Reitores mais sossegados com metodologia anunciada para repor cortes

Nuno Gonçalves, UMdicas / UMinho

António M. Cunha discursa na sua cerimónia de tomada de posse como reitor da Universidade do Minho,

António M. Cunha discursa na sua cerimónia de tomada de posse como reitor da Universidade do Minho,

O reitor da Universidade do Minho afirmou hoje que a “metodologia” anunciada pelo Governo para calcular a reposição de verbas no orçamento de 2015, face à decisão do Tribunal Constitucional, deixou os reitores das academias portuguesas “mais sossegados”.

À margem de uma sessão da 37ª CERN School os Computing, a decorrer em Braga, António Cunha apontou que se aquela reposição não for feita será “impossível” para as universidades “fazer uma execução orçamental” em 2015.

Na quinta-feira, o secretário de Estado do Ensino Superior afirmou à Lusa que “estão a ser criadas as condições para ter orçamento e estão criadas as condições para acompanhar como esse reforço vai ser calculado”, depois do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas ter pedindo “informação adicional” sobre a elaboração dos orçamentos para 2015, “tendo em conta a necessidade legal de fazer estimativas realistas da despesa com pessoal, no cumprimento das decisões do TC”.

Segundo António Cunha, a preocupação dos reitores prendia-se com o facto de “quando existiu reposição de verbas cortadas” estas “não foram repostas no mesmo nível“.

“No final da semana passada o secretário de Estado do Ensino Superior, para além de confirmar um compromisso do Governo de reposição dessas verbas, anunciou uma metodologia para o cálculo dessas verbas que, de algum modo, deixou os reitores mais sossegados do que o que estavam”, apontou o reitor da UMinho.

No entanto, apontou António Cunha, esta “situação que continua a preocupar devido ao volume e montantes financeiros que envolve mas certamente que o Governo não vai deixar de cumprir os compromissos dessa informação dada pelo secretário de Estado”.

Isto porque, alertou, “seria impossível fazer uma execução orçamental em 2015 se as universidades não forem ressarcidas” do valor que vão ter que despender para cumprir a decisão do TC que considerou inconstitucionais cortes nos salários da Função Pública.

No caso da instituição minhota, essa verba atinge os 4 milhões de euros “sendo que a dotação do Governo para a UMinho é de 53 milhões seria quase 10% desse valor”.

Ainda assim, e perante o anúncio de “mais um corte” no financiamento às universidades, relativo à diminuição de verba a despender com a ADSE para 2015, Cunha apontou consequências.

“Um orçamento de uma universidade nunca chega e seria mau se chegasse porque era sinal que a universidade não tinha ideias, capacidade de lançar novos projetos e estes cortes são significativos e obrigam a protelar e adiar despesas que se vão tornando inadiáveis”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Desilusão, ceticismo e receio de uma "festa do Bloco Central". Plano de Recuperação não convence partidos

Esta segunda-feira, António Costa apresentou aos partidos com assento parlamentar o Plano de Recuperação e Resiliência, mas a reação geral foi de incerteza e desânimo. O Plano de Recuperação e Resiliência é um dos instrumentos do …

Plano Outono-Inverno prevê hospitais covid free, testes rápidos e task-force para doentes não-covid

O Plano de Outono-Inverno do Ministério da Saúde foi divulgado esta segunda-feira. O documento será revisto a cada dois meses. O Plano da Saúde para o Outono-Inverno, divulgado esta segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS), revela …

Cientistas já sabem como é que raro tipo sanguíneo ajuda a prevenir a malária

Um raro tipo sanguíneo, encontrado apenas em algumas partes da África Oriental, parece proporcionar uma resistência natural à malária. Cientistas pensam ter descoberto como é isto possível. Em 2017, depois de terem analisado milhares de genomas no …

"Nem mais um tostão". Rio defende nova auditoria ao Novo Banco (e vai votar a favor do projeto do BE)

O presidente do PSD sugeriu que seja realizada uma auditoria ao Novo Banco por uma instituição pública como o Tribunal de Contas (TdC) e disse estar disponível para aprovar a proposta de comissão de inquérito …

O propósito do sono muda repentinamente quando somos crianças

Uma equipa de investigadores identificou uma mudança repentina no propósito pelo qual precisamos de dormir. A alteração foi verificada, na mesma altura, em animais. A razão pela qual precisamos de dormir pode variar de acordo com …

“Desrespeito e mentira”. Rui Moreira ameaça levar UEFA a tribunal após cancelamento da Supertaça europeia

O presidente da Câmara do Porto ameaçou recorrer à justiça para reclamar os prejuízos causados pela decisão da UEFA de não realizar a final da Supertaça europeia de futebol na cidade, acusando aquela instituição de …

Eis os quatro mundos mais promissores de albergar vida alienígena

Marte, Europa, Encélado e Titã são, de acordo com as descobertas científicas, os mundos mais promissores de albergar vida alienígena. A biosfera da Terra contém todos os ingredientes conhecidos necessários para a vida como a conhecemos. …

O Ciclo Solar 25 vai afetar a vida na Terra (e a NASA explica como)

A cada 11 anos, o Sol inicia um novo ciclo solar, marcado por períodos de violentas erupções e explosões magnéticas. Em dezembro de 2019, teve início um novo ciclo solar. Na semana passada, a NASA e …

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …