays e bissexuais indicaram não ter ido à escola nos 30 dias anteriores ao inquérito porque se sentiram inseguros no estabelecimento de ensino ou no caminho, comparativamente a menos de 4,6% de estudantes heterossexuais.

Na Nova Zelândia, os estudantes LGBTQI estiveram três vezes mais sujeitos a agressões do que os colegas. No Japão, 68% das pessoas LGBTQI entre os 10 e os 35 anos tiveram experiências de violência na escola. Em sete países da América Latina, os estudantes LGBTQI identificaram pelo menos um professor ou funcionário da escola que os apoiou, mas a maioria dos alunos teve uma experiência negativa com atitudes de professores sobre a orientação sexual ou expressão de género.

Os materiais de aprendizagem ignoram igualmente esta questão, segundo o inquérito. A UNESCO e a IGLYO apelaram aos governos e às escolas para desenvolverem o ensino da educação para os direitos humanos e outros assuntos, incluindo história e estudos sociais, incluindo pessoas LGBTQI, a sua história e experiência, em programas escolares.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O que querem? Virar o mundo de patas para o ar? Quando vemos o primeiro-ministro a içar uma bandeira LGBTQI, dá que pensar e perguntar se valerá a pena insistir na reprodução do ser “humano”. Quanto mais insistirem na promoção LGBTQI, mais confronto criarão entre as duas partes!

RESPONDER

Floresta fóssil no Peru guarda segredos sobre a história da América do Sul

Nas colinas fora da pequena aldeia de Sexi, Peru, uma floresta fóssil guarda segredos sobre os últimos milhões de anos da América do Sul. Quando os investigadores visitaram as árvores petrificadas pela primeira vez, há mais …

Uma famosa ilusão pode ajudar a tratar o transtorno obsessivo-compulsivo

Um famoso truque psicológico chamada "ilusão da mão de borracha" pode ser útil para tratar pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo. O que é a "ilusão da mão de borracha"? Nesta experiência, os participantes são colocados com a …

Macron agredido com bofetada. Agressor condenado a 18 meses de prisão

Um tribunal francês condenou esta quinta-feira a uma pena de prisão de 18 meses de prisão o homem que esbofeteou o presidente da França, Emmanuel Macron, na terça-feira, durante uma viagem ao sudeste do país. Segundo …

A nova tendência em Nova Iorque? Mesas separadas para clientes vacinados

Muitos proprietários do setor da restauração estão a criar zonas especiais para pessoas que já foram vacinadas contra a covid-19. O motivo? Os clientes querem sentir que estão novamente a viver no mundo antes da …

Todos os dias, ao meio-dia, uma arma é disparada em Hong Kong

Todos os dias, ao meio-dia, uma grande arma antiga é disparada em Hong Kong. E não, não tem nada a ver com guerra, conflitos ou protestos. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, a Jardine Noonday …

Dados de manifestantes em Lisboa enviados para a Rússia. "É muito grave"

O secretário-geral do PCP afirmou hoje, em Santarém, que, a confirmar-se, "tem gravidade" o envio, pela Câmara de Lisboa, de informação à Rússia sobre cidadãos daquele país que organizaram uma manifestação na capital portuguesa. Fernando …

Um petisco vietnamita de porco cru pode ajudar a manter os alimentos frescos

"Nem Chua", um petisco de porco fermentado muito popular no Vietname, está a ajudar os cientistas a desenvolver um conservante de alimentos seguro e totalmente natural. Nem Chua é comido cru, mas não causa intoxicação alimentar …

Três favoritos e dois anfitriões. Portugal no "Grupo da Morte" do Euro

Os campeões mundiais franceses, reforçados com Karim Benzema, vão enfrentar dois gigantes europeus, a Alemanha e Portugal, de Cristiano Ronaldo, num impressionante Grupo F que inclui também a Hungria, um dos onze países que recebem …

"Ministério da Verdade". Carta dos Direitos Digitais é lei digna de uma ditadura

A polémica Carta dos Direitos Digitais aprovada na Assembleia da República não reúne aprovação entre os especialistas e alguns não hesitam em considerá-la um "regresso à censura". A lei n.º 27/2021, que entra em vigor a …

França vai enviar uma segunda Estátua da Liberdade para os Estados Unidos

França vai enviar uma segunda Estátua da Liberdade para os Estados Unidos, a propósito do Dia da Independência que se avizinha, comemorado a 4 de julho. De acordo com a cadeia televisiva CNN, esta segunda Estátua …