Reino Unido chega a acordo para ficar na UE e marca referendo

number10gov / Flickr

A chanceler alemã, Angela Merkel, com o primeiro-ministro britânico, David Cameron

A chanceler alemã, Angela Merkel, com o primeiro-ministro britânico, David Cameron

Depois de dois dias de negociações, o Reino Unido e a União Europeia chegaram esta sexta-feira a um acordo sobre reformas para manter os britânicos na UE.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, afirmou que os líderes dos 28 países membros da UE deram “apoio unânime” às mudanças.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, afirmou por seu turno que o Reino Unido conseguiu uma condição especial dentro da União Europeia e realçou que irá apresentar as propostas ao seu gabinete ainda este sábado.

“Negociei um acordo que dá ao Reino Unido status especial na UE“, escreveu Cameron em sua conta no Twitter, após o fim da cúpula da União Europeia, em Bruxelas.

O post do primeiro-ministro britânico recebeu já entretanto milhares de comentários, a maior parte dos quais se dividem entre os que “não acreditam” no acordo e os que ainda assim defendem que o Reino Unido deve sair da União Europeia.

Entre as reformas previstas, está a controversa restrição no pagamento de benefícios a cidadãos oriundos de outros países europeus, numa tentativa de limitar o número de pessoas que procuram emprego no país.

Segundo a DW, a medida determina que cidadãos de outros países da UE só terão direito ao acesso a benefícios sociais do sistema britânico após quatro anos de residência no Reino Unido.

A chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, saudou o acordo, mas afirmou que não foi fácil alcançá-lo, principalmente, em questões que visavam o estreitamento da União.

Merkel realça que gostaria de que tivesse sido encontrada outra solução para a questão dos benefícios.

“Acredito que não demos muito ao Reino Unido. Agora desejo a David Cameron tudo de bom”, disse Merkel.

Referendo marcado para 23 de junho

A permanência do Reino Unido na União Europeia depende agora do resultado do referendo a que os britânicos vão ser chamados dentro de quatro meses.

Já este sábado, após uma reunião do governo britânico, Cameron anunciou a data de 23 de junho de 2016 para a realização do referendo sobre a permanência do país na União Europeia.

Segundo uma sondagem realizada em novembro, 52% dos britânicos desejavam a saída da UE.

O primeiro-ministro anunciou que, com o acordo agora alcançado, irá incentivar os britânicos a votar no referendo a favor da permanência na União Europeia.

“O Reino Unido nunca irá aderir ao euro, e asseguramos protecções vitais para a nossa economia. Acredito que isso é suficiente para eu recomendar a permanência na UE”, disse Cameron.

“É o melhor dos dois mundos”, concluiu.

ZAP

RESPONDER

Condenado ex-agente secreto alemão que fingia ser um terrorista

Um tribunal alemão condenou, esta terça-feira, um antigo agente dos serviços secretos alemães a uma pena suspensa de um ano por ter tentado partilhar informação confidencial com grupos radicais salafistas na Internet. Segundo a Deutsche Welle, o …

Mosquito do dengue detetado pela primeira vez em Portugal

Uma espécie de mosquito que é transmissor do vírus da dengue foi identificado pela primeira vez em Portugal, na região Norte do país, anunciou esta quarta-feira a Direção-geral da Saúde (DGS) e o Instituto Doutor …

Organização de Direitos Humanos denuncia abuso sexual de menores na Coreia do Norte

A organização Human Rights Watch (HRW) instou esta quarta-feira as Nações Unidas a pressionarem a Coreia do Norte para prevenir e investigar os abusos sexuais a menores, crime que o regime de Pyongyang diz não …

Cidadão de Baião é candidato pela CDU à Câmara e pelo PSD em freguesia

Em Baião, distrito do Porto, há um cidadão que se candidata à Câmara pela CDU e a uma Junta de Freguesia pelo PSD, nas autárquicas do próximo 1 de Outubro, confirmou a Lusa no tribunal …

MAI ordena à Proteção Civil auditoria para verificar todas as licenciaturas

O secretário de Estado da Administração Interna ordenou à Autoridade Nacional de Proteção Civil que realize uma auditoria para verificar as licenciaturas de todos os dirigentes e elementos da sua estrutura operacional, que deve estar …

Theresa May quer pagar 20 mil milhões de euros para saldar saída da UE

A primeira-ministra britânica vai propor o pagamento de 20 mil milhões de euros para saldar a separação entre o Reino Unido e a União Europeia, segundo fontes conhecedoras do tema citadas pelo jornal Financial Times. Olly …

BE quer que menores possam contestar em tribunal pais que lhes neguem mudança de sexo

Menores de 16 anos de idade a requerer mudanças de sexo, sem ser obrigatório apresentar um relatório médico, e a mover acções judiciais contra a eventual recusa dos pais em iniciarem esse processo. Estas são …

Ao primeiro dia de campanha, Catarina e Jerónimo já trocam farpas

A paz no seio da geringonça parece "ferida de morte" depois das declarações azedas trocadas entre Jerónimo de Sousa e Catarina Martins, líderes de PCP e Bloco de Esquerda. E tudo por causa das eleições …

Funcionária da PJ acusada de desviar 178 mil euros em barras de ouro

Uma funcionária da Polícia Judiciária foi acusada de, juntamente com o seu companheiro, aceder ao cofre desta força policial para se apropriar de objectos em ouro, nomeadamente de duas barras daquele metal precioso avaliadas em …

André Ventura foi a um bairro de ciganos, mas evitou-os

No primeiro dia de campanha, André Ventura visitou o bairro Quinta da Fonte, uma das zonas de Loures que o candidato considera ter maiores problemas com a insegurança. Segundo os jornais que o acompanharam, o …