/

Reator nuclear de Bill Gates e Warren Buffett vai custar mais de 800 milhões de euros

billionairessuccess / Flickr

O fundador da Microsoft, Bill Gates

A TerraPower de Gates e a PacifiCorp de Buffett vão juntar forças para desenvolver um reator nuclear que dizem ter tecnologia mais avançada e limpa que a energia nuclear tradicional.

O projeto, intitulado Natrium, deverá ser construído numa antiga central a carvão que está parada, mas a localização final só será anunciada no final do ano.

O mega projeto do Wyoming vai custar mil milhões de dólares, ou 819 milhões de euros, às empresas de Bill Gates e Warren Buffett.

“O Natrium foi desenhado para operar uma mudança dramática no desempenho, segurança e custo”, disse Bill Gates no evento onde o projeto foi anunciado. “Acreditamos que o Natrium vai mudar o jogo para a indústria energética”, referiu.

De acordo com as empresas, o reator de 345 MW é arrefecido a sódio com um sistema de armazenamento de energia à base de sal fundido. A tecnologia de armazenamento pode aumentar a produção de energia para 500 MW durante cerca de cinco horas e meia, se necessário, o que será suficiente para alimentar 400 mil casas.

O anúncio acontece na sequência de um financiamento inicial atribuído pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos, em outubro de 2020, para a demonstração do potencial da tecnologia Natrium.

Esses fundos foram apropriados através do Programa de Demonstração de Reatores Avançados e o processo levou à assinatura de um acordo de cooperação entre o Departamento de Energia e a TerraPower já em maio de 2021, refere o The Guardian.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.