Estudo genético reaviva o mito dos elefantes bêbados

Novas pesquisas sugerem que a famosa história dos elefantes bêbados pode ter uma essência de verdade.

Em 2005, uma equipa de biólogos da Universidade de Bristol decidiu investigar uma famosa história sobre elefantes bêbados, que conta que estes animais comem os frutos que caem do canhoeiro, uma árvore originária da África, e ficam embriagados.

Esta fruta é naturalmente doce e fermenta muito rápido assim que cai no solo, atingindo cerca de 3% de concentração de etanol alguns dias depois.

Durante décadas, os relatos de elefantes bêbados a invadir aldeias foram contados de geração em geração, até que os cientistas quiseram descobrir a veracidade desta história. O estudo da equipa de Bristol concluiu que é praticamente impossível que os elefantes fiquem bêbados com o consumo destas frutas.

No entanto, recentemente, uma equipa de cientistas levou a cabo uma nova pesquisa que deita por terra o estudo de 2005.

Desta vez, os cientistas decidiram investigar a presença de uma mutação genética em vários mamíferos, ligada ao metabolismo aprimorado do etanol. A equipa descobriu que, apesar de serem poucos, alguns animais têm mesmo a capacidade de processar rapidamente esta substância.

De acordo com o artigo científico, publicado recentemente na Biology Letters, o gene ADH7 produz uma enzima que metaboliza etanol e, nos caso dos seres humanos, este gene pode ter uma mutação que melhora a eficácia do metabolismo em 40 vezes.

Os investigadores desconfiam que a mutação tenha ocorrido há 10 milhões de anos e sugerem que todos os mamíferos que compartilham a mesma linhagem ainda têm esta versão mutada do gene, incluindo gorilas e chimpanzés.

Por outro lado, mamíferos cujas dietas geralmente carecem de frutas ou néctares – como vacas, cavalos e elefantes – são metabolizadores mais fracos de álcool, uma vez que estes animais perderam a versão funcional do ADH7.

Estudos anteriores sugeriram que maus processadores de álcool – como os elefantes – nunca seriam capazes de consumir frutas fermentadas suficientes para se embebedarem. Contudo, este estudo sugere que, afinal, pode ser possível.

O mito dos elefantes bêbados persistente. Continua a ser uma questão em aberto e uma prioridade para pesquisas futuras”, disse Nathaniel Dominy, do Dartmouth College.

Isto significa que a história anedótica dos elefantes bêbados pode não ser assim tão descabida. Mareike Janiak, antropólogo da Universidade de Calgary, disse, citado pelo New Atlas, que este estudo “serve para lembrar às pessoas que precisamos de ser cautelosos quando extrapolamos as funções metabólicas humanas para os animais.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Alguns distritos de Portugal continental e Madeira com avisos meteorológicos até domingo

Alguns distritos de Portugal continental e o arquipélago da Madeira vão estar a partir de hoje e pelo menos até domingo com vários avisos meteorológicos devido à agitação marítima, vento e queda de neve, de …

R abaixo de 1 em Portugal. Um milhão de pessoas pode já ter tido contacto com o vírus

Um doente covid-19 em Portugal está a infetar, em média, menos de uma pessoa, segundo dados do Instituto Ricardo Jorge revelados esta quinta-feira, que mostram que o Rt voltou a estar abaixo do 1. “Atualmente, o …

EUA aprovam legislação que pode excluir firmas chinesas do seu mercado de capitais

O Congresso norte-americano aprovou esta quinta-feira legislação que força as empresas chinesas a saírem dos índices bolsistas norte-americanos a menos que cumpram as regras de contabilidade nos Estados Unidos. A legislação, que pode afetar dezenas de …

Polícia Judiciária faz buscas na Câmara de Vila Verde

A Polícia Judiciária está a fazer buscas na Câmara de Vila Verde, no distrito de Braga, relacionadas com "adjudicações a juntas de freguesia", confirmou esta quarta-feira à Lusa fonte daquela força policial. Segundo a mesma fonte, …

Reino Unido começa a vacinar já na próxima semana

O Reino Unido vai começar a vacinar a sua população contra a covid-19 na próxima semana. Depois da aprovação do uso da vacina da Pfizer, os primeiros a receber a vacina serão os trabalhadores e …

Governo já garantiu 370 camas no setor privado

O Governo já garantiu 370 camas no setor privado, sendo que quase metade, 164, são para doentes covid. Há atualmente 3.338 pacientes infetados com o novo coronavírus internados em hospitais. A informação foi confirmada por fonte …

Covid-19 pode ter chegado aos EUA em dezembro de 2019. País prepara-se para o pior inverno da história

Depois de ter sido confirmado que o novo coronavírus já circulava em Itália desde setembro de 2019, agora surge um relatório que refere que a covid-19 pode ter infetado um pequeno número de pessoas nos …

Maior parte dos médicos aposentados que voltam ao SNS prefere trabalhar em tempo reduzido

A maior parte dos médicos aposentados que regressa ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) opta por trabalhar em tempo reduzido, adianta o Jornal de Notícias. De acordo com o Jornal de Notícias, do total de 216 …

Bruxelas ameaça avançar com Fundo de Recuperação sem Hungria e Polónia

A Comissão Europeia (CE) está a perder a paciência e, caso não haja progressos nas negociações, ameaça avançar com o Fundo de Recuperação europeu sem a 'luz verde' da Hungria e da Polónia. O ultimato foi …

Empresas que reforcem lay-off não podem fechar portas, mas podem reduzir horários a 100%

O chamado “apoio à retoma progressiva” vai permitir que em dezembro as empresas saltem para o escalão seguinte, que garante mais financiamento, mas o Governo exige que mantenham atividade. Contudo, garante que tal não condiciona …