Reconstrução facial em 3D revela “retrato de múmia” egípcia com milhares de anos

Andreas G. Nerlich

Múmia com retrato do menino

Há milhares de anos, uma criança egípcia contraiu uma doença mortal – provavelmente pneumonia – e acabou por morrer. Na altura, o seu corpo foi mumificado e sepultado. Os restos mortais foram embrulhados em faixas de linho cruzadas, onde estava presente um retrato do seu rosto.

Este tipo de imagens – colocadas junto das múmias egípcias – ficaram conhecidas como “retrato da múmia“, e faziam parte de uma tradição cultural popular entre alguns egípcios da época greco-romana. Mas quão precisos eram esses retratos?

Para descobrir, uma equipa de cientistas da Áustria e da Alemanha fez uma tomografia computorizada do corpo da criança e criou uma reconstrução digital em 3D do seu rosto.

Os resultados do estudo, publicado a 16 de setembro na Plos One, mostram que o retrato do menino era bastante preciso, exceto por um aspeto: o artista que elaborou o retrato fez com que a criança parecesse mais velha do que realmente era. Na realidade – e de acordo com a análise feita pelos investigadores – devia ter apenas entre 3 a 4 anos.

O investigador Andreas Nerlich, diretor do Instituto de Patologia da Clínica Académica de Munique-Bogenhausen, na Alemanha, disse que “o retrato mostra traços um pouco mais antigos, que podem ser resultado de uma convenção artística da época“.

Múmia infantil

Dos cerca de 1000 retratos recuperados do Egito greco-romano, apenas cerca de 100 ainda estão presos à múmia. Para o projeto – o primeiro a comparar o retrato de múmia de uma criança do antigo Egito com a sua reconstrução facial – os investigadores escolheram a múmia do menino, encontrada na década de 1880 num cemitério perto da pirâmide de Hawara, a sudoeste do Cairo, diz o Live Science.

A equipa de tomografia computorizada examinou raios-X tirados da múmia em 1984,  para que pudessem criar uma imagem digital 3D do corpo do menino. A tomografia computorizada revelou que o cérebro e alguns dos seus órgãos abdominais foram removidos, uma prática comum durante a mumificação no antigo Egito.

Os investigadores foram capazes de perceber a idade do menino devido ao desenvolvimento dos ossos e dos dentes. Notaram ainda “resíduos de tecido pulmonar condensado” o que lhes permitiu concluir que provavelmente morreu de pneumonia.

Os cientistas também estudaram ao pormenor o rosto. O retrato mostra “cabelos cacheados entrelaçados que vão da crista às orelhas”, escreveram os investigadores no estudo. “O indivíduo tem olhos grandes de cor castanha, nariz comprido e fino, e boca pequena com lábios carnudos, e um colar com um pequeno medalhão está pendurado no pescoço”, relataram.

A reconstrução facial foi “muito semelhante” à que está representada no retrato, já que as dimensões da testa à linha dos olhos, e a distância do nariz à boca “eram exatamente as mesmas entre o retrato e a reconstrução”.

Contudo, revelaram que “existiam diferenças entre a largura da ponte nasal e o tamanho da abertura da boca, pois ambos eram mais estreitos no retrato do que na reconstrução virtual”.

Ainda assim, os dois são tão semelhantes que o retrato “deve ter sido elaborado imediatamente antes ou depois de sua morte”, rematou Nerlich.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Libertados nos EUA os primeiros mosquitos geneticamente modificados

Foi a primeira vez que mosquitos geneticamente modificados foram libertados nos Estados Unidos. O objetivo é suprimir populações de mosquitos transmissores de doenças. De acordo com o site Live Science, a empresa de biotecnologia Oxitec lançou …

Descobertos os restos de nove Neandertais numa gruta em Itália

Os restos de nove Neandertais foram descobertos na Gruta de Guattari, em San Felice Circeo, na costa entre Roma e Nápoles, onde já tinham sido encontrados vestígios da presença Neandertal, anunciou este sábado o ministro …

Leis draconianas na Malásia. Fahmi Reza foi detido por insultar a rainha com playlist no Spotify

A sátira desempenha um importante papel na sociedade. Na Malásia, as leis draconianas estão a reacender o debate em torno da liberdade de expressão. Fahmi Reza, um artista gráfico e ativista social malaio, foi detido no …

António Barreto

Portugal vai ter "um problema de cor de pele" (por muitos anos e com conflitos)

O sociólogo António Barreto considera que Portugal vai "ter um problema" de "cor de pele" e "por muitos anos". Uma ideia defendida numa entrevista onde se reporta para "o que se passa em toda a …

Um laboratório vivo. Há residentes "superimunes" à covid-19 numa pequena cidade italiana

A pequena cidade de Vo, no norte de Itália, tornou-se um dos primeiros locais com um surto de covid-19 da Europa em fevereiro de 2020. Agora, os cientistas descobriram que a cidade abriga um número …

Portugal com duas mortes e 406 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje duas mortes atribuídas à covid-19, 406 novos casos de infeção pelo coronavírus e nova descida no número de internamentos em enfermaria e em cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …

Portugal "tem nível de rendimentos baixíssimo". Muitos municípios que perdem população desde o final II Guerra

Portugal tem municípios que perdem população desde o final da II Guerra Mundial e dificilmente fenómenos como o teletrabalho irão alterar esta paisagem, na opinião do geógrafo Álvaro Domingues, da Universidade do Porto. Em entrevista à …

Gestora em teletrabalho esqueceu-se da filha no carro. Bebé encontrada sem vida sete horas depois

Maria Pilar, uma bebé de dois anos, morreu esta sexta-feira, depois de ter ficado esquecida dentro do carro durante cerca de sete horas. A menina de dois anos esteve cerca de sete horas dentro do carro, …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Cimeira Social cheia de boas intenções deixa factura de um milhão de euros (e "erro" na comida da PSP)

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia comprometeram-se, na Cimeira Social do Porto, a "trabalhar em prol de uma Europa social". Mas o evento deixa uma polémica com as refeições distribuídas aos …

Alfredo Casimiro contrata Banco Nomura para vender 50,1% da Groundforce

O principal acionista da Groundforce anunciou este sábado, em comunicado, ter contratado o banco Nomura para assessorar a venda da participação de 50,1% da Pasogal na empresa de handling Groundforce, e pediu "especial atenção" ao …