O “Rei do sonho olímpico” brasileiro acabou preso com ouro para 2.388 medalhas

Fernando Frazão / Agência Brasil

Presidente do Comité Olímpico Brasileiro e do Comité Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman.

O homem que comanda o desporto do Brasil há mais de duas décadas sempre teve orgulho de dizer que “não recebia um centavo” como presidente do Comité Olímpico Brasileiro. Mas o pedido de detenção emitido pelo Ministério Público do Brasil refere que, nos últimos 10 anos, enriqueceu em “457%”.

De fato, gravata e com a elegância que sempre lhe foi peculiar nos últimos 22 anos à frente do Comité Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman deixou a sua casa, nesta quinta-feira, acompanhado por agentes da Polícia Federal e foi levado para a sede do órgão, no Rio de Janeiro, onde ficará preso durante os próximos cinco dias.

Nuzman foi detido pela alegada participação na compra de votos, com vista à eleição do Rio de Janeiro para sede dos Jogos Olímpicos de 2016, enfrentando acusações de corrupção, branqueamento de capitais e participação em organização criminosa.

No pedido de detenção, o Ministério Público brasileiro refere que, nos últimos 10 anos, Nuzman teve um “crescimento patrimonial de 457%”, conforme cita a BBC Brasil.

A investigação revelou, inclusive, que ele mantinha 16 quilos de barras de ouro depositadas na Suíça. Esses 16 quilos seriam suficientes para a produção de 2.388 medalhas de ouro como as que foram distribuídas nos Jogos do Rio – cada uma tinha, segundo o COB, cerca de 6,7 gramas de ouro.

O Ministério Público brasileiro aponta que Nuzman não reportou qualquer pagamento recebido do COB ou do Comité Organizador dos Jogos Olímpicos 2016, e que “não há explicações sobre quem efectivamente o remunerou”, ainda segundo citação da BBC.

Unfair Play

A prisão temporária de Nuzman foi decretada como parte da Operação “Unfair Play” que investiga a suposta compra de votos de dirigentes do Comité Olímpico Internacional (COI), na eleição que escolheu o Rio de Janeiro para se tornar sede das Olimpíadas de 2016.

Fernando Frazão / Agência Brasil

A investigação revelou que Carlos Arthur Nuzman mantinha 16 quilos de barras de ouro depositadas na Suíça

O COI já anunciou a suspensão de Nuzman de todas as suas actividades relacionadas com o movimento olímpico. E o COB também foi suspenso pela entidade internacional, com todas as verbas a que tinha direito congeladas.

‘Reinado’ de 42 anos

Nuzman começou a sua carreira no desporto dentro do jogo, como jogador de voleibol até aos 31 anos.

Em 1975, com apenas 33 anos, tornou-se presidente da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), transformando a forma como o país vivia o desporto e ganhando fama por uma gestão que foi considerada “modelo”.

Conhecido como figura autoritária, segundo fontes ouvidas pela BBC Brasil, o “estilo” Nuzman conseguiu manter um ambiente de silêncio entre os atletas, que temiam represálias.

Em 1995, Nuzman chegou à presidência do COB, cargo que manteve por mais de duas décadas, sendo reeleito seis vezes – em muitas ocasiões, foi candidato único. Um dado que tem menos a ver com a eficiência da sua gestão e está mais relacionado com o poder que acumulou e com estratégias que adoptou para se manter no cargo.

Logo nos seus primeiros anos na gestão do COB, Nuzman disse que queria que o Rio de Janeiro fosse sede dos Jogos Olímpicos. Em 1997, levou a candidatura da cidade ao COI (para os Jogos de 2004) pela primeira vez e acabou eliminado na primeira fase. Na segunda tentativa, para os Jogos de 2012, perdeu para Londres.

Mas segundo as fontes ouvidas pela BBC Brasil, esse período deu ao presidente do COB a possibilidade de perceber a política de “agrados” que o poderia ajudar a fortalecer uma candidatura. Assim, entraram em cena jantares e eventos com a presença de ícones brasileiros, como o escritor Paulo Coelho e o ex-jogador e “Rei do Futebol” Pelé, oferecidos a presidentes de Confederações vinculadas ao COI.

