Reestruturação da TAP em stand by. Companhia espera há 7 meses para saber o futuro

O Governo esperava obter luz verde de Bruxelas em março, mas o plano de reestruturação da TAP continua à espera de uma resposta.

O plano de reestruturação da TAP continua por aprovar. Ao Expresso, a europeia Direção-Geral da Concorrência (DGCOMP) pouco disse sobre as negociações: “A Comissão não se compromete com o momento ou o sentido da decisão.”

O semanário aponta que esta declaração pode significa que o encerramento das negociações pode ainda estar distante. Este sábado, 10 de julho, faz sete meses que o plano de reestruturação foi entregue.

O aparente impasse sobre as negociações cria uma incerteza prejudicial à gestão e ao planea­mento da companhia aérea, agora já com a nova administração em funções.

Na quinta-feira, a TAP iniciou um processo de despedimento coletivo, no âmbito da reestruturação da companhia, que abrange 124 colaboradores.

De acordo com o comunicado enviado à Comissão Nacional de Valores Mobiliários (CMVM), é possível perceber que, destes 124 funcionários, 35 são pilotos (o número inicial era de 458), 28 são tripulantes de cabine (antes eram 747), 38 são trabalhadores da área da manutenção e engenharia em Portugal (face aos 450 previstos) e 23 são pessoas que trabalham na sede da TAP (antes estavam previstos 300).

Os sindicatos ameaçam agora contestar judicialmente. O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (SITAVA) considerou que o despedimento coletivo “é desumano” e “não se justifica”.

“Entendemos que é uma medida errada, a TAP não tinha necessidade disto, é uma crueldade, a empresa precisa destes trabalhadores, hoje é notória a falta de mão-de-obra para executar trabalho”, realçou José Sousa, secretário-geral do SITAVA.

Já o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo e Aviação Civil (SNPVAC) apelidou o despedimento de “ilegal” e “sem fundamento” e adiantou também que vai recorrer a todos os meios legais ao seu alcance.

Por sua vez, o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) considerou este despedimento coletivo “ilegal e injusto” e lembra que “põe em causa a paz social” na empresa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vacinar animais contra a covid-19? Dezenas de zoos nos EUA estão a avançar com a ideia

Cerca de 70 jardins zoológicos e espaços de conservação nos Estados Unidos estão a administrar a vacina da farmcêutica veterinária Zoetis aos seus animais. Não são só os humanos que estão a ser vacinados contra a …

Lewis Hamilton: "Eu não disse que estava a morrer"

Acidente com Max Verstappen originou dores no campeão; Helmut Marko disse que já era "espectáculo" a mais. Troca de palavras entre os dois candidatos ao título. Como se esperava, o acidente que envolveu Lewis Hamilton e …

Autorretrato de Frida Kahlo deverá ser vendido por um valor recorde de 30 milhões de dólares

A Sotheby’s espera ultrapassar os 30 milhões de dólares (mais de 25 milhões de euros) com o autorretrato da pintora mexicana Frida Kahlo, no qual aparece também o seu marido Diego Rivera. O autorretrato Diego y …

David Luiz: "Um dos dias mais especiais da minha vida" - e ainda se fala sobre Jorge Jesus

Flamengo ficou mais próximo de mais uma final da Libertadores, depois de derrotar o Barcelona de Guayaquil. David Luiz estreou-se. O Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2-0, na primeira "mão" das meias-finais da Copa …

Iémen. Escassez de alimentos empurra 16 milhões de pessoas para a fome, revela ONU

Pelo menos 5 milhões de pessoas no Iémen estão à beira da fome e outros 16 milhões estão "a caminhar para a fome", num país dilacerado pela guerra civil. O Programa Mundial de Alimentos (WFP, na …

Presidente da Tunísia governará por decreto, ignorando partes da constituição

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, declarou que governará por decreto e ignorará partes da constituição, enquanto se prepara para mudar o sistema político, gerando críticas imediatas da oposição. Desde 25 de julho, dia em que …

Alemanha deixa de pagar quarentena a trabalhadores não vacinados

A Alemanha vai deixar de indemnizar trabalhadores não vacinados que forem forçados a quarentena devido ao coronavírus, por ser "injusto pedir aos contribuintes que subsidiem aqueles que se recusam a ser vacinados", disse na quarta-feira …

Governo acaba com recomendação do teletrabalho

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a recomendação da opção pelo teletrabalho e eliminar a testagem em locais de trabalho com mais de 150 trabalhadores. Estas medidas integram a terceira e última fase do plano …

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …

Junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, diz especialista da ONU

A junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, incluindo crianças com 20 semanas de idade, segundo o relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) destacado para o país, …