Recém-nascidos parecidos com os pais são mais saudáveis

À primeira pode parecer pouco plausível, mas há ciência sólida e uma extensão amostra por trás deste estudo: em algumas circunstâncias, os recém-nascidos que se parecem com os pais acabam por ser mais saudáveis quando atingem o primeiro aniversário.

Apesar de o formato da cara de cada pessoas não estar diretamente ligado à saúde, investigadores sugerem que a parecença familiar encoraja os pais a passarem mais tempo com os filhos – e é aí que estão os benefícios.

A pesquisa foi publicada em dezembro de 2017 na revista Journal of Health Economics.

A equipa por trás do estudo sugere que devem ser feitos mais esforços para envolver o pai na educação dos filhos, particularmente nas famílias em que o pai e a mãe não vivem juntos.

“Os pais são importantes no crescimento de uma criança e isso manifesta-se na saúde de uma criança”, disse um dos investigadores, Solomon Polachek da Univerisdade de Binghamton, em Nova Iorque.

É importante notar que o estudo se focou apenas em famílias nas quais a mãe e o pai não são casados ou não vivem na mesma casa. A pesquisa analisou 456 famílias que fizeram parte do estudo sobre Famílias Frágeis e o Bem-estar da Criança.

Na verdade, os investigadores acreditam que em alguns casos uma semelhança familiar entre o pai e o recém-nascido realmente ajuda os pais a confirmarem que o filho é deles, o que significa que há uma maior probabilidade de investirem o seu tempo neles.

No geral, os pais gastam em média mais 2.5 dias por mês quando há semelhanças físicas, em comparação com quando não há.

A saúde das crianças com um ano de idade foi assegurada através de vários factores, incluindo a duração da estadia no hospital, o número de idas ao médico, e o número de ataques de asma desde o nascimento.

Apesar de estas medições não serem perfeitas – mesmo que uma criança esteja doente, pode haver restrições de tempo ou dinheiro que impedem uma visita ao médico -, quando tomadas em conjunto e permitindo fatores de controlo, ainda há uma tendência “estatisticamente significativa”, dizem os cientistas.

Há muitas pesquisas anteriores que apoiar esta ideia. Estudos anteriores mostraram que o desenvolvimento infantil pode melhorar quando ambos os pais se envolvem, por exemplo, e que uma semelhança familiar encoraja os pais a passarem mais tempo com os filhos.

E como é que o pai está por perto ajuda? Os bebés estão melhor protegidos contra danos e recebem mais cuidados com os dois pais, dizem os investigadores – resumidamente: há duas pessoas a olhar pelo recém-nascido em vez de apenas uma.

“Encontramos os indicadores de saúde de uma criança melhores quando a criança se parece com o pai”, diz Polachek. “A principal explicação é que frequentes visitas de pai permitem um maior tempo de parentalidade para cuidados e supervisão e para a recolha de informações sobre saúde infantil e necessidades económicas“.

Os próprios alunos admitem que é difícil fazer generalizações mais amplas sobre famílias casadas e famílias onde ambos os pais vivem juntos, mas estão interessados em enfatizar a importância do pai para garantir um bom começo na vida para as crianças.

PARTILHAR

RESPONDER

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …

Dinamarca lança "passaporte covid-19"

O Governo da Dinamarca lançou o "passaporte covid-19", um documento que atesta que o portador do mesmo não teve um resultado positivo ao novo coronavírus recentemente. Deverá ser utilizado em viagens internas ou externas. De …

Mais oito mortes e 342 novos casos. Mais 305 pessoas dadas como recuperadas

Portugal regista este sábado mais oito mortes por covid-19 e mais 342 casos confirmados em relação a sexta-feira, segundo dados da Direção-Geral de Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico diário da DGS, há 46.221 casos …

Ainda há esperança para os gorilas mais raros do mundo. Foram fotografados com crias

Os gorilas do rio Cross, os mais raros do mundo, foram fotografados na Nigéria com algumas crias, aumentando a esperança para esta espécie de primatas. A fotografias foram divulgadas por uma organização não-governamental nigeriana, a …

"Já sofreu muito". Trump comuta pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou a pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone, que foi condenado em fevereiro a 40 meses de prisão, anunciou sexta-feira a Casa Branca. Roger …

Armas, droga, sucata e prostituição financiam neonazis portugueses (mas lucros não vão todos para a causa)

Os grupos neonazis portugueses são "bastante desorganizados" e financiam-se com dinheiro obtido em negócios ilícitos, como o tráfico de armas, de droga e de mulheres para prostituição e a sucata. Mas os ganhos obtidos não …