Na investigação da Operação “Unfair Play“, a polícia federal cita o pagamento de um suposto suborno a pelo menos um dos dirigentes – Papa Diack, filho de Lamine Diack, então presidente da Federação Internacional de Atletismo e com direito a voto na eleição para a sede das Olimpíadas.

Em 2009, Nuzman conseguiu finalmente confirmar o Rio de Janeiro como sede dos Jogos de 2016 e recebeu boa parte do crédito pela façanha. Acumulou então os cargos de presidente do COB com o de presidente do Comité Organizador do evento, apesar das críticas, dado o “conflito de interesses” evidente.

Mas, agora que está detido, após 42 anos na gestão do desporto no Brasil, poucos acreditam em mudanças. “Ele foi preso, mas o desporto do Brasil é a mesma coisa, o mesmo sistema, as mesmas federações”, lamenta Bebeto de Freitas, técnico da primeira medalha olímpica do voleibol brasileiro e uma das pessoas que se desentendeu com Nuzman, no passado, em declarações à BBC Brasil.

ZAP ZAP // BBC Brasil

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

A icónica tapeçaria "Guernica" de Picasso foi retirada da ONU. Rockfeller pediu-a de volta

A icónica tapeçaria "Guernica", de Pablo Picasso, foi retirada do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) onde estava há mais de 30 anos. A pintura “Guernica”, considerada uma das obras-primas de Picasso …

Este robô-tartaruga não precisa de circuitos eletrónicos para andar. Basta ar

O robô macio de quatro patas, criado por uma equipa da Universidade da Califórnia, não precisa de nenhum circuito eletrónico para funcionar. Os robôs macios têm captado a atenção dos cientistas e o mais recente, criado …

Norte-americano cria secretária para manter crianças seguras durante os tiroteios nas escolas

Um norte-americano desenvolveu uma secretária à prova de bala para assegurar um lugar seguro às crianças dos Estados Unidos em situações de tiroteio. Passaram três anos desde que, a 14 de fevereiro de 2018, Nikolas Cruz entrou …

A Cidade do México proibiu tampões menstruais com aplicador. Agora, as mulheres estão furiosas

A Cidade do México já tinha proibido outros objetos compostos por plástico, como é o caso de copos e palhinhas, mas agora foi mais longe e resolveu banir os tampões menstruais que contém aplicadores. No …

Benfica 2-0 Rio Ave | Águia volta a voar

O Benfica regressou às vitórias na Liga NOS, três jogos depois. A formação “encarnada” recebeu e venceu o Rio Ave por 2-0, com os dois golos apontados por Haris Seferovic e Pizzi numa segunda parte …

Criança de dois anos cai do 12º andar (mas acaba por ser salva por estafeta)

No passado domingo, em Honói, na capital do Vietname, um estafeta salvou a vida de uma criança de dois anos que caiu do 12° andar de um prédio. Nguyen Ngoc Manh é agora conhecido como …

Em França, livrarias e lojas de discos são agora "comércio essencial"

O decreto de lei do Governo francês, publicado na última sexta-feira, incluiu as livrarias e lojas de discos na lista do chamado "comércio essencial", podendo permanecer abertas em caso de confinamento. Em declarações à agência France-Presse, …

Icebergue maior que Nova Iorque parte-se perto de estação de investigação na Antártida

Um icebergue gigante partiu-se esta sexta-feira na plataforma de gelo de Brunt, na Antártida, perto de um posto de investigação do British Antartic Survey (BAS). O bloco de gelo, com 1.270 quilómetros quadrados, será ainda maior …

A Greenpeace está a atirar pedras gigantes para o Mar do Norte. Eis a razão

Na semana passada, a Greenpeace atirou pedras gigantes ao mar ao redor do Reino Unido. Esta ação faz parte do objetivo da organização de acabar com os barcos de pesca de arrasto no fundo do …

Deco avança para tribunal contra Apple por manipulação de desempenho dos iPhones 6

A Deco Proteste anunciou esta segunda-feira que avançou com uma ação judicial contra a Apple, acusando-a de práticas enganosas por ter manipulado os iPhones 6, 6 Plus, 6S e 6S Plus para se tornarem obsoletos